Home Top Ad

Programa Especial entrevista atletas com Síndrome de Down e revela suas rotinas de treino

Share:

Divulgação TV Brasil
Às 9h30 de sábado, dia 4, a TV Brasil reapresenta a edição do Programa Especial dedicada ao Dia Internacional da Síndrome de Down, celebrado anualmente no dia 21 de março, desde 2006. O programa entrevista desportistas que tem a Síndrome, especialistas em educação física e médicos especializados em esportes.

A repórter Fernanda Honorato conversa com a nadadora e tenista Maria Cristina de Orleans e Bragança. Bate um papo, ainda, com o nadador Gustavo de Aratanha e o faixa preta de jiu-jitsu Diogo Lavigne. O programa conta com o depoimento da cardiopediatra Tatila Nolasco.

"Fazer mais exercícios, comer menos e comida saudável. É para tomar bastante água, fazer umas boas caminhadas e muito esporte”, revela Maria Cristina, a respeito da fórmula para uma vida saudável. Ela pratica natação e tênis regularmente.

Gustavo de Aratanha optou por focar em um só esporte: natação. Desde os primeiros meses de vida, ele nada por questões terapêuticas e acabou tomando gosto pela atividade, tornando-se um atleta campeão. Além das medalhas, a natação permitiu a ele conquistar independência pessoal.

"A relação dele com a natação é um negócio espetacular porque, em grande medida, a desenvoltura dele, a independência dele, advém de praticar um esporte”, comenta Rogério de Aratanha, pai de Gustavo. “Ele vai para fonoaudióloga, pega o ônibus sozinho. E eu acho que a rotina de natação que deu essa independência a ele.”

Para a cardiopediatra Talita Nolasco, a prática de esportes desde cedo para crianças com síndrome de Down é muito importante. “O exercício vai ajudar na hipotonia, que os músculos são mais flácidos”, explica a médica. “Vai aumentar o tônus, a resistência desse músculo. A outra característica é que elas (crianças com síndrome de Down) têm os ligamentos, as articulações mais frouxas, e isso vai fortificar essas articulações, as articulações do pescoço, sobretudo, do quadril.”

Em exibição há 16 anos, agora em sua 15a temporada, o Programa Especial aborda temas como mercado de trabalho, lazer, esporte e saúde de forma inclusiva e descontraída. O programa é apresentado pela publicitária cadeirante Juliana Oliveira e tem matérias de Fernanda Honorato, a primeira repórter do país com Síndrome de Down.

Para ser 100% acessível ao telespectador, o Programa Especial conta com janela de Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) e audiodescrição, em que as imagens são descritas por um locutor assim que aparecem na tela, para que as pessoas com deficiência visual saibam o que está sendo mostrado.


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.