Home Top Ad

Canal Brasil - Destaques da programação de 10 a 16 de agosto

Share:

Divulgação Canal Brasil
Conheça os destaques da programação do Canal Brasil de 10 a 16 de agosto.

Rocky & Hudson – Os Caubóis Gays – Mulher Fatal
Horário: SEGUNDA, DIA 10, ÀS 22H35
INÉDITO e EXCLUSIVO
Classificação: 12 anos

Rocky e Hudson são dois caubóis gays criados pelo cartunista Adão Iturrusgarai para os quadrinhos em 1987. Em 1994, o cineasta Otto Guerra levou a história para as telonas e, mais de duas décadas depois, transformou, em parceria com Erica Maradona, os irreverentes personagens em uma série de animação. A cada episódio, os caubóis de sotaque gaúcho vão quebrar os estereótipos e o machismo relacionado à tradicional figura dos vaqueiros para solucionar problemas nada convencionais, como prender uma bela ladra de carregamentos que está atacando a cidade, convencer o pai de Rocky a não suspeitar da homossexualidade do personagem ou frequentar e garantir a parada gay do município.

Neste episódio: Os caubóis de sotaque gaúcho criados por Adão Iturrusgarai vão quebrar os estereótipos relacionados à tradicional figura dos vaqueiros. Na estreia, os heróis lutam contra os roubos de carga.

Angeli – The Killer – Taras Tabus E… Tubaína!
Horários: SEGUNDA, DIA 10, ÀS 22H45
QUARTA, DIA 12, ÀS 16H10
SEXTA, DIA 14, ÀS 13H45
DOMINGO, DIA 16, ÀS 4H45
PRINCIPAL
Classificação: 12 anos

A série produzida e dirigida por Cesar Cabral nasceu do curta-metragem “Dossiê Rê Bordosa”, filme que ganhou mais de 70 prêmios desde seu lançamento, em 2008. A construção do programa parte da mescla de uma estrutura documental, que tem início com entrevistas com o próprio cartunista, e com adaptações livres de seus personagens e de suas histórias. Cada episódio foi desenvolvido a partir de uma pauta específica inspirada em temáticas urbanas , com altas doses de críticas e tintas carregadas no humor ácido, características do trabalho de Angeli.

Neste episódio: No primeiro episódio da série, personagens clássicos criados por Angeli ilustram uma divertida entrevista do cartunista sobre taras, sexo e tabus.

Bipolar Show – Marjorie Estiano
Horários: SEGUNDA, DIA 10, ÀS 23H
QUINTA, DIA 13, ÀS 13H30
SEXTA, DIA 14, ÀS 7H
PRINCIPAL
Classificação: Livre

Durante três anos, Michel Melamed anunciou, na abertura de seu programa: “Bipolar Show está no ar”! Em julho, o Canal Brasil seleciona os melhores momentos de suas três temporadas. O objetivo principal é possibilitar um encontro livre entre dois artistas, nos mais diversos estados de humor. Entre os convidados da atração estão Marcelo Adnet, Selton Mello, Marjorie Estiano, Andréia Horta, Leticia Colin, Edu Sterblitch, Bárbara Paz, Júlia Lemmrtz, Luis Miranda, Alice Wegmann, Johnny Massaro, Grace Passô e Matheus Nachtergaele.

Neste episódio: Convidada da semana, Marjorie Estiano aceita o pedido de casamento de Michel Melamed. A atriz fala sobre a importância da fossa e questiona o apresentador a respeito do sentido do programa.

A Arte Do Encontro – Jorge Furtado
Horários: SEGUNDA, DIA 10, ÀS 23H30
TERÇA, DIA 11, ÀS 13H30
QUINTA, DIA 13, ÀS 7H
PRINCIPAL
Classificação: Livre

Após 13 episódios comandados por Tony Ramos, Bárbara Paz assume o lugar do ator no comando da quarta temporada de “A Arte do Encontro”, do Canal Brasil. Assim como seu antecessor, Barbara recebe convidados para um encontro intimista, onde há apenas os envolvidos e uma pequena mesa. Bárbara abre uma conversa em torno de histórias de vida, infância e família, entremeadas por trajetórias profissionais. Entre as entrevistas, a apresentadora faz leituras de trechos de livros relacionados à personalidade participante.

Neste episódio: “O ser foi esquecido pela posse”. O cineasta Jorge Furtado se diz apreensivo com o momento atual de uma sociedade cada vez menos tátil, cujas relações interpessoais foram deixadas de lado.

Transmissão – Maria Alcina
Horário: SEGUNDA, DIA 10, À 0H
INÉDITO
Classificação: 12 anos

Duas das mais revolucionárias personalidades da nova geração da cultura brasileira, Linn da Quebrada e Jup do Bairro estão de volta com episódios inéditos do talk show mais irreverente da TV, no qual questões de gênero, sexo e raça são frequentemente abordadas, mas não limitadoras da conversa. O programa reestreia no mês em que se comemora o Dia Internacional do Orgulho LGBTQI+ mundo afora. A dupla recebe na segunda temporada nomes como Dira Paes, Pedro Bial, Liniker, Criolo, Xico Sá, Matheus Nachtergaele, Rennan da Penha, Amara Moira, entre outros.

Neste episódio: As sempre irreverentes Linn da Quebrada e Jup do Bairro recebem de braços abertos a cantora Maria Alcina para um bate-papo descontraído sobre a trajetória desta voz marcante da MPB.

302 – Angela
Horários: TERÇA, DIA 11, À 0H15
QUARTA, DIA 12, ÀS 1H25
SÁBADO, DIA 15, ÀS 4H55
DOMINGO, DIA 16, ÀS 4H30
INÉDITO
Classificação: 14 anos

Na série, o consagrado fotógrafo Jorge Bispo recebe mulheres anônimas comuns dispostas a tirarem a roupa para um projeto artístico e minimalista. O sétimo ano da atração dirigida por Helena de Castro aprofunda temas como aceitação, descoberta, libertação, violência e preconceito, e os novos episódios serão ainda mais femininos e espontâneos.

Neste episódio:  Angela conta a sua história de vida, fala sobre a luta contra a depressão e a importância de levar a doença a sério e enfatiza a importância de seu companheiro nos quase 40 anos de união.

Ouro Velho, Mundo Novo – Os Trovadores
Horário: QUARTA, DIA 12, ÀS 19H45
INÉDITO e EXCLUSIVO
Classificação: Livre

A poesia popular na divisa entre Pernambuco e Paraíba é o tema da série documental dirigida por Cláudio Assis e Lírio Ferreira. A atração, nomeada a partir de duas cidades fronteiriças de ambos os estados, mostra como as rimas foram responsáveis por conduzir, ao longo dos anos, a sabedoria popular centenária da região. Ao conversar com artistas e personalidades locais, os diretores traçam um paralelo entre e a seca e as trovas, apresentam a influência do cordel nas rimas e mostram como as paisagens do sertão foram capazes de inspirar os versos dos moradores – com destaque para o depoimento do jornalista e conterrâneo Xico Sá, que atribui igual importância à produção local a escritos do russo Vladimir Maiakovski, um dos mais importantes poetas do século passado.

Neste episódio: O episódio caminha pela arte democrática dos cantadores, os poetas que retratam os anseios, as ilusões e as desilusões da população rural.

Lama Dos Dias – Mangue Feliz
Horários: QUINTA, DIA 13, ÀS 20H
SEXTA, DIA 14, ÀS 18H30
DOMINGO, DIA 16, ÀS 11H
PRINCIPAL
Classificação: 14 anos

Sinopse: A série resgata um pouco da história da capital pernambucana, no início da década de 90, para mostrar o contexto responsável pelo nascimento do manguebit. Em um momento de crise, após a redemocratização, o Recife presenciou uma verdadeira ebulição nos mais diversos campos da cultura. “Lama dos Dias” mostra os detalhes do período, a partir de dois núcleos principais: a trajetória da banda Psicopasso, um conjunto cuja sonoridade mescla a agressividade do rock com a batida do maracatu; e um grupo de amigos de uma universidade, insatisfeitos com o sistema e frequentadores da cena musical local. Com direção de Hilton Lacerda e Hélder Aragão (DJ Dolores) e um elenco formado por não-atores – complementado pela participação especial de Maeve Jinkings –, a série mostra como surgiu, da lama, uma geração consistente de artistas nacionais.

Neste episódio: A relação entre Biu e Lule ganha novos contornos. Adriana e Boyzinha se beijam. As bandas de Recife tocam em grande festa, mas a “Psicopasso” tem um imprevisto que pode arruinar a noite.

O País Do Cinema – Febre do Rato
Horários: QUINTA, DIA 13, À 0H
SÁBADO, DIA 15, ÀS 13H
QUARTA, DIA 19, ÀS 7H
INÉDITO e EXCLUSIVO
Classificação: 14 anos

Andréia Horta comanda um mergulho na história do cinema brasileiro na quinta temporada de O País do Cinema. Na atração, a atriz recebe realizadores, diretores e intérpretes e coloca em pauta uma abordagem crítica e informativa da produção nacional recente. Para este ano, o programa dirigido por Marcello Ludwig Maia passeia por clássicos e produções mais recentes do cinema brasileiro. Os episódios entram em cartaz logo após a exibição dos filmes a que se referem e a anfitriã traz para o estúdio profissionais envolvidos com a produção, em nomes como Matheus Nachtergaele, Cleo, Mauro Lima, Carol Duarte, Gregorio Duvivier, Dira Paes e Alexandre Nero, entre outros.

Neste episódio: Maria Gladys e Mariana Nunes, atrizes do filme “Febre do Rato”, refletem sobre a classe artística, a capacidade da arte em gerar empregos e a importância da resistência do Cinema Brasileiro.

Larica Total – Geléia Geral
Horários: SEXTA, DIA 14, ÀS 22H
SÁBADO, DIA 15, ÀS 13H30
DOMINGO, DIA 16, ÀS 1H30 E ÀS 9H40
TERÇA, DIA 18, À 0H30
PRINCIPAL
Classificação: 10 anos

Está de volta ao Canal Brasil a terceira e última temporada da sátira a programas de culinária descolados exibidos por canais de televisão por assinatura. Ao contrário dos apresentadores experientes, treinados nas cozinhas de sofisticados restaurantes –, Paulo Oliveira (Paulo Tiefenthaler) é um solteirão que se vira como pode. Seu objetivo é apresentar receitas de pratos fáceis, capazes de satisfazer pessoas sem paciência, vontade, ingredientes ou equipamentos adequados no preparo de refeições.

Neste episódio: Um episódio dedicado ao sobrenatural. O que é possível fazer com geleia de morango? Somente o nosso misterioso gourmet Paulo Oliveira poderá responder.

Elis – Viver É Melhor Que Sonhar – Episódio 01
Horário: SEXTA, DIA 14, ÀS 22H30
SÁBADO, DIA 15, ÀS 13H55
DOMINGO, DIA 16, ÀS 1H55 E ÀS 10H05
TERÇA, DIA 18, À 0H55
PRINCIPAL
Classificação: 14 anos

A série passeia pela história de Elis Regina (Andréia Horta) desde sua saída de Porto Alegre para tentar a vida no Rio de Janeiro. Uma entrevista fictícia gravada pela Pimentinha, na qual a própria lembra momentos importantes de sua carreira, é o fio condutor do roteiro. Além das montagens ficcionais de sua biografia, o guião inclui muitas imagens de arquivo da intérprete, de apresentações nos palcos Brasil afora a depoimentos gravados em reportagens. A cada capítulo, o espectador mergulha na trajetória da musicista. A atração retrata o primeiro teste para um musical de Vinicius de Moraes (Thelmo Fernandes) e Tom Jobim (Sergio Guizé), o encontro com Ronaldo Bôscoli (Gustavo Machado) e Miéle (Lucio Mauro Filho) nas boates cariocas, o entrosamento musical com Nelson Motta (Rodrigo Pandolfo) e o aprendizado com Lennie Dale (Julio Andrade).

Neste episódio: O episódio inicial dessa série adaptada do filme “Elis” acompanha os primeiros passos da Pimentinha na música, cantando na noite carioca, e a vitória no Festival da MPB com “Arrastão”.


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.