Home Top Ad

Dinheiro compra felicidade? 'Globo Repórter' mostra que é possível viver com pouco dinheiro

Share:

Reprodução
É possível ser mais feliz com menos dinheiro? Os personagens apresentados por Edney Silvestre no programa que o 'Globo Repórter' reexibe nesta sexta-feira, dia 21, garantem que sim. São pessoas que adotaram mudanças em suas rotinas e descobriram que é possível viver de maneira mais simples e menos estressante. “Sempre nos perguntamos o que é necessário para ser feliz, como se a felicidade exigisse condições, especialmente dinheiro. Ao gravar esse programa, percebi que o necessário é a vontade, o querer. Dinheiro não traz necessariamente felicidade e o programa mostra isso”, conta Edney Silvestre.
 
No interior de São Paulo, Fernanda Caetano e Tiago Contreras escolheram passar mais tempo em família, ter mais saúde, mais alegrias e mais bom humor. Descobriram que isso era possível com metade da renda que tinham há cinco anos e realizaram o sonho da casa própria pela metade do preço, usando material de demolição na construção. Assustada com o consumo desenfreado depois de morar um tempo nos Estados Unidos, a carioca Heloísa Andrade se mudou para um apartamento de apenas 30 metros quadrados, abriu mão dos excesso e vive feliz com o essencial. Guarda lembranças de 38 anos de vida em caixas, que remetem à época da escola, da faculdade e do período em que viveu no exterior. 
 
Depois de 25 anos de trabalho e 45 de casados, o casal de aposentados Aparecido Benedito e Lourdes Franco alugou a casa onde vivia, desapegou de roupas e objetos, e se mudou para um motorhome. A bordo da nova casa, viaja pelo Brasil e por outros países da América Latina. Já os recém-casados Rafael e Amanda se planejaram para passar um ano viajando pelo mundo. Foram 383 dias, passando pelos cincos continentes, com gastos de alimentação e hospedagem bem abaixo do habitual. 
 
O Globo Repórter vai ao ar na noite de sexta-feira, dia 21, logo após a novela ‘Fina Estampa’.


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.