Home Top Ad

Canal Like - Destaques da programação de 13 a 19 de setembro

Share:

Divulgação 
Especiais, entrevistas exclusivas, dicas imperdíveis e muito mais! A semana do Canal Like (530 da Claro) será movimentada e Maytê Piragibe, Hugo Bonemer e Anne Braune prepararam programas especiais com as principais novidades da TV por assinatura e do streaming.

No domingo, a partir das 10h, Anne Braune dá dicas de lançamentos e maratonas no “Agenda Like”. Logo depois, às 18h, o “Memória Chadwick Boseman” relembra personagens marcantes da carreira do artista, como rei T´Challa, o Pantera Negra. Na segunda, à 0h, é a vez do Like exibir o especial “Estreia Online: Amazônia Sociedade Anônima”, longa com direção, roteiro e produção de Estevão Ciavatta. O destaque de terça, às 15h, é o “Entrevista Like em Casa: Daniel Belmonte (‘Álbum em Família’)”. Anne Braune conversa com o cineasta, que conta como foi a experiência de rodar o filme virtualmente. Na quarta, às 20h, tem “Estreia Online: Três Verões”, sobre o novo longa de Sandra Kogut, estrelado por Regina Casé.

AGENDA LIKE

Quer curtir o melhor da semana? O domingo já começa com as dicas de Anne Braune no “Agenda Like”! A partir das 10h, ela reúne os principais especiais, lançamentos e maratonas da TV por assinatura, do VoD e do streaming.

Para abrir a semana, uma segunda cheia de dicas. O trio de detetives mais querido do Brasil está de volta ao Gloob em nova temporada. “D.P.A.: Detetives do Prédio Azul” mostra Sol (Letícia Braga), Pippo (Pedro Motta) e Max (Samuel Minervino) em novas aventuras. Já na HBO, tem a estreia da minissérie “The Third Day”, com Naomie Harris e Jude Law. Também tem novidade no Discovery Kids. Na série “Dog & Pony Show”, criaturas mágicas se mudam para o mundo dos humanos. Em “Reencarnação: O Espírito em Meu Filho”, destaque do A&E, a série documental reúne histórias de crianças pequenas que parecem ter memórias de outras vidas.

Na terça, os fãs de futebol tem um encontro no FOX Sports. Depois de seis meses, os jogos da Copa Libertadores estão de volta. Organizada pela Confederação Sul-Americana de Futebol desde 1960, a competição de futebol entre clubes profissionais é a principal da América do Sul.

“Quilos Mortais: Como Eles Estão Agora?” é o destaque de quarta no Discovery. A atração narra a trajetória de homens e mulheres que tiveram uma jornada longa e difícil: perderam dezenas de quilos depois de um tratamento drástico que incluiu procedimentos cirúrgicos de alto risco para reverter a obesidade grave. Eles mostram a adaptação ao novo corpo e à nova vida.

Na quinta, é a vez da Warner Channel estrear a sétima e última temporada de “The 100”. Depois de seis temporadas de tirar o fôlego, a série teve um salto temporal de 125 anos, onde Bellamy (Bob Morley) e seus amigos que também sobreviveram buscam recomeçar a vida neste novo mundo repleto de desafios.

De Ryan Murphy e Ian Brennan, "Ratched" é a nova série de suspense da Netflix e estreia na sexta. A produção conta a história da enfermeira Mildred Ratched, que, em 1947, chega ao norte da Califórnia procurando emprego em um hospital psiquiátrico que faz experimentos perturbadores com a mente humana. Ela se apresenta como uma funcionária perfeita e dedicada, mas, à medida que se infiltra no sistema psiquiátrico em uma missão clandestina, o exterior impecável de Mildred começa a exibir uma crueldade latente, revelando que os verdadeiros monstros não nascem assim: eles são criados.

No sábado, tem dicas para todos os gostos. A quinta e última temporada de “Blindspot” invade a Warner Channel. Já no FOX Premium, tem a estreia de uma das minisséries mais esperadas do ano. Baseada em fatos reais e produzida e protagonizada por Cate Blanchett, “Mrs. America” retrata, através do olhar de mulheres relevantes da época, a história do movimento que buscava ratificar a emenda de igualdade de direitos nos EUA na década de 70. Na Netflix, é a vez de “O Diabo de Cada Dia”. Adaptação do premiado romance de Donald Ray Pollock, o filme é estrelada por Tom Holland, Bill Skarsgård, Sebastian Stan, Riley Keough e Robert Pattinson. E a maratona de sábado no Disney XD está por conta de “Amphibia”.

Domingo, 19, é dia da 72ª edição do Emmy ® Awards na TNT e na TNT Séries. De forma totalmente inédita em premiações, a cerimônia de entrega deste ano será feita virtualmente, buscando manter os convidados seguros e livres de qualquer risco de contaminação do coronavírus.

Serviço:
Canal Like: 530 da Claro
No ar domingo, dia 13 de setembro, às 10h
Assista também: terça, dia 15, e quinta, dia 17, às 10h

MEMÓRIA CHADWICK BOSEMAN

Chadwick Boseman sabia que ainda tinha muita história para contar. No domingo, 13 de setembro, às 18h, o Like homenageia o artista e relembra personagens marcantes de sua carreira, como rei T´Challa, o Pantera Negra.

Além de atuar, Boseman dirigia e escrevia. Quando encarnava um personagem, o artista gostava de conhecê-lo por completo, espiritual, mental e fisicamente. Entre eles, viveu pessoas reais, que foram importantes na história do movimento negro e na luta pelos direitos civis. O jogador de baseball Jackie Robinson foi um deles. Em 1947, o atleta se tornou o primeiro afro-americano a disputar a Major League. No filme “42: A História de uma Lenda”, Boseman mostrou como Robinson enfrentou o racismo da torcida, da diretoria e dentro do campo. Também interpretou o Padrinho do Soul em “Get on Up: A História de James Brown”. Já em “Marshall: Igualdade e Justiça”, Boseman recordou Thurgood Marshall, o primeiro juiz negro na Suprema Corte dos Estados Unidos.

Mas foi com um personagem de ficção que Chadwick Boseman deixou sua marca mais profunda no imaginário popular. Como o herói da Marvel “Pantera Negra, virou um símbolo ainda mais forte na luta pela representatividade na arte. Com um elenco de maioria negra e direção e roteiro de Ryan Coogler, o blockbuster conquistou fãs pelo mundo e faturou três estatuetas no Oscar ®.

Como um ator negro, Boseman tinha total consciência de que muitas histórias ainda precisavam e precisam ser contadas.

Serviço:
Canal Like: 530 da Claro
No ar domingo, dia 13 de setembro, às 18h
Assista também: terça, dia 15, e quinta, dia 17, às 18h

ESTREIA ONLINE: AMAZÔNIA SOCIEDADE ANÔNIMA

Com direção, roteiro e produção de Estevão Ciavatta, “Amazônia Sociedade Anônima” é destaque no GloboPlay e no Canal Brasil. Na segunda, 14 de setembro, à 0h, o Like exibe um especial sobre o longa, que mostra como índios e ribeirinhos, em uma união inédita liderada pelo Cacique Juarez Saw Munduruku, enfrentam máfias de roubo de terras e desmatamento ilegal da floresta.

Quase 20% do ecossistema da Amazônia estão prejudicados. E, em outros 20%, a biodiversidade está comprometida. Esta é uma das primeiras informações que o público tem acesso no documentário. Desde 1970, o avanço dos números assusta e os vilões por trás dos dados são a indústria madeireira e os incêndios florestais. O filme constata o fracasso do governo brasileiro na defesa da floresta e a união inédita de índios e ribeirinhos para cumprirem a função.

Envolvido com projetos ligados a causa ambiental, Estêvão Ciavatta é sócio-fundador da Pindorama Filmes, a primeira produtora carbono zero do setor audiovisual. Em vez de adotar um discurso político e panfletário na produção, o cineasta prefere fazer perguntas e mostrar evidências. Assim, é o próprio espectador que liga os pontos e chega às suas conclusões.

Serviço:
Canal Like: 530 da Claro
No ar segunda, dia 14 de setembro, à 0h
Assista também: quarta, dia 16, e sexta, dia 18, à 0h

ENTREVISTA LIKE EM CASA: DANIEL BELMONTE (“ÁLBUM EM FAMÍLIA”)

O cineasta Daniel Belmonte rodou à distância o filme “Álbum em Família” e conta mais sobre a experiência virtual no especial que o Like exibe na terça, 15 de setembro, às 15h. Quem comanda o papo é Anne Braune.

Com roteiro e direção de Daniel, e produção de Clélia Bessa e Marcos Pieri, da Raccord Produções, o longa tem como pano de fundo a obra de Nelson Rodrigues. O elenco reúne Otávio Muller, George Sauma, Valentina Herszage, Ravel Andrade, Simone Mazzer, Cris Larin, Eduardo Speroni, Kelson Succi e Dhara Lopes, e conta com participações especiais de Renata Sorrah, Lázaro Ramos e Tonico Pereira. No filme, apesar do isolamento social, artistas se juntam para ensaiar virtualmente a peça. A história se passa nos dias de hoje e se desenrola quando esse grupo de atores decide planejar a montagem do espetáculo para questionar a ideia da família tradicional brasileira a partir de suas próprias experiências de confinamento durante a pandemia.

Durante a entrevista, o convidado revela que escreveu o roteiro em quatro dias e que trouxe para o contemporâneo as questões da peça. “Em março, eu estava em casa, pensando na vida e, principalmente, sobre a impotência que estava sentindo de não poder fazer o que amo e o que sou. Sou cultura, sou arte. Pensei como seria necessário fazer qualquer movimento artístico nesse momento. Vendo as pessoas confinadas dentro de suas casas, com suas famílias, me veio esse estalo de fazer algo baseado no espetáculo do Nelson Rodrigues. De repente, voltou a discussão na sociedade sobre essa ideia de família tradicional. O mundo estava andando e, cada vez mais, a ideia de família se pluralizando. Até que veio essa marcha retrógrada que começa a encaixotar a todos nós em uma ideia de família patriarcal, conservadora. Diante disso, olhando para diferentes famílias e para a peça, que conceitua uma ideia de família, comecei a desenvolver o filme”, explica Daniel.

Sobre o processo de criação e o set online, o cineasta destaca o envolvimento de toda a equipe no projeto. “Tínhamos a equipe virtual, que ia orientando o elenco a como concretizar nossas ideias. Fomos nos adequando à realidade do momento. É um filme que ia no limite da possibilidade”, comenta.

Serviço:
Canal Like: 530 da Claro
No ar terça, dia 15 de setembro, às 15h
Assista também: quinta, dia 17, às 15h

ESTREIA ONLINE: TRÊS VERÕES

Com Regina Casé, Gisele Fróes, Otávio Muller, Rogério Fróes, Carla Ribas, Jessica Ellen e Daniel Rangel, “Três Verões” invade os cinemas drive-in e as plataformas digitais. Na quarta, 16 de setembro, às 20h, o Like exibe um especial que reúne curiosidades sobre o novo filme de Sandra Kogut.

Nos últimos anos, o cinema brasileiro vem explorando as gritantes diferenças de classe no Brasil. E os filmes de Sandra Kogut acompanham esse movimento cinematográfico de perto. Em “Três Verões”, ela volta aos temas que destacou em suas produções durante a sua carreira inteira, com uma linguagem mais leve.

No filme, Marta (Gisele Fróes) e Edgar (Otávio Muller) são um rico casal que todo verão, entre as comemorações de Natal e Ano Novo, enche sua mansão de praia para receber amigos e família para festas. Mas, por trás deles, está quem organiza a casa e gerencia todos os funcionários, Madalena (Regina Casé). Madá sustenta o sonha de comprar um terreno para que possa abrir seu próprio negócio e, para isso, pede ajuda ao patrão, que lhe empresta dinheiro para ser descontado mensalmente de seu salário. Ela só não imagina no que está se envolvendo.

Serviço:
Canal Like: 530 da Claro
No ar quarta, dia 16 de setembro, às 20h
Assista também: sexta, dia 18, às 20h


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.