Home Top Ad

TV Brasil exibe filme "O Palhaço", com Selton Mello e Paulo José, nesta quarta

Share:

Divulgação TV Brasil

Sucesso nas telonas, a comédia brasileira "O Palhaço" é apresentada pela TV Brasil na sessão Festival de Cinema desta quarta (14), às 22h30. Protagonizado pelos atores Selton Mello e Paulo José, o filme de humor foi lançado no circuito da sétima arte em 2010.

O longa destaca o universo circense com todo seu encanto e magia através de estradas de terra pelo interior do país. A produção nacional é dirigida pelo próprio Selton Mello, em sua segunda investida como cineasta, após a estreia com "Feliz Natal" (2008).

Os personagens Valdemar (Paulo José) e Benjamim (Selton Mello) são pai e filho que formam a fabulosa dupla de palhaços Puro Sangue e Pangaré. Eles vivem pelas estradas na companhia da divertida trupe do Circo Esperança. Enquanto um sentem-se sem identidade, o outro acha que perdeu a graça e parte em uma aventura atrás de um sonho.

Além dos protagonistas, o elenco da produção reúne grandes nomes da nova geração da dramaturgia como Larissa Manoela, Fabiana Karla, Álamo Facó e personalidades com extensa trajetória como os veteranos Jorge Loredo, Jackson Antunes, Moacyr Franco, Tonico Pereira e Ferrugem.

Reconhecido em diversos festivais, o filme obteve destaque no Festival de Paulínia em que conquistou os prêmios de Melhor Diretor (Selton Mello), Melhor Ator Coadjuvante (Moacyr Franco), Melhor Roteiro e Melhor Figurino. A comédia também foi reverenciada em diversas categorias no Troféu APCA, Prêmio ABC de Cinematografia e Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, entre outros.

Sinopse de "O Palhaço" 

A trama do longa acompanha as aventuras dos integrantes do Circo Esperança que atravessa estradas de terra do interior do país nos anos 1970. A cada parada, um novo espetáculo e novas experiências dessa animada trupe mambembe.

Nessa "família" de 15 pessoas, a principal atração é a dupla de palhaços Puro Sangue e Pangaré que dividem o picadeiro e, supostamente, a mesma vocação. Eles também são responsáveis pela administração dos negócios circenses.

Geralmente com pouco dinheiro, eles vivem às voltas com as solicitações do grupo talentoso e irreverente formado por músicos, trapezistas, acrobatas, anões e uma linda menina, Guilhermina, espectadora privilegiada de um mundo mágico e lírico.

Apesar de levar o público às gargalhadas, Benjamim entra em crise e sai em busca de sua própria identidade. Seu maior sonho de consumo é modesto – um singelo ventilador – e até realizá-lo Benjamim viverá pequenas aventuras plenas de significado.

Frustrado, o talentoso jovem passa por uma crise existencial e decide abandonar a vida artística. Ele passa a trabalhar numa empresa de uma cidade distante. Essa decisão de Benjamin afeta a vida de todos, inclusive a dele mesmo.

Por vias tortuosas, Benjamim busca responder à indagação paterna: "Na vida a gente tem que fazer o que a gente sabe fazer. O gato bebe leite, o rato come queijo e eu sou palhaço. E você?". Benjamim precisará de um tempo para descobrir.


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.