Home Top Ad

Ligação do nazismo com as artes é abordada em documentário, no Curta!

Share:

Divulgação/Canal Curta!

O documentário ''Arquitetura da Destruição'' mostra a relação de Adolf Hitler com as artes e a arquitetura. Muito antes de chegar ao poder, sendo nomeado chanceler pelo presidente Paul von Hindenburg, o Führer já manifestava o desejo de seguir uma carreira nas artes plásticas. Tentou duas vezes ingressar na Academia de Belas Artes de Viena, mas foi rejeitado. Em sua juventude, produziu pinturas e gravuras que, anos depois, foram utilizadas como modelo de obras arquitetônicas durante o nazismo.

Hitler era admirador das artes clássicas grega e romana, que ele julgava estarem livres de influências judaicas. Para ele, a arte deveria visar a um ideal de beleza e perfeição. Assim, o ditador iniciou uma forte perseguição aos artistas modernistas, dando às obras deles a alcunha de “arte degenerada”. Na visão nazista, as artes seriam fortes aliadas na construção estética e ideológica de uma política que estaria disposta a eliminar os que não se enquadravam nesse ideal do que é belo e virtuoso para a sociedade. 

O documentário “Arquitetura da Destruição”, dirigido e roteirizado por Peter Cohen, é dividido em três partes que serão exibidas em sequência durante a programação do Curta!. A exibição das três partes do documentário é na Sexta da Sociedade, 13 de novembro, a partir das 21h45.

Vida e obra de Oscar Niemeyer são revisitadas em documentário

As linhas, as curvas, as formas e toda poética da obra de Oscar Niemeyer ajudam a construir a narrativa do documentário ''Niemeyer: A vida é um sopro'', a ser exibido no Curta!. A história do maior nome da arquitetura moderna brasileira está totalmente associada à história do século XX no Brasil, e o filme propõe revisitar essa trajetória.

O próprio Niemeyer conta, de forma descontraída, como concebeu seus principais projetos, além de falar de passagens de sua vida, de suas ideias, seu ideal de sociedade e suas reflexões sobre o universo. Tudo isso é costurado a imagens de arquivo e a depoimentos de personalidades que também marcaram o século XX, como os escritores José Saramago e Eduardo Galeano, o historiador Eric Hobsbawn, o cantor e compositor Chico Buarque, o cineasta Nelson Pereira do Santos e o ex-presidente de Portugal, Mario Soares. A exibição é na Terça das Artes, 10/11, às 22h20.

Segunda da Música – 09/11

21h – ''O Som e o Silêncio'' (Série) – Ep. ''Cavaquinho''

Este episódio mostra o encontro de Marcos Suzano e Henrique Cazes no estúdio, onde tocam e conversam, e a visita que Suzano faz à oficina do luthier Rodrigo Gnattali, que fabrica o instrumento. Direção: José Joffily e Pedro Rossi. Duração: 27 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 10 de novembro, terça-feira, às 01h e às 15h; 11 de novembro, quarta-feira, às 09h; 14 de novembro, sábado, às 17h30; 15 de novembro, domingo, às 08h30.

Terça das Artes - 10/11

22h20 – ''Niemeyer – A Vida É Um Sopro'' (Documentário)

O filme procura se pautar na clareza das linhas e na poética das formas de Oscar Niemeyer, para reconstruir a história do maior ícone da arquitetura moderna brasileira. Uma história indissociavelmente ligada às transformações do país neste último século. No documentário, o arquiteto conta de forma descontraída como concebeu seus principais projetos. Mostra como revolucionou a arquitetura moderna, com a introdução da linha curva e a exploração de novas possibilidades de utilização do concreto armado. Fala também sobre sua vida, seu ideal de uma sociedade mais justa e de questões metafísicas como a insignificância do homem diante do universo. O filme traz, ainda, depoimentos de personalidades como os escritores José Saramago, Eduardo Galeano e Carlos Heitor Cony, o poeta Ferreira Gullar, o historiador Eric Hobsbawn, o cineasta Nelson Pereira dos Santos, o ex-presidente de Portugal Mário Soares e o compositor Chico Buarque. Diretor: Fabiano Piraino Maciel. Duração: 90 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 11 de novembro, quarta-feira, às 2h20 e às 16h20; 12 de novembro, quinta-feira, às 10h20; 14 de novembro, sábado, às 10h20; 15 de novembro, domingo, às 18h30.

PROMO: https://youtu.be/nMo_y8_P300
FOTOS: https://drive.google.com/drive/folders/1GAbrjfsJrKoYf0T4gX9IgpFZs_h80tAE?usp=sharing 

Quarta de Cinema – 11/11

20h – “A História do Cinema: Uma Odisséia” – Ep. 1953 a 1957 
O cinema não tardou a ser um grande meio de contar histórias graças à evolução das câmeras e da edição. Esta série atravessa 12 décadas, 6 continentes e milhares de filmes para revisitar os grandes marcos de inovação da indústria do entretenimento. Diretor: Mark Cousins. Duração: 60min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 12 de novembro, quinta-feira, às 0h e 14h; 13 de novembro, sexta-feira, às 08h; 15 de novembro, domingo, às 16h40.

Quinta do Pensamento – 12/11

23h30 – ''Ideias Para o Mundo'' (Série) – Ep. ''Pierre Lévy''

Uma das maiores autoridades sobre o ciberespaço e modernas teorias da comunicação, o filósofo francês conduz o espectador por um passeio comentado pela história do pensamento e pelas implicações do mundo interconectado em que vivemos hoje.  Duração: 26 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: dia 13 de novembro, sexta-feira, às 03h30 e 17h30; dia 14 de novembro, sábado, às 10h30; 15 de novembro, domingo, 18h; dia 16 de novembro, segunda-feira, às 11h30.

Sexta da Sociedade – 13/11

21h45 – ''Arquitetura da Destruição'' (Documentário)

"Arquitetura da Destruição" acompanha as trajetórias de Hitler e de alguns de seus mais próximos colaboradores e suas ligações com a arte. Muito antes de chegar ao poder, o líder nazista sonhou em tornar-se artista, tendo produzido várias gravuras que, posteriormente, foram utilizadas como modelos em obras arquitetônicas. O documentário destaca, ainda, a importância da arte na propaganda, que por sua vez teve papel fundamental no desenvolvimento do nazismo em toda a Alemanha. Diretor: Peter Cohen. Duração: 36 min. Classificação: 14 anos. Horários alternativos: dia 14 de novembro, sábado, às 01h45; 15 de novembro, domingo, às 12h20; dia 16 de novembro, segunda-feira, às 0h30 e 15h45; dia 17 de novembro, terça-feira, às 09h45.

Sábado – 14/11

19h45 - ''Artistas Plásticos Brasileiros'' (Série) – Ep. ''Pancetti''

A grande paixão de José Pancetti sempre foi o mar, tema onipresente em sua obra, repleta de imagens com grande intensidade poética, como mostra este episódio da série “Artistas Plásticos Brasileiros”. Filho de humildes imigrantes italianos, ele tornou-se marinheiro e navegou pelo mundo, aprendendo a pintar por conta própria, a bordo dos navios. Mesmo em condições precárias, desenvolveu soluções técnicas que alcançaram grande refinamento e beleza, tendo como força inspiradora a paisagem e o povo brasileiro.  Duração: 52 min. Classificação: Livre Horários alternativos: 15 de novembro, domingo, às 10h30.

Domingo – 15/11

21h50 – ''Cássia Eller'' (Documentário)

Cássia Eller é uma figura icônica da música brasileira. Sua breve passagem pelo cenário musical nos anos 90 deixou uma marca inegável na cultura brasileira. Sua morte, em 2001, teve repercussão nacional. O documentário enfoca o lado profissional de Cássia, que desafiou tabus e demonstrou força nos palcos, e também a sua intimidade, na qual revelava-se tímida e muito afetuosa com o filho, Francisco, e sua parceira, Eugênia. Diretor: Paulo Henrique Fontenelle. Duração: 113 min. Classificação: 12 anos.


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.