Home Top Ad

Com Fernanda Montenegro e Fernanda Torres, longa-metragem 'Casa de Areia' chega ao Curta!

Share:

Divulgação Curta!

Dirigido por Andrucha Waddington, o premiado drama “Casa de Areia” (2005) conta a saga de mãe e filha que se veem em uma casa no meio de um grande areal. As atrizes Fernanda Montenegro e Fernanda Torres se revezam na pele de ambas as personagens, a depender da época em que se passam as cenas. No elenco, entre outros, estão ainda Ruy Guerra, Seu Jorge e Luis Melodia. O filme, que foi aclamado em festivais como os de Sundance, Guadalajara e Lima, ganha exibição no Curta!.

A história começa em 1910, quando o português Vasco leva sua esposa, Áurea, grávida, e a mãe dela, Dona Maria, para viver um sonho de fartura em terras que ele acabara de adquirir. Após uma longa viagem, os três chegam às tais terras, mas descobrem que são inóspitas e desérticas, rodeadas apenas por areia. Ainda assim, Vasco insiste em ficar e constrói uma casa no local.

No entanto, um acidente tira a vida de Vasco, e Áurea e Dona Maria ficam sozinhas e desprovidas. Encontram a ajuda de Massu, que garante a sobrevivência das duas na casa recém-construída. O longa-metragem mostra momentos de tensão, como o do nascimento do bebê de Áurea, a apreensão de se viver em um local que pode ser soterrado a qualquer momento, além da longa espera por uma nova possibilidade de vida em outro lugar.  A exibição é na Quarta do Cinema, 9 de dezembro, às 22h.

Silvio Tendler relembra congresso de Ibiúna em documentário

Em outubro de 1968, a União Nacional dos Estudantes (UNE) realizou um congresso na cidade de Ibiúna, no interior de São Paulo, reunindo estudantes de universidades de todo o país. Por ter sido proibida pela ditadura de organizar reuniões entre seus membros, a UNE promoveu o encontro de forma clandestina. A história e seus impactos são abordados no documentário “Ibiúna”, do diretor Silvio Tendler.

Na ocasião, o aparato repressor do regime militar cercou a fazenda onde acontecia o evento e prendeu cerca de 800 alunos, incluindo as principais lideranças da UNE. O documentário, produzido pela Caliban Produções e viabilizado pelo Curta! através do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), reúne depoimentos de vários dos estudantes presos, entre eles José Dirceu e Vladimir Palmeira — duas das lideranças do movimento —, Franklin Martins, Lucia Murat e Cesar Maia.  A exibição é na Sexta da Sociedade, 11 de dezembro, às 22h30.

Segunda da Música – 07/12

22h– ''Daquele Instante Em Diante'' (Documentário)

O cantor e compositor Itamar Assumpção é tema deste documentário, que percorre sua trajetória musical desde os anos da vanguarda paulista, na década de 1980, até sua morte, aos 53 anos. Com depoimentos daqueles que conviveram com o artista, o filme reúne uma seleção de imagens raras garimpadas em acervos e arquivos particulares que mostram sua presença antológica nos palcos, além dos momentos de intimidade entre amigos e familiares. Diretor: Rogério Velloso Duração: 110 min. Classificação: 12 anos. Horários alternativos: 08 de dezembro, terça-feira, à 02h e 16h; 9 de dezembro, quarta-feira, às 10h; 12 de dezembro, sábado, às 22h e 13 de dezembro, domingo, às 14h15.

Terça das Artes - 08/12

22h40 – "Movimentos do Invisível'' (Documentário)

Angel Vianna, pioneira da dança contemporânea brasileira, coreógrafa e educadora, revisita, aos 90 anos, a sua pesquisa corporal e a sua história. O filme acompanha a rotina de Angel no presente e se desenvolve a partir do registro de oficinas realizadas com gente de diversas idades, gêneros e profissões. Revela sua insaciável curiosidade pelo corpo – “instrumento de viver”- e sua urgência em transmitir o conhecimento neste significativo momento de sua carreira e vida. Diretoras: Flavia Guayer e Leticia Monte. Duração: 75 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 09 de dezembro, quarta-feira, às 02h40 e às 16h40; 10 de dezembro, quinta-feira, às 10h40; 12 de dezembro, sábado, às 2h30 e às 12h30; 13 de dezembro, domingo, 20h40h.

Quarta de Cinema – 09/12

22h – ''Casa de Areia'' (Ficção)

Após a morte do marido em um acidente, uma mulher grávida e sua mãe lutam para sobreviver no rigoroso deserto do Nordeste brasileiro com a ajuda de um morador local. Diretor: Andrucha Waddington Duração: 115 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 10 de dezembro, quinta-feira, às 02h e 16h10; 11 de dezembro, sexta, às 10h; 12 de dezembro, sábado, às 14h e 13 de dezembro, domingo, às 22h.

Quinta do Pensamento – 10/12

22h30 – ''Vocacional – Uma Aventura Humana'' (Documentário)

O cineasta Toni Venturi revisita uma página emocionante e ignorada da história da educação pública no país: os seis ginásios Vocacionais do estado de São Paulo, que, na década de 1960, foram reprimidos pela ditadura militar. Concebidos por Maria Nilde Mascellani, uma das mais importantes educadoras brasileiras, os colégios tinham uma proposta à frente do seu tempo: fazer o aluno pensar criticamente, trabalhar em grupo e desenvolver a sensibilidade artística e as habilidades técnicas. Partindo do olhar pessoal do diretor, que participou dessa experiência escolar, o documentário traz depoimentos de vários ex-alunos e ex-professores e contribui para a compreensão sobre a precariedade do ensino público atual e seus desafios para o futuro. Direção: Toni Ventura. Duração: 78 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 11 de dezembro, sexta-feira, às 2h30 e às 16h30; 13 de dezembro, domingo, às 19h10; 14 de dezembro, segunda-feira, às 10h30.

Sexta da Sociedade – 11/12

22h30 - ''Ibiúna'' (Documentário)

“Ibiúna” relembra o congresso clandestino da União Nacional dos Estudantes (UNE) realizado em outubro de 1968, onde cerca de 800 estudantes foram presos. Vindos de universidades de todo o país, os jovens estavam reunidos para eleger o novo presidente da entidade, mas, dois dias depois do início dos trabalhos, as forças públicas de segurança cercaram o local, prenderam todos os alunos e as principais lideranças do movimento. Desde o início do ano, os estudantes tomavam as ruas em protestos contra a ditadura militar que se instalara em 1964. Pouco depois da realização do congresso, foi instituído o AI-5, que endureceu ainda mais o regime. Diretor: Silvio Tendler. Duração: 80min. Classificação: 14 anos. Horários alternativos: 13 de dezembro, domingo, às 00h; 14 de dezembro, segunda-feira, às 16h30; 15 de dezembro, terça-feira, às 10h30.

Sábado – 12/12

17h30 - ''O Som e o Silêncio'' (Série) - Episódio: ''Violino''

A série, apresentada pelo percussionista Marcos Suzano, promove encontros entre músicos e construtores de instrumentos, os luthiers. Na oficina de Newton Rola, o luthier e Marcos Suzano estão rodeados por centenas de violinos que Rola herdou de seu pai e que pretende restaurar antes de morrer. No estúdio, Ricardo Amado revela a Marcos Suzano que o prazer em tocar músicas clássicas e populares é o mesmo: ele vai de Bach a Tom Jobim. Direção: José Joffily e Pedro Rossi. Duração: 27 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 13 de dezembro, domingo, às 8h30.

Domingo – 13/12

18h10 – ''O Pessoal É Político'' (Documentário)

O documentário “O pessoal é político” retrata a Segunda Onda Feminista no Brasil, com destaque para os anos de 1975 a 1985, período instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU) como a Década Internacional da Mulher. No filme, são retratados fatos e acontecimentos como: a participação das mulheres nas organizações políticas de esquerda e na luta armada contra o regime militar; a participação brasileira na Primeira Conferência Mundial sobre as Mulheres, na Cidade do México; a fundação do Centro da Mulher Brasileira, nossa primeira ONG feminista; a publicação dos primeiros periódicos feministas; a militância de mães e esposas no Movimento Feminino pela Anistia; as contradições ideológicas entre o catolicismo e o feminismo; e, por fim, o legado que essas mulheres corajosas e precursoras deixaram para os dias atuais. Diretora: Vanessa de Araújo Souza. Duração: 53 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 14 de dezembro, segunda-feira, às 14h30; 15 de dezembro, às 8h30.


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.