Home Top Ad

Comédia de Mazzaropi, ''O Noivo da Girafa'' é atração da TV Brasil na noite de quinta

Share:

Divulgação

O destaque da TV Brasil na noite de quinta-feira, dia 4, fica por conta da sessão Cine Retrô, que esta semana apresenta a comédia musical ''O Noivo da Girafa'' (1957), estrelada por Amácio Mazzaropi, Glauce Rocha e grande elenco. Além das cenas hilariantes com Mazzaropi, o filme – que vai ao ar às 22h30 – traz imagens do Rio de Janeiro dos anos 1950, incluindo o Corcovado, o bondinho do Pão de Açúcar e a praia de Copacabana.

O longa-metragem narra as confusões vividas pelo humilde cuidador de animais Aparício Boamorte (Amácio Mazzaropi), que trabalha no Jardim Zoológico do Rio de Janeiro e tem uma girafa como confidente. Diariamente, Aparício desabafa à girafa as broncas do chefe e a chacota dos colegas, que lhe deram o apelido de "Noivo da Girafa."

Dono da pensão onde Aparício mora, Seu Gonçalves (Manoel Vieira) reclama pelo atraso no pagamento. Já a solteirona Inesita (Glauce Rocha) e o Poeta (Roberto Duval), pretenso filósofo mas pianista de cabaré, tentam compreender a simplicidade de Boamorte, um de homem do interior. As filhas de Seu Gonçalves, Aninha (Véra Lucia) e Clara (Celeneh Costa), também simpatizam com o pobre cuidador de animais.

Aninha adoece de repente e logo suspeita-se que Aparício tenha contaminado a menina com alguma doença proveniente dos animais.

Sem dinheiro para atendimento médico, Aparício se consulta com o veterinário do Zoológico. Acidentalmente, o próprio Aparício troca as ampolas para o exame de sangue. O clínico acaba por constatar que o tratador de animais tem leucemia terminal e apenas 15 dias restantes de vida.

A notícia se espalha e os conhecidos de Aparício passam a tratá-lo bem. Já o dono da pensão vê nisso uma oportunidade e tenta arranjar o casamento de Clara com Aparício. Seu plano é torná-la herdeira da suposta fortuna de um tio rico do cuidador de animais.

Realizada em 1957, a comédia “O Noivo da Girafa” é parte da trilogia carioca de Mazzaropi, ao lado de “Fuzileiro do Amor” e “Chico Fumaça.” Filmado em pontos turísticos do Rio de Janeiro e nos estúdios da antiga TV-Rio, o longa-metragem tem direção de Victor Lima e roteiro original de Araldo Morgantini.

A trilha instrumental é assinada pelo maestro Radamés Gnatalli e todas as canções são interpretadas pelo próprio Mazzaropi: “Chuva bendita” (Elpídio dos Santos e Conde) , "Cabra Chico" (José Luiz, Vivaldo Medeiros e Juca) e "A Saudade Ficou" (Alipio Ramos).

“O Noivo da Girafa” vai ao ar às 22h30, com reprise na madrugada de quinta para sexta, às 2h30. A partir disso, o filme ficará disponível no app TV Brasil Play até o dia 15 deste mês.


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.