'Globo Repórter' mostra o processo de transformação de zoológicos em bioparques

Divulgação Globo

Os zoológicos brasileiros estão passando por um grande processo de transformação. Os locais para simples observação dão lugar a bioparques, com espaços maiores e mais parecidos com o habitat natural dos animais, que se tornam ferramentas para a preservação de espécies ameaçadas de extinção. O 'Globo Repórter' desta sexta-feira, dia 16, mostra a importância dessa mudança para todos os envolvidos.
 
No Rio de Janeiro, o AquaRio tem um tanque que reproduz um oceano. Já o Zoológico da cidade criou espaços mais fiéis àqueles encontrados na natureza. A repórter Lilia Teles acompanhou a transformação e mostra as técnicas usadas para transportar animais grandes e pesados, como os hipopótamos, sem estressá-los. Segundo o biólogo Cláudio Maas, se não estivessem sob cuidados, muitas espécies de animais selvagens estariam extintas nas próximas gerações. 
 
Essa preocupação existe no zoológico de São Paulo há mais de 40 anos, desde que o mico leão preto, patrimônio ambiental da cidade, quase sumiu da Mata Atlântica.  Com o esforço dos pesquisadores em preservar as espécies ameaçadas, há cerca de 30 desses animais no zoo. “O trabalho de conservação de espécies ameaçadas de extinção é feito nos bastidores do zoológico de São Paulo. É emocionante ver a dedicação da equipe de biólogos e veterinários para recuperar esses animais”, conta a repórter Ana Paula Santos. O programa mostra ainda que a internet é uma importante aliada dos pesquisadores na  busca pelo parceiro ideal para a reprodução da vida selvagem. 
 
O ‘Globo Repórter’ vai ao ar na noite de sexta-feira, dia 16, logo após o ‘Big Brother Brasil’.
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Postagem Anterior Próxima Postagem