SporTV2 transmite seletivas para os Jogos Olímpicos de Tóquio

Reprodução

Atletas de todo o planeta ainda brigam para carimbar o passaporte para os Jogos Olímpicos de Tóquio, que começam no dia 23 de julho. Com os brasileiros não é diferente. A partir de sábado, dia 1, o SporTV2 acompanha, ao vivo, a disputa por vagas no atletismo e nos saltos ornamentais. Já na madrugada, às 4h, começa a Copa do Mundo de Saltos Ornamentais, evento-teste na capital japonesa e Pré-Olímpico da modalidade, com a presença de oito brasileiros. Às 14h, é a vez do Mundial de Revezamento, que acontece na cidade de Silésia, na Polônia. Para garantir a vaga, o time feminino do 4x100m precisa ficar entre os oito finalistas. A equipe masculina do 4x100m, atual campeã do torneio, e o revezamento 4x400m misto já estão garantidos nos Jogos. No surfe, os representantes do Brasil já estão definidos e usam as etapas do Circuito Mundial como preparação para Tóquio. A partir deste domingo, dia 2, o ge.globo traz todas as informações, em tempo real, da quarta etapa do Circuito Mundial de Surfe, em Margaret River, na Austrália, com os “olímpicos” Gabriel Medina, Ítalo Ferreira e Tatiana Weston-Webb.
 
Conquistar a vaga olímpica nas seletivas é o primeiro passo para o sonho maior: uma medalha do evento esportivo mais importante do planeta. Nesta sexta-feira, dia 30, o “Jornal Nacional” mostra onde atletas como a jogadora de futebol Marta, o nadador Cesar Cielo e a saltadora Maurren Maggi guardam o fruto de anos de esforço e dedicação. O objeto mais desejado pelos atletas também é tema da série “Minha Medalha”, do ‘Esporte Espetacular’. O quinto episódio, que vai ao ar neste domingo, dia 2, tem como protagonista o ginasta Diego Hypólito. Ele relembra a conquista da prata no Jogos do Rio-2016, após a inesperada queda em Pequim-2008. “Quando fui para a última acrobacia, em uma fração de segundos, lembrei de Pequim. Nessa mesma hora falei: ‘Você vai acertar’. Foi um alívio, fiquei de alma lavada. Essa medalha tem uma vida inteira de trabalho, dedicação, esforços e fé”, diz Diego.
 
Também no ‘Esporte Espetacular’, o correspondente Carlos Gil conta, em “Tóquio 1964”, como o Japão chegou ao terceiro lugar no quadro de medalhas na primeira edição dos Jogos Olímpicos que recebeu. A série relembra o desempenho de atletas – de lendas da época, como o maratonista etíope Abebe Bikila e o pugilista americano Joe Frazier, até Aída dos Santos, única mulher na delegação brasileira, que utilizando equipamentos emprestados conquistou o quarto lugar no salto em altura. 
 
Durante os Jogos de Tóquio, o SporTV terá quatro canais totalmente dedicados ao evento e mais 45 sinais oficiais das competições. Na TV Globo, serão 200 horas de transmissão ao vivo, com as principais disputas dos atletas brasileiros. Como as do vôlei de praia, sempre esperança de medalha para o Time Brasil. A modalidade é tema de dois quadros olímpicos na próxima semana. Na terça-feira, dia 4, no quadro “Carta Olímpica”, do ‘Redação SporTV’, o comentarista Marco Freitas relembra a final brasileira nos Jogos de Atlanta-1996, que terminou com o ouro de Jaqueline/Sandra Pires e a prata de Adriana Samuel/Mônica. No dia seguinte, Edgar Alencar e Guilherme Costa apresentam no “Enciclopíadas”, do ‘Hora 1’, as regras e curiosidades da modalidade, que já trouxe 13 medalhas para o Brasil. 
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Postagem Anterior Próxima Postagem