Como, quando e por que retomar as atividades presenciais na escola

Divulgação

Problemas financeiros (21%) e dificuldades com ensino remoto (14%) foram os principais motivos para os jovens interromperem os estudos em 2020/2021, mostrou a segunda edição da pesquisa "Juventudes e a Pandemia do Coronavírus (Covid-19)", divulgada em junho, que ouviu mais de 68 mil jovens de todo o país. Para voltar às atividades presenciais nas escolas, os estudantes pedem segurança sanitária e melhores condições econômicas: quase metade dos jovens que interromperam os estudos (47%) disseram que retornariam às aulas se toda a população fosse vacinada, e 36% querem garantia de renda básica ou auxílio emergencial.

Para debater os desafios para a reabertura segura das escolas; a diversidade de condições entre estados e municípios e a relação dos estudantes com as escolas, a saúde e as condições de aprendizado, o encontro virtual Classes Abertas deste mês, no próximo dia 28, no YouTube do Canal Futura, terá como tema "De volta na escola? A retomada das atividades presenciais nas escolas: Como? Quando? Por quê?".

O encontro vai reunir especialistas e jovens de diferentes regiões do país. Entre os convidados estão a secretária estadual de Educação do Mato Grosso do Sul e vice-presidente do Conselho Nacional dos Secretários de Educação (CONSED), Cecilia Motta, que abordará a questão do ponto de vista da gestão e das políticas públicas; a estudante de jornalismo Maria Lima, 19 anos, de Campo Grande (MS), jovem pesquisadora participante da pesquisa "Juventudes e a Pandemia"; e a pediatra e infectologista Luciana Becker Mau, que falará sobre os desafios para uma reabertura segura das escolas. Também participam o epidemiologista e secretário de serviços integrados de saúde do Supremo Tribunal Federal Wanderson Oliveira, que trará informações sobre saúde e recomendações para diminuição dos riscos de contaminação por COVID-19; o estudante de Fís​ica Caio Henrique Santos, 20 anos, de Recife (PE), estagiário da rede pública de ensino e ativista em políticas públicas de educação e juventudes; e o estudante Cícero Igor dos Santos, 17 anos, de Aracaju (SE), integrante do projeto Jovens Porta-Vozes do Ensino Médio Integral. A mediação é do jornalista Bernardo Menezes, do Canal Futura.

Encontros são mensais com temas sobre Educação
Iniciativa da Fundação Roberto Marinho, as Classes Abertas são encontros formativos que reúnem estudantes, professores, profissionais da educação e áreas afins em debates que mobilizam a agenda da educação e os desafios contemporâneos. Os encontros são mensais, com acesso gratuito pelo YouTube do Canal Futura.

CLASSES ABERTAS: DE VOLTA NA ESCOLA?
A retomada das atividades presenciais nas escolas: Como? Quando? Por quê?
Dia 28 de julho, das 17h às 18h30
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV. OBS: Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Postagem Anterior Próxima Postagem