'Fala, Emancipade', podcast sobre educação financeira e emancipação econômica, chega ao Globoplay

Reprodução

Amanda Dias cresceu vendo o que costuma chamar de “sevirologia” (uma brincadeira que representa a arte de se virar). Oriunda de uma família de baixa renda em Salvador, acompanhava o pai trabalhar em dois empregos e a avó, que tinha ocupação formal, atuar como marisqueira nos fins de semana para complementar o orçamento. O panorama extremamente comum a milhões de pessoas do país acabou virando meio de vida: hoje, Amanda cria conteúdo sobre educação financeira e emancipação econômica com foco em população com menos condições. A vivência pessoal é um dos grandes diferenciais que ela leva ao 'Fala, Emancipade', novo podcast original do Globoplay, que estreia hoje, dia 14 de julho, e fica disponível também nas principais plataformas de áudio. 
 
O programa é semanal, com participação de convidados e temas que misturam notícias e experiências pessoais para mostrar como grandes pautas influenciam o dia a dia de quem ouve, dicas para sair do endividamento e encontrar soluções financeiras, e incentivo para que as pessoas encontrem caminhos para viabilizar seus objetivos de vida. Assim como foi possível com sua própria vida, Amanda tem como missão levar dicas aplicáveis a todos os tipos de bolsos, prestando um serviço prático a seus ouvintes sempre com muita brasilidade e com uma pitada de temas como ancestralidade.  
 
Na estreia, Amanda conversa com o escritor e influenciador digital Startup da Real no episódio 'Não existe almoço grátis, nem dinheiro fácil’. “Todo episódio no final vai ter tarefa de casa. A gente vai conduzir o ouvinte em uma narrativa e depois provocá-lo a colocar a mão na massa. As pessoas vão mandar dúvidas, angústias, pedir conselhos e eu vou estar lá para ajudar para que elas consigam alcançar a emancipação financeira”, conta Amanda, também criadora do projeto Grana Preta, programa de emancipação econômica que oferece soluções para micro e pequenos empreendedores. “A gente trabalha com educação financeira para emancipar, e não com liberdade financeira. A gente entende que pode ser muito mais do que só orientar pessoas para acúmulo de dinheiro ou recursos. A emancipação vai trabalhar em vários pilares, como consumo consciente, economia circular”, completa. 
 
Segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) coletados em 2019, 62,4% dos trabalhadores brasileiros que têm ensino fundamental incompleto estão na informalidade. Diante desse cenário, os empreendedores por necessidade são um dos principais públicos do conteúdo produzido por Amanda. “O podcast é mais uma oportunidade de aproximação com esse público, para que possam entender que finanças são para todos. E também de trazer referências brasileiras, que são mais próximas. Vou falar de mulheres negras, de feirantes, de baianas de acarajé que conseguiram sair do zero, com toda estrutura contra elas, e alcançaram um espaço de poder com o empreendedorismo”, conta a apresentadora. 
 
'Fala, Emancipade' é um podcast semanal, com novos episódios disponíveis sempre às quartas-feiras. O programa está disponível no Globoplay e nas principais plataformas de áudio. 
  
Entrevista com Amanda Dias, apresentadora do podcast 'Fala, Emancipade' 

Por que você escolheu o nome “Fala, Emancipade”? 
Amanda: Esse nome vem da forma como eu chamo meus seguidores. Aqui a gente trabalha com educação financeira para emancipar, e não com liberdade financeira. Entendemos que pode ser muito mais do que só orientar pessoas para acúmulo de dinheiro ou recursos. A emancipação vai trabalhar em vários pilares, como consumo consciente e economia circular. A gente não vai condenar o consumo, mas entender o que faz sentido, por que consumir e como gastar o dinheiro de forma mais consciente.   
 
Qual é a proposta de conteúdo do podcast? 
Amanda: No podcast a gente vai falar sobre mudanças de hábitos, como podemos mudar a cabeça em relação ao consumo, o que consumir e como consumir. Vamos ajudar os ouvintes a entenderem educação financeira dentro da realidade de cada um. Teremos episódios sobre forma de trabalho, o que é melhor entre CLT, PJ ou MEI, como funciona, como faz para ser cada um deles, como planejar aposentadoria, tudo isso nessa nova lógica de trabalho. As pessoas trabalham de forma diferente, as coisas estão mais caras. Quais são as estratégias possíveis para as pessoas se organizarem financeiramente? Teremos um quadro chamado “Quadro dos Sonhos”, em que convidados vão me ajudar para que o ouvinte realize seus sonhos. Os principais são casa própria, adquirir um veículo, viajar ou empreender da melhor forma.    
 
Em que isso é diferente do conteúdo que você já desenvolvia em outras mídias? 
Amanda: No podcast eles vão ouvir minha voz, uma Amanda que vai trocar muito com os convidados. Vai ser um conteúdo ainda mais leve, que ajuda muito para que as pessoas aprendam mais. Todo episódio, no final, vai ter tarefa de casa. A gente vai conduzir o ouvinte em uma narrativa e depois provocá-lo para colocar a mão na massa. Vai ter áudio, vai ter intervenção. As pessoas vão mandar dúvidas, angústias, pedir conselhos e eu vou estar lá para ajudar de forma prática para que consigam alcançar a emancipação financeira. O diferencial também é que a gente não vai falar de forma abstrata. A ideia é ouvir o público, saber o que ele busca e ajudar com educação financeira para promover qualidade de vida. 
 
Para você, qual é a importância da parceria com a Globo? 
Amanda: Para mim é um sonho realizado. É de suma importância que a minha voz esteja reverberando nesse canal, com essa parceria, porque, para mim, o “Grana Preta” e o “Fala, Emancipade” fazem parte de um novo futuro, de pessoas que querem viver de forma mais consciente. É a oportunidade de promover educação financeira e empreendedorismo com uma linguagem muito próxima da linguagem do povo. Queremos transformar exemplos populares em metodologia e conteúdo.  
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV. OBS: Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Postagem Anterior Próxima Postagem