Godzilla, Pokémon e Akira Kurosawa. A cultura do país-sede dos Jogos Olímpicos no Telecine

Reprodução

A política, a economia e a infraestrutura do Japão são referência mundo afora, assim como a culinária e o idioma do país, que tem a capital Tóquio como sede dos Jogos Olímpicos, entre 23 de julho e 8 de agosto de 2021. Mas quando o assunto é cultura japonesa é impossível não lembrar do monstro fictício Gojira, o Godzilla; das histórias em quadrinhos japonesas, mais conhecidas como mangás, que dão origem aos animes ; e de Akira Kurosawa, um dos nomes mais importantes do cinema. Sendo assim, o Telecine destaca o melhor do Japão disponível no streaming do Telecine.

Visto pela primeira vez em 1954, Godzilla é a personificação do medo das armas nucleares, que logo ganhou versões no cinema norte-americano como vilão ou herói. De 2019, Godzilla II: Rei dos Monstros do diretor de Michael Dougherty, que conta com Andy Serkis, Kyle Chandler, Vera Farmiga e Millie Bobby Brown no elenco, traz a Dra. Emma Russell e membros da organização Monarch enfrentando monstros gigantes, agora chamadas de titãs, que colocam em risco a humanidade.

Entre as animações, os animes, estão A kira , um dos maiores e mais influentes da cultura pop, Ghost In T he Shell: O Fantasma Do Futuro que, inclusive, serviu de inspiração para a trilogia Matrix, a franquia Pokém on , que começou há 25 anos como um par de jogos eletrônicos no Japão e virou febre nos quatro cantos do mundo, e os três filmes da franquia Samu rai X , também baseada em quadrinhos japoneses.

No cinema, Akira Kurosawa influenciou grandes diretores como o italiano Sergio Leone, por exemplo. A carreira do cineasta, que recebeu um Oscar Honorário em 1990 pelo conjunto da obra, ainda contou com mais duas estatuetas, um Urso de Prata no Festival de Berlim e dois Leão de Ouro no Festival de Veneza. O drama de guerra Kage musha, A Sombra De Um Samurai recebeu duas nomeações ao Oscar, incluindo o de Melhor Filme Estrangeiro, e levou a Palma de Ouro no Festival de Cannes.

Para explorar Tóquio sem sair de casa, Encontros e Desencontros da diretora americana Sofia Coppola acompanha o ator de meia-idade Bob Harris (Bill Murray) e a jovem Charlotte (Scarlett Johansson), cujos destinos se cruzam na capital. O filme, que ganhou o Oscar de Melhor Roteiro Original em 2004, traz como cenário o famoso cruzamento em Shibuya, região conhecida como um dos principais centros comerciais e financeiros do mundo, mesmo bairro onde exploram mais uma tradição japonesa: o karaokê, no popular Karaoke Kan; e o templo budista Jugan-ji, um dos pontos turísticos da capital do Japão, entre outros.

Hub de cinema mais completo do país, o Telecine oferece os primeiros 30 dias de acesso ao aplicativo de filmes grátis para novos usuários.
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV. OBS: Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Postagem Anterior Próxima Postagem