Dandara Mariana, Paolla Oliveira e Rodrigo Simas falam sobre a final da ‘Super Dança’

Divulgação Globo/Maurício Fidalgo

Está se aproximando a grande final da 'Super Dança dos Famosos'. Neste domingo, dia 29, Tiago Leifert comanda a decisão da competição, que tem como finalistas os atores Dandara Mariana, Paolla Oliveira e Rodrigo Simas. Dois novos ritmos desafiam os participantes: desta vez, eles apresentam coreografias de samba e valsa ao lado de seus professores.
 
Dandara Mariana comemora a vaga na final e destaca o alto nível desta temporada, que reuniu finalistas de cada uma das 17 edições do ‘Dança dos Famosos’. “Eu nem sei explicar a felicidade que estou sentindo. Foi uma vaga difícil de conquistar e muito sonhada. A ficha ainda está caindo”, descreve. “Eu ganhei a vaga no último domingo e já comecei os ensaios da final, sem pausa, como os meus colegas classificados nas semanas anteriores tiveram. Definitivamente, essa é a semana de maior superação”, completa.
 
A participante também conta que sua trajetória no quadro é repleta de significados. “Fui muito feliz participando em 2019 e fiquei muito honrada de ser convidada para este ano. Fico feliz pela representatividade que é estar nesse lugar, nessa final. Sei que existe uma mensagem importante para muitas meninas e meninos, que, assim como eu, buscam se ver na TV, nas revistas, nas grandes empresas, nos lugares de destaque. Quero que eles saibam que podem e devem sonhar alto. E que eles podem estar em todos os lugares que desejarem”, reflete a finalista.
 
Olhando em retrospectiva, Rodrigo Simas aponta os grandes desafios da competição. “Foi uma trajetória e tanto! Eu e minha parceira, Nathália Ramos, nos dedicamos muito para chegar até aqui. A semana mais desafiadora foi a da semifinal, que foi decisiva, além de ter tido dois ritmos bem difíceis, a salsa e o tango”. Com a vaga garantida, Rodrigo revela ter uma predileção por um dos estilos da final. “Gosto dos dois, mas tenho preferência pelo samba. Não tem jeito, é um ritmo brasileiro que não tem como não contagiar. Estou muito feliz de ter chegado até a final e, principalmente, pela chance de dançar esses ritmos”, confessa.
 
Já Paolla Oliveira brinca com as dificuldades da chegada a esta etapa. “Não existe ritmo mais tranquilo, existe o que você está dançando na semana. Eu tenho saudade do forró, quando tenho que dançar tango. E fico com saudade do tango, quando tenho que dançar samba, que é mais difícil. Tem ritmos com os quais tenho mais afinidade, mas com a quantidade de técnica que essas danças têm, não está fácil, não (risos)”, se diverte a atriz, que também conta um dos segredos para ter ido longe na temporada: “Eu levei tudo com leveza. Participei do ‘Dança’ há 13 anos, mas não deixei o tempo pesar. Acho que isso foi um mérito bom”.  
 
Na final, Paolla tem em mente apenas aproveitar o momento. “O que eu mais desejo para esta final é que a nossa apresentação seja como a gente ensaiou. Que ninguém deslize, que não deixemos de acertar alguma coisa. Fazendo isso, o restante está nas mãos dos jurados e do público. Eu sou muito feliz por ter um carinho tão grande de todos. Só tenho a agradecer”, diz.
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV.

Postagem Anterior Próxima Postagem