Djamila Ribeiro protagoniza episódio inédito de 'Incertezas Críticas', no Curta!

Divulgação

A filósofa, escritora e ativista Djamila Ribeiro é a pensadora convidada do novo episódio da terceira temporada de ''Incertezas Críticas''. A série, dirigida por Daniel Augusto, é exclusiva do Curta! e do Curta!On, o streaming do canal disponível no NOW, da NET/Claro, e em Curtaon.com.br. 

As reflexões trazidas por ela se iniciam com o desenvolvimento do conceito de “lugar de fala”, tema de seu primeiro livro. Segundo a escritora, há uma exclusão de grupos sociais, como negros e mulheres, do cânone científico e filosófico, e essas vozes de origens diferentes do pensamento majoritariamente branco e europeu devem coexistir e ser consideradas em suas especificidades.

Djamila também analisa a questão do racismo no Brasil: “é uma estrutura de um país que teve quase quatro séculos de escravidão (...). Pessoas negras eram mercadoria, eram comercializadas”, relembra a filósofa. Ela ressalta que, durante muito tempo, prevaleceram teorias — que se autodenominavam “científicas” — baseadas numa noção equivocada de inferioridade racial, justificando a escravidão e a opressão contra negros e negras: “As teorias não são só teorias, como as pessoas pensam. Elas elaboram e organizam a sociedade”.

Dedicada aos intelectuais brasileiros, a terceira temporada de “Incertezas Críticas” traz a reflexão de 13 pensadores diante do mundo contemporâneo. A cada episódio, um novo convidado. São eles: Christian Dunker, Djamila Ribeiro, Eduardo Viveiros de Castro, Ismail Xavier, José Arthur Giannotti, José Miguel Wisnik, Maria Rita Kehl, Marilena Chaui, Olgária Matos, Paulo Arantes, Peter Pál Pelbart, Raquel Rolnil e Renato Janine Ribeiro. A estreia do episódio é na Quinta do Pensamento, 2 de setembro, às 20h30.

A história do jornalismo é passada a limpo em ‘O Mercado de Notícias’, de Jorge Furtado

Momentos marcantes da história do jornalismo, como o surgimento das primeiras publicações e casos polêmicos que se desenrolaram na imprensa, estão no documentário “O Mercado de Notícias”, de Jorge Furtado (Rasga Coração/Saneamento Básico/O Homem que Copiava). Para falar sobre mídia, o filme entrelaça entrevistas com 13 renomados jornalistas brasileiros, minidocs e cenas da peça “The Staple of News” (“O Mercado de Notícias”), escrita em 1625 pelo dramaturgo inglês Ben Jonson, em uma montagem exclusiva para as câmeras de Furtado.

Controvérsias que ganharam destaque na imprensa brasileira, como a acusação de abuso sexual em uma escola infantil em São Paulo e um discutível ataque a um político durante a campanha eleitoral de 2010, são alguns dos fatos abordados no longa. Os jornalistas são convidados a refletir sobre a profissão, o que é notícia, sobre veículos de comunicação, as transformações no jornalismo e sobre o seu processo de trabalho.

Furtado entrevistou 13 jornalistas conhecidos pelo público: Bob Fernandes, Cristiana Lôbo, Fernando Rodrigues, Geneton Moraes Neto, Janio de Freitas, José Roberto de Toledo, Leandro Fortes, Luis Nassif, Mauricio Dias, Mino Carta, Paulo Moreira Leite, Raimundo Pereira e Renata Lo Prete. Os depoimentos são entrecortados por trechos encenados da peça de Jonson, trazendo um toque de humor. Escrita por um dos maiores dramaturgos do teatro elisabetano, a peça ironiza o fato de a notícia ter virado mercadoria, discute seu valor e até mesmo a sua veracidade. A exibição é na Sexta da Sociedade, 3 de setembro, às 22h20.

Segunda da Música (MPB, Jazz, Soul, R&B) – 30/08

22h – “O Barato de Iacanga” (documentário)

O documentário musical mostra os bastidores do Festival de Águas Claras, o mais lendário festival alternativo dedicado à música brasileira. A narrativa é construída a partir de Leivinha, idealizador do evento. Na época com 20 anos, ele organizou as quatro edições do festival (1975, 1981, 1983 e 1984), transformando a fazenda de seus pais no principal destino hippie daquele período. Diretor: Thiago Mattar. Duração: 94min. Classificação: 10 anos. Horários alternativos: 31 de agosto, terça-feira, às 02h e às 16h; 01 de setembro, quarta-feira, às 10h; 05 de setembro, domingo, à 22h10.

Terça das Artes – 31/08

22h30 – "Cildo” (documentário)

Cildo Meireles é um dos principais artistas plásticos brasileiros, tendo conquistado, em 2008, o prestigiado Prêmio Velázques de las Artes Plásticas. Conduzido pelas palavras do próprio Cildo, o filme percorre a sua produção, procurando entender o processo criativo e o pensamento do artista. De 2005 a 2008, do ateliê onde trabalha às grandes exposições internacionais, passeamos por suas obras e ideias, em uma trajetória ao mesmo tempo reflexiva e profundamente sensorial. Direção: Gustavo Moura Duração: 78 min. Classificação: 10 anos. Horários alternativos:  01 de setembro, quarta-feira, às 2h35h e às 16h35; 02 de setembro, quinta-feira, às 10h35; 05 de setembro, às 19h00

Quarta de Cinema (Filmes e Documentários de Metacinema) –  01/09

22h30 – “Onde a Terra Acaba” (Documentário)

"Onde a Terra Acaba" foi dirigido pelo cineasta Sérgio Machado e é fruto de uma pesquisa de mais de dois anos sobre a vida e a obra do escritor e cineasta Mário Peixoto, realizador do filme “Limite”, considerado um clássico do cinema nacional. Diretor: Sergio Machado. Duração: 74min. Classificação:  10 anos. Horários Alternativos: 02 de setembro, quinta-feira, às 02h30 e às 16h30; 03 de setembro, sexta-feira, às 10h30; 04 de setembro, sábado, às 22h40.

Quinta do Pensamento (Literatura, Filosofia, Psicologia, Antropologia) – 02/09

20h30 – “Incertezas Críticas” (série) - Episódio: “Djamila Ribeiro”

Djamila Ribeiro é mestre em filosofia política pela Unifesp e autora de livros como “Pequeno Manual Antirracista” e “Quem tem medo do feminismo negro?”. Neste episódio, ela explica o que é racismo estrutural e o conceito de lugar de fala. Além disso, comenta sobre quem tem medo do feminismo negro e sobre o assassinato de George Floyd. Direção: Daniel Augusto. Duração: 26 min. Classificação: 14 anos. Horários alternativos:  03 de setembro, sexta-feira, às 0h30h e às 14h30; 05 de setembro, domingo, às 10h

Sexta da Sociedade (História Política, Sociologia e Meio Ambiente) -03/09

22h20- “O Mercado de Notícias” (Documentário)

Documentário sobre jornalismo e democracia. O filme traz depoimentos de treze importantes jornalistas brasileiros sobre o sentido e a prática de sua profissão, o futuro do jornalismo e também sobre casos recentes da política brasileira. O surgimento do jornalismo, no século XVII, é apresentado pelo humor da peça homônima "O Mercado de Notícias", escrita pelo dramaturgo inglês Ben Jonson em 1625. Direção: Jorge Furtado. Duração: 94 min. Classificação: Livre. Horários alternativos:  04 de setembro, sábado, às 02h20 e às 17h20; 05 de setembro, domingo, às 20h30

Sábado – 04/09

21h40 – “Rodin em seu tempo" (Documentário) 

Parte importante da efervescência cultural e intelectual da belle époque, Auguste Rodin concebeu obras envolvidas pela ousadia e genialidade de seu tempo. O filme traz não apenas a história do escultor, mas o espírito permanente que suas criações deixaram na sociedade.  Diretores: Claire Duguet e Leslie F. Grunberg. Duração: 52 min. Classificação: Livre.

Domingo – 05/09

18h - “O Gene: Uma História Íntima” (Série em 4 episódios) – Episódio 2

O segundo episódio continua a intercalar histórias de pacientes que sofrem de doenças genéticas raras com a atuação de pesquisadores que estão na linha de frente das investigações para identificar um tratamento, ou possivelmente uma cura, para essas enfermidades. Direção: Chris Durrance Duração: 52 min. Classificação: 12 anos.
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV.

Postagem Anterior Próxima Postagem