Documentário sobre Chacrinha é destaque neste domingo na GloboNews

Divulgação Globo

Você pode não conhecer de quem são as frases ''Quem não se comunica, se trumbica!” e "Na televisão nada se cria, tudo se copia", mas com certeza as conhece. São de ninguém menos que Abelardo Barbosa, o Chacrinha, um dos maiores comunicadores do Brasil, responsável por esses e muitos outros icônicos bordões. A GloboNews faz um mergulho na história do "Velho Guerreiro" neste domingo, dia 15, às 23h, com a exibição do documentário ‘Chacrinha – Eu Vim Para Confundir e Não Para Explicar’ em sua faixa especial. Com direção de Claudio Manoel e Micael Langer, o filme remonta o legado do pernambucano, intercalando depoimentos de personalidades, imagens raras de arquivos e entrevistas antigas do próprio homenageado. 
  
Com personalidade forte, o irreverente apresentador era polêmico e controverso. Chacrinha vivia para o trabalho, desde quando começou como locutor de rádio até os famosos programas de auditório, e fazia de tudo para estar sempre em primeiro lugar na audiência. E, no documentário, é possível acompanhar os principais momentos de sua carreira, além de curiosidades da vida pessoal de Abelardo Barbosa, com os depoimentos dos filhos Jorge Barbosa e Leleco e de Dona Florinda, viúva do comunicador. Personalidades como Pedro Bial, Luciano Huck, Rita Cadillac, Boni, Stepan Nercessian, Angélica, Wanderléa também relembram acontecimentos e influências marcantes do "Velho Guerreiro". O documentário conta ainda com depoimentos especiais de amigos de Chacrinha que já faleceram, Elke Maravilha, Chico Anysio e Gugu Liberato, que falam de sua trajetória dentro e fora das telas.  
 
Para Fátima Baptista, chefe de redação da GloboNews, a produção faz parte da vocação do canal em ampliar sua gama no desenvolvimento de conteúdo. “As parcerias garantem relevância, alcance, variedade de temas e autores para a nossa faixa de documentários, cuja vocação é ampliar horizontes sobre os temas que mexem com a vida de todos nós. É mais uma maneira de o 'nunca desliga' estar presente na vida dos assinantes, apresentando semanalmente documentários em sintonia total com os assuntos que movem o mundo”, diz Fátima. 
 
‘Chacrinha – Eu Vim Para Confundir e Não Para Explicar’ tem direção de Claudio Manoel e Micael Langer, produção da Media Bridge, distribuição Bretz Filmes e coprodução da Globo Filmes, Globonews e Canal Brasil. Desde 2014, a GloboNews já produziu mais de 70 documentários com a Globo Filmes, com o Canal Brasil e, mais recentemente, com o Globoplay. Uma atuação cada vez mais multiplataforma para levar a excelência da produção audiovisual para um público cada vez mais abrangente. Seja no cinema, na televisão ou no streaming. Títulos que mereceram indicações em vários festivais nacionais e internacionais e a prêmios como o Emmy Internacional (com o documentário 'Torre de David' em 2015, com 'Síria em Fuga' em 2016 e com 'Aliados' em 2020). A lista inclui ainda renomadas produções como: 'Cidades Fantasmas', 'Libelu – Abaixo a Ditadura' e 'Cine Marrocos' – também vencedoras do Festival É Tudo Verdade –, e 'Marinheiro das Montanhas’, único filme brasileiro selecionado para o Festival de Cannes de 2021.
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV. OBS: Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Postagem Anterior Próxima Postagem