Em coprodução inédita, Favela Filmes, KondZilla e Globo lançam especial documental 'Mães do Brasil'

Divulgação globo

São maternas as mãos de seis mulheres que batalham diariamente para garantir o sustento de suas famílias e que terão suas histórias contadas no especial documental 'Mães do Brasil', uma coprodução inédita da Favela Filmes, Kondzilla e Globo, que conta com a Central Única das Favelas (CUFA) como parceira, prevista para ir ao ar em 1º de dezembro. Destacando o quanto são fundamentais para essas famílias as redes de apoio desenvolvidas em suas comunidades, a produção mostra histórias inspiradoras de chefes de família mobilizadas pela vontade de realizar seus sonhos e, sobretudo, pelo amor a seus filhos. Além de serem mães, a maioria solo, que vivem em diferentes favelas do país, essas mulheres têm em comum a luta pela sobrevivência aliada às ações de solidariedade, que as ajudaram em um cenário que se tornou ainda mais difícil com a pandemia..
 
Coproduzido através da união de equipes de audiovisual da KondZilla e da Favela Filmes, nova empresa do Grupo Favela Holding, em parceria com a CUFA, o especial conta com direção de Kelly Castilho e John Oliveira e roteiro de Maria Shu. "Vamos mostrar a potência que são essas mulheres e a grandiosidade do amor que carregam pelos seus filhos e por si próprias em tempos tão difíceis. Ao mesmo tempo em que fazem de tudo para que nada falte em casa, elas também estão unidas pelos sonhos que cada uma carrega de uma vida melhor. É uma força maior que tudo", ressalta a diretora Kelly Castilho. "São seis mulheres que, com seus testemunhos inspiradores, representam o Brasil e sua diversidade. Em meio às dificuldades, existem realizações muito importantes na vida dessas mães que ajudam a gente a entender a importância da figura feminina que está à frente de tantos lares brasileiros", destaca o diretor John Oliveira, diretor e sócio fundador da Favela Filmes, empresa de audiovisual do Grupo Favela Holding, que tem como parceira social a CUFA. 
 
No caminho dessas mulheres, o desafio da maternidade é muito maior num país que sofre com a crise em função da pandemia da Covid-19, que causou, entre outras coisas, o aumento da desigualdade e da fome. Gravado entre setembro e outubro deste ano, o especial mergulha no cotidiano das comunidades e reforça a importância das redes de apoio que fazem a comida chegar às mesas dessas famílias. A principal inspiração é o premiado projeto “Mães da Favela”, realizado desde 2020 pela CUFA, que distribui cestas básicas para as mães das favelas brasileiras durante a pandemia. No ano passado, o fundo solidário arrecadou mais de 40 mil toneladas de alimentos, atendendo a mais de três milhões de famílias, de cinco mil favelas de todo o país. As doações continuam e podem ser feitas pelo site www.maesdafavela.com.br
 
"O projeto 'Mães da Favela', da CUFA, surgiu da necessidade de se fazer uma grande ação humanitária diante da tragédia da pandemia que acometeu as favelas e, principalmente, as mães desses territórios. Com a distribuição de cestas básicas, de chips, transferência de renda, entre outras ações, a gente percebeu que, para além daquele sofrimento, havia vida, alegria, potência e uma extrema resiliência ali. Inspirados nessas histórias, resolvemos juntar a Favela Filmes com a KondZilla e mostrá-las para o mundo através do especial 'Mães do Brasil'”, explica Celso Athayde, fundador da CUFA e da Favela Filmes.
 
“É uma alegria e um orgulho poder participar do registro desse momento histórico. Infelizmente, todo o mundo viveu esse período de pandemia e enxergar esse ato de solidariedade tão bonito da CUFA, que agora será eternizado em um conteúdo com um dos players mais importantes e que cobre todo o território nacional como a Globo”, afirma Konrad Dantas, fundador da KondZilla, holding de empresas da indústria audiovisual.
 
O projeto social impactou de forma decisiva a vida das seis personagens retratadas, todas com uma relação muito forte com as suas comunidades e com uma trajetória de superação diante das dificuldades. O público vai conhecer e se emocionar com os exemplos de vida de Loanda Rufino, 54 anos, mãe de três filhos e moradora de Nova Sepetiba, Rio de Janeiro; Rosimeire Miranda, 26 anos, mãe de três filhos, da Comunidade do Hiléia, em Manaus; Liane Pereira, 38 anos, seis filhos, da Comunidade do Senai, em Vila Esperança, Rio Grande do Sul; Aline Souza, 44 anos, mãe de três filhos, do bairro do Curuzu, Salvador, Bahia; Eulália de Jesus, 67 anos, mãe de três filhos, de Paraisópolis, São Paulo e Elaine Torres, 33 anos, mãe de sete filhos, de Heliópolis, também São Paulo. 
 
‘Mães do Brasil’ é uma produção da KondZilla Filmes e Favela Filmes, em parceria com a Central Única das Favelas (CUFA), com direção de Kelly Castilho e John Oliveira e roteiro de Maria Shu. A supervisão artística é de Rafael Dragaud, e a direção de gênero, de Mariano Boni. O especial está previsto para ir ao ar na TV Globo em 1º de dezembro.
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV.

Postagem Anterior Próxima Postagem