TV Brasil - Programação de Filmes de 13 a 21 de novembro

Divulgação

Confira a programação de filmes da TV Brasil de 13 a 21 de novembro.


Sábado, 13 de novembro

Cine Retrô – Jeca Tatu
18h30, na TV Brasil 

País: Brasil. Ano: 1959. Gênero: comédia. Direção: Milton Amaral. Elenco: Amácio Mazzaropi, Geny Prado, Roberto Duval, Marlene França, Nicolau Guzzardi, Nena Viana.

Inspirado no personagem de Monteiro Lobato, Jeca Tatu é um caipira muito preguiçoso que vive em uma cidade do interior de São Paulo com sua esposa e filha.

Jeca é um roceiro ocioso de dar dó, mas essa indolência está com os dias contatos, pois seu ranchinho está ameaçado pela ganância de latifundiários sem coração. Agora, o protagonista vai precisar colocar em prática todo seu jeito matreiro para conseguir seu cantinho de terra.

Clássico da filmografia de Amácio Mazzaropi, o filme é uma declarada homenagem ao conterrâneo Monteiro Lobato, criador do personagem homônimo na obra "Urupês".

Na trama, Mazzaropi trata com singeleza a figura do homem do campo e a questão da reforma agrária.

Reprise. 100 min.
Classificação Indicativa: 14 anos
Horário: 18h30

Domingo, 14 de novembro

Sessão Família – Um Amor de Filhote
14h00, na TV Brasil

Título original: Belong to us. País: Estados Unidos. Ano: 2018. Gênero: drama, aventura. Direção: Patrick Rea. Elenco: Anita Cordell, Brooklyn Funk, Chad Crenshaw, Joseph Lee Anderson, Kathleen Warfel, Meagan Flynn, Ryan O'Nan, Trevor Martin, Scott Cordes.

Um bandido chamado Mercer (Scott Cordes) é apostador em uma rinha ilegal de cães. Seu pastor alemão é mordido enquanto luta, mas consegue fugir.

A jovem Paige Crowley (Brooklyn Funk) encontra o cachorro remexendo o lixo e cria uma sintonia com o bichinho de imediato. Ela leva o cão para casa, esconde o animal de seu pai Travis (Ryan O'Nan) e o batiza como Duke.

A família de Paige é reduzida, mas todos têm problemas. O pai dela é um homem ausente e frustrado que deposita todas as esperanças no futuro do filho Decklin (Matthew J. Lindblom), rapaz que se destaca como atleta na escola. Travis vê no jovem a esperança de conquistar algo que ele mesmo não conseguiu.

Paige perdeu a mãe cedo então sua avó Hazel (Kathleen Warfel) faz o papel materno na casa. A chegada de Duke traz nova alegria a todos, mesmo que alguns demorem para perceber isso.

Reprise. 83 min.
Classificação Indicativa: Livre
Horário: 14h00

Domingo, 14 de novembro

Cine Nacional – O Palhaço
16h00, na TV Brasil

País: Brasil. Ano: 2011. Gênero: drama, aventura, comédia. Direção: Selton Mello. Produção: Vania Catani. Roteiro: Selton Mello e Marcelo Vindicatto. Elenco: Selton Mello, Paulo José, Larissa Manoela, Fabiana Karla, Álamo Facó, Jorge Loredo, Jackson Antunes, Moacyr Franco e Tonico Pereira, Ferrugem 

O Circo Esperança atravessa estradas de terra do interior do país nos anos 1970. A cada parada, um novo espetáculo e novas aventuras dessa animada trupe mambembe.

Nessa "família" de 15 pessoas, a principal atração é a dupla de palhaços Puro Sangue e Pangaré que dividem o picadeiro e, supostamente, a mesma vocação. Eles também são responsáveis pela administração dos negócios circenses. Os personagens Valdemar (Paulo José) e Benjamim (Selton Mello) são pai e filho que formam a fabulosa dupla de palhaços

Geralmente com pouco dinheiro, eles vivem às voltas com as solicitações do grupo talentoso e irreverente formado por músicos, trapezistas, acrobatas, anões e uma linda menina, Guilhermina, espectadora privilegiada de um mundo mágico e lírico.

Apesar de levar o público às gargalhadas, Benjamim entra em crise e sai em busca de sua própria identidade. Seu maior sonho de consumo é modesto – um singelo ventilador – e até realizá-lo, Benjamim viverá pequenas aventuras plenas de significado.

Frustrado, o talentoso jovem passa por uma crise existencial e decide abandonar a vida artística. Ele passa a trabalhar numa empresa de uma cidade distante. Essa decisão de Benjamin afeta a vida de todos, inclusive a dele mesmo.

Por vias tortuosas, Benjamim busca responder à indagação paterna: "Na vida a gente tem que fazer o que a gente sabe fazer. O gato bebe leite, o rato come queijo e eu sou palhaço. E você?". Benjamim precisará de um tempo para descobrir.

Dirigido pelo próprio Selton Mello, em sua segunda investida como cineasta, após a estreia com "Feliz Natal" (2008), o filme "O Palhaço" aborda o universo circense com todo seu encanto e magia através de estradas de terra pelo interior do Brasil.

Reprise. 89 min.
Classificação Indicativa: 10 anos
Horário: 16h00

Domingo, 14 de novembro

Cine Retrô – O Lamparina
03h30, na TV Brasil (madrugada de domingo, dia 14/11, para segunda-feira, dia 15/11)

País: Brasil. Ano: 1964. Gênero: comédia. Direção: Glauco Mirko Laurelli. Elenco: Amácio Mazzaropi, Geny Prado, Manoel Vieira, Astrogildo Filho, Zilda Cardoso, Ana Maria Guimarães, Emiliano Queiroz, Carlos Garcia, Francisco de Souza, Rosemary Wong, Carla Diniz, Rafael Gallardo Tina, Agostinho Toledo, João Batista de Souza, David Cardoso, Francisco di Franco.

Em "O Lamparina", Amácio Mazzaropi interpreta Bernardino Jabá, um pacato homem do campo que para não se defrontar com o bando de cangaceiros de Zé Candiero acaba se disfarçando e é confundido com um deles.

Incrementando a farsa em que se encontrou, ele faz com que sua família inteira se passe por integrantes do seu bando e todos acabam indo parar no acampamento dos verdadeiros cangaceiros onde o "destemido" Lamparina vai ter que mostrar que é um cabra valente de verdade.

Depois de ficar preso um ano na cadeia, ele assusta os habitantes da cidade de Sororóca que pensavam que estava morto e que agora é uma "assombração". Com figurinos marcantes e direção de Glauco Mirko Laurelli, o longa tem no elenco, além de Mazzaropi, Geny Prado e Emiliano Queiroz.

Reprise. 91 min.
Classificação Indicativa: 10 anos
Horário: 03h30 (madrugada de domingo, dia 14/11, para segunda-feira, dia 15/11)

Segunda-feira, 15 de novembro

Sessão Família – Spark: Uma Aventura Espacial
13h00, na TV Brasil

Título original: Spark: A Space Trail. País: Canadá, Coréia, EUA e China. Ano: 2016. Gênero: animação, aventura. Direção: Aaron Woodley.

O macaco adolescente Spark está em uma missão para recuperar o Planeta Bana, sua terra natal, conquistada pelo malvado Zhong. Com ajuda de seus amigos, Chunk e Vix, Spark embarca em uma missão espacial repleta de aventura, mistério e superação. Eles devem impedir o tirano general Zhong de destruir o universo.

Reprise. 91 min.
Classificação Indicativa: Livre
Horário: 13h00

Segunda-feira, 15 de novembro

Cine DOC – Trópicos Gelados: os 30 anos de uma conquista brasileira
22h30, na TV Brasil
03h45, na TV Brasil (madrugada de segunda, dia 8/11, para terça-feira, dia 9/11)
País: Brasil. Ano: 2016. Gênero: documentário. Direção: Ernesto Rodrigues.

O documentário "Trópicos Gelados: os 30 anos de uma conquista brasileira" conta a história da presença brasileira no continente antártico, desde as primeiras expedições até a construção da Estação Antártica Comandante Ferraz. A produção recorda o incêndio ocorrido em 25 de fevereiro de 2012 e sua reconstrução que foi concluída após o término do longa-metragem.

Além de resgatar fatos relevantes da aventura antártica brasileira, o filme traz informações, depoimentos e fatos inéditos fundamentais para a compreensão histórica deste esforço que envolve o estado, as instituições públicas e privadas e a cidadania brasileira na inserção de nosso país na questão ambiental mundial. O documentário utiliza, ainda, imagens de acervo da Marinha do Brasil.

Reprise. 85 min.
Classificação Indicativa: Livre
Horário: 22h30
Horário: 03h45 (madrugada de segunda, dia 15/11, para terça-feira, dia 16/11)

Terça-feira, 16 de novembro

Sessão Família – Michel Strogoff
13h00, na TV Brasil

Título original: Les Aventures Extraordinaires de Michel Strogoff. País: França. Ano: 2004. Gênero: animação. Direção: Hubert Chonzu e Alexandre Huchez. Produtores: Dargaud Marina e Rouge Citron. História original: Júlio Verne.

Inspirada no romance homônimo do escritor Júlio Verne, a animação francesa "Michel Strogoff" (2004) revela a épica odisseia do capitão Michel Strogoff em uma missão secreta pelo interior da Rússia.

Ameaçada por uma invasão tártara no século XIX, a Rússia continental é separada de seu território no extremo oriente. Isolado e cercado na Sibéria, o irmão do Czar lidera a última resistência com suas tropas.

O Czar confia ao capitão Michel Strogoff a missão de entregar uma mensagem vital a seu irmão, na Sibéria. Com valentia, ele deve cruzar todo o império para levar essa carta enquanto é perseguido por um traidor cooptado pelos tártaros.

Disfarçado de comerciante, o corajoso oficial faz uma longa e perigosa jornada por todo o país ao percorrer os confins da Rússia. As façanhas do homem encarregado de salvar a nação tem um dos ápices no encontro do mensageiro com a jovem Nádia, uma mulher obstinada que pode mudar suas prioridades.

A animação francesa retrata os bailes imperiais com valsas de Strauss, as melodias populares cantadas pelos barqueiros do rio Volga, as canções melancólicas dos cocheiros que cruzavam as áridas estepes da Ásia Central, as danças folclóricas e as composições românticas da Balalaika.

Escrita em 1876, a obra original de Júlio Verne tem uma narrativa inquietante fiel a eventos históricos. Com milhares de edições e reconhecimentos, o clássico "Michel Strogoff" redigido pelo autor francês traz grandes aventuras que foram adaptadas dezenas de vezes para produções do cinema e da televisão.

Reprise. 87 min.
Classificação Indicativa: Livre
Horário: 13h00

Terça-feira, 16 de novembro

Cine Retrô – O Corintiano
22h30, na TV Brasil
03h45, na TV Brasil (madrugada de terça, dia 16/11, para quarta-feira, dia 17/11)

País: Brasil. Ano: 1967. Gênero: comédia. Direção: Milton Amaral. Elenco: Amácio Mazzaropi, Elizabeth Marinho, Lúcia Lambertini, Carlos Garcia, Roberto Pirillo, Leonor Lambertini, Nicolau Guzzardi, Roberto Orosco.

Em "O Corintiano", Amacio Mazzaropi é 'Seu' Manuel, um barbeiro fanático pelo Corinthians Paulista. Ele é capaz das maiores loucuras para torcer pelo seu time do coração como andar com um burro preto e branco, bater boca com torcedores de times rivais, fazer promessas malucas e orações, passar por sofrimentos, xingar na arquibancada e comprar todos os jornais das bancas quando seu time perde.

Reprise. 98 min.
Classificação Indicativa: Livre
Horário: 22h30
Horário: 03h45 (madrugada de terça, dia 16/11, para quarta-feira, dia 17/11)

Quarta-feira, 17 de novembro

Sessão Família – Uma Amizade Verdadeira
13h00, na TV Brasil

Título original: Marshall, The Miracle Dog. País: Estados Unidos. Ano: 2015. Gênero: drama. Direção: Jay Kanzler. Elenco: Shannon Elizabeth, Matthew Settle, Lauren Holly, Lucas Carrol, Bill Chott.

Um menino de 13 anos, Finn (Lucas McHugh Carroll), torna-se alvo de valentões em sua nova escola. Intimidado no colégio, ele está se sentindo sem esperança até que encontra o cachorro labrador Marshall, com quem cria um imediato laço de afeto.

O animal está enjaulado em condições deploráveis, após ser capturado por um colecionador de cães que maltrata os bichos. Consciente, o garoto sabe que deve resgatar Marshall. Finn que cuidar de seu novo amigo que está ferido e precisa de um veterinário com urgência.

A trama de companheirismo entre Finn e Marshall obteve reconhecimento no circuito da sétima arte. O drama "Uma Amizade Verdadeira" recebeu o Prêmio de Escolha do Público de Melhor Filme no Festival Internacional de Cinema de St. Louis. O longa também foi premiado como Melhor Filme de Família no Wild Rose Film Festival e no Belleville News Democrat.

Reprise. 90 min.
Classificação Indicativa: Livre
Horário: 13h00

Quinta-feira, 18 de novembro

Sessão Família – No Paraíso das Solteironas
13h00, na TV Brasil

País: Brasil. Ano de estreia: 1969. Gênero: comédia. Direção: Pio Zamuner. Elenco: Amácio Mazzaropi, Geny Prado, Átila Iório, Carlos Garcia, Elizabeth Hartman.

Amácio Mazzaropi interpreta o matuto Joaquim Kabrito, caboclo acostumado com a vida do interior. O protagonista não poderia imaginar que ao tentar a sorte na cidade grande seria alvo dos olhares de desejo de uma turma de solteironas loucas por um "tipão" assim como ele.

Na bagunça, Joaquim Kabrito ainda tem tempo para se envolver em confusões com a dona do hotel e é colocado às voltas com uma quadrilha e um grupo de ciganos.

Reprise. 95 min.
Classificação Indicativa: 12 anos
Horário: 13h00

Quinta-feira, 18 de novembro

Cine Retrô – Dona Xepa
22h30, na TV Brasil
03h45, na TV Brasil (madrugada de quinta, dia 11/18, para sexta-feira, dia 19/11)

País: Brasil. Ano: 1959. Gênero: comédia musical. Direção: Darcy Evangelista. Elenco: Alda Garrido, Nino Mello, Odete Lara, Colé Santana, Zezé Macedo, Herval Rossano, Cilo Costa, Glória Cometh, Fernando Pereira, Nair Amorim.

Dona Xepa (Alda Garrido) é uma feirante que possui uma barraca de frutas e legumes no mercado local onde trabalha com a amiga Camila (Zezé Macedo). Viúva, Dona Xepa é mãe de Edson (Herval Rossano) e Rosália (Odete Lara).

O rapaz estudou nos EUA e agora dá duro em sua revolucionária invenção. Edson desenvolveu a "Válvula Isocrônica", capaz de permitir o uso doméstico da energia nuclear. Já Rosália tem vergonha da vida pobre e do trabalho da mãe. A moça rejeita as investidas de Zé (Fernando Pereira), jogador de futebol iniciante, mas corresponde ao interesse de Manfredo (Cilo Costa), um diplomata rico.

Dona Xepa decide hipotecar seu sítio a fim de financiar a iniciativa do filho. Ela acredita no projeto, mas os vizinhos da vila caçoam do invento que vira objeto de um samba com o refrão: "tenho o aparelho, falta funcionar".

Enquanto isso, Manfredo, integrante de um grupo de negociantes inescrupulosos, finge ajudar Edson e a família. O diplomata leva todos para morar em uma bela casa na qual a protagonista Dona Xepa torna-se uma "madame".

Baseada na peça homônima do dramaturgo Pedro Bloch, a comédia musical "Dona Xepa" (1959)

preparado originalmente para o teatro também inspirou produções para as telinhas. O clássico texto de humor do espetáculo é referência para a novela de mesmo título veiculada em duas versões diferentes nos anos de 1977 e de 2013.

Na trama para a sétima arte, a atriz Alda Garrido repete o papel-título com o qual obteve muito sucesso nos palcos. Exagerada, a personagem é conhecida pela grosseria e falta de cerimônia. A artista divide a cena com personalidades como Odete Lara, Zezé Macedo e Herval Rossano.

Com direção de Darcy Evangelista, o longa-metragem tem diversos números musicais. Durante o filme são apresentadas obras como "Balada triste", "Brasileirinho", "Coren’grato" e "Tenho o aparelho". A trilha sonora instrumental é assinada e regida pelo maestro Radamés Gnatalli e seu irmão, o maestro Alexandre Gnatalli.

Reprise. 87 min.
Classificação Indicativa: 12 anos
Horário: 22h30
Horário: 03h45 (madrugada de quinta, dia 18/11, para sexta-feira, dia 19/11)

Sexta-feira, 19 de novembro

Sessão Família – Big Pai, Big Filho
13h00, na TV Brasil

Título original: The Son of Bigfoot. País: Bélgica, França. Ano: 2017.  Gênero: animação, infatil. Direção: Jeremy Degruson, Ben Stassen.

Adam, um garoto de treze anos que não tem muitos amigos, parte em uma jornada ousada para desvendar o mistério por trás de seu pai, há muito desaparecido. Ele rapidamente descobre que seu pai não é outro senão o lendário Pé Grande, que se escondeu na floresta por anos para proteger a si mesmo e sua família da HairCo., uma empresa de grande porte ansiosa para realizar experimentos científicos com seu DNA especial.

Enquanto pai e filho começam a recuperar o tempo perdido, Adam logo descobre que ele também é dotado de super poderes inimagináveis. Porém, mal sabem eles que a HairCo. está prestes a encontrá-los, pois descobriu os rastros deixados por Adam ao longo do caminho.

Reprise. 92 min.
Classificação Indicativa: Livre
Horário: 13h00

Sexta-feira, 19 de novembro

Festival de Cinema – Florence - Quem é Essa Mulher?
22h30, na TV Brasil
03h45, na TV Brasil (madrugada de sexta-feira, dia 19/11, para sábado, dia 20/11)

Título original: Florence Foster Jenkins. País: Estados Unidos, Reino Unido, França. Ano: 2016. Gênero: drama biográfico, comédia. Direção: Stephen Frears. Roteiro: Nicholas Martin. Elenco: Meryl Streep, Hugh Grant, Simon Helberg, Rebecca Ferguson, Nina Arianda.

Na década de 1940, a rica herdeira Florence Foster (Maryl Streep) persegue seu sonho de se tornar uma grande cantora. Ela quer uma carreira como cantora de ópera. Infelizmente, sua ambição excede em muito seu talento. Para a socialite nova-iorquina sua voz é perfeita, mas para todos os outros soa absurdamente horrível.

O seu companheiro, Bayfield (Hugh Grant), um aristocrata inglês, tenta proteger a amada a todo custo. Ele busca manter Florence longe da verdade de todas as formas, mas um concerto público coloca toda a farsa em risco. Ele enfrenta seu maior desafio quando Florence decide fazer uma apresentação no Carnegie Hall.

Inspirada em uma história real, a trama foi reconhecida em diversos festivais. Os protagonistas Maryl Streep e Hugh Grant tiveram diversas indicações e conquistaram prêmios pela atuação nesse divertido drama biográfico.

Reprise. 111 min.
Classificação Indicativa: 10 anos
Horário: 22h30
Horário: 03h45 (madrugada de sexta-feira, dia 19/11, para sábado, dia 20/11)

Sábado, 20 de novembro

Cine Retrô – Jeca e seu Filho Preto
18h30, na TV Brasil

País: Brasil. Ano de estreia: 1978. Gênero: comédia. Direção: Pio Zamuner. Codireção: Berilo Faccio. Elenco: Amácio Mazzaropi, Geny Prado, Yara Lins, Elizabeth Hartman, Denise Assunção.

Em "Jeca e seu filho preto", o saudoso humorista Amácio Mazzaropi interpreta Zé, o pai de um rapaz (misteriosamente) negro. O fato nunca pareceu o atormentar, mas os vizinhos se incomodam quando o rapaz se enamora de uma moça branca, filha de um rico fazendeiro.

Em plenos anos 1970, Amácio Mazzaropi, com seu jeito simples, abordou no cinema a questão do preconceito racial.

Reprise. 104 min.
Classificação Indicativa: 12 anos
Horário: 18h30

Domingo, 21 de novembro

Cine DOC – Para Gostar de Ler
09h00, na TV Brasil

País: Brasil. Ano: 2017. Gênero: documentário. Direção: Eduardo Rajabally.

O documentário aborda a importância da leitura na primeira infância e sua influência na construção do mundo interior e na imaginação de crianças. O filme busca acessar essa dimensão mágica que é ativada e enriquecida através da leitura. Ao mesmo tempo, procura respostas lógicas e reflexões sobre o papel da leitura e dos livros atualmente.

A produção traz o depoimento de diversos especialistas, pensadores, especialistas em desenvolvimento infantil, neuropediatras, pedagogos e autores. O documentário ainda registra a forma intimista que crianças especialmente selecionadas em algumas cidades brasileiras interagem com a leitura, estimulando a imaginação e a fantasia infantil.

Reprise. 60 min.
Classificação Indicativa: Livre
Horário: 09h00

Domingo, 21 de novembro

Sessão Família – A Gangue Zip Zap
14h00, na TV Brasil

Título original: Zipi y Zape y el club de la canica. País: Espanha. Ano: 2013. Gênero: infantil, família, aventura. Direção: Oskar Santos. Roteiro: Oskar Santos e Jorge Lara. Elenco: Javier Gutiérrez, Raúl Rivas, Daniel Cerezo, Claudia Veja, Marcos Ruiz, Fran García.

Após serem punidos na escola, os irmãos gêmeos Zip (Raúl Rivas) e Zap (Daniel Cerezo) são enviados para um centro de educação conhecido pela rigidez de seus métodos corretivos. Muito severo, Falconetti (Javier Gutiérrez) é o diretor do centro que repudia qualquer forma de lazer e entretenimento.

Zip e Zap, cansados dessa situação, formam um grupo cujos princípios incluem a coragem, a amizade e a inteligência. Desse modo, conseguem desafiar os desmandos do diretor e se divertir.

O filme "A Gangue Zip Zap" é uma adaptação para o cinema dos quadrinhos "Zipi y Zape", do espanhol José Escobar Saliente.

O longa-metragem conquistou o Troféu Especial da Juventude no Festival de Seattle 2014. A produção foi indicada, ainda, ao Prêmio Goya nas categorias Melhor Roteiro Adaptado, Direção de Produção, Efeitos Visuais e Direção Artística.

Reprise. 97 min.
Classificação Indicativa: Livre
Horário: 14h00

Domingo, 21 de novembro

Cine Nacional – Boleiros - Era uma vez o futebol
16h00, na TV Brasil

País: Brasil. Ano: 1998. Gênero: comédia. Direção: Ugo Giorgetti. Elenco: Rogério Cardoso, Adriano Stuart, Flávio Migliaccio, Lima Duarte, Otávio Augusto, Cassio Gabus Mendes, Marisa Orth, Denise Fraga, João Acaiabe, Oswaldo Campozana, Antônio Grassi, André Abujamra, Elias Andreato, Cláudio Curi, Paulo Coronato, Bruno Giordano.

A comédia reúne veteranos do esporte em um típico bar paulistano onde fotos de jogadores estão espalhadas pelas paredes. Como acontece em quase todas as tardes, eles se encontram para relembrar antigas glórias e histórias curiosas do tempo em que ainda eram atletas profissionais.

O grupo tem algo em comum: todos são boleiros, profissionais e ex-profissionais do futebol. Eles costumam bater papo e recordar as memórias do passado, além de tecer comentários sobre jogos, atletas, times e juízes.

A partir dessas conversas surgem lembranças de fatos e personagens insólitos do futebol, em um clima de nostalgia debochada. Nessa lógica, o roteiro do diretor Ugo Giorgetti apresenta seis breves histórias. A produção nacional combina tramas engraçadas, divertidas e comoventes.

O premiado filme reúne astros da dramaturgia nacional. O elenco reúne personalidades exerrientes como Rogério Cardoso, Adriano Stuart, Flávio Migliaccio, Lima Duarte, Otávio Augusto, Cassio Gabus Mendes, Marisa Orth, Denise Fraga, João Acaiabe, Antônio Grassi e André Abujamra, entre outros.

Reprise. 98 min.
Classificação Indicativa: Livre
Horário: 16h00

Domingo, 21 de novembro

Cine Retrô – O Lamparina
03h30, na TV Brasil (madrugada de domingo, dia 21/11, para segunda-feira, dia 22/11)

País: Brasil. Ano: 1964. Gênero: comédia. Direção: Glauco Mirko Laurelli. Elenco: Amácio Mazzaropi, Geny Prado, Manoel Vieira, Astrogildo Filho, Zilda Cardoso, Ana Maria Guimarães, Emiliano Queiroz, Carlos Garcia, Francisco de Souza, Rosemary Wong, Carla Diniz, Rafael Gallardo Tina, Agostinho Toledo, João Batista de Souza, David Cardoso, Francisco di Franco.

Em "O Lamparina", Amácio Mazzaropi interpreta Bernardino Jabá, um pacato homem do campo que para não se defrontar com o bando de cangaceiros de Zé Candiero acaba se disfarçando e é confundido com um deles.

Incrementando a farsa em que se encontrou, ele faz com que sua família inteira se passe por integrantes do seu bando e todos acabam indo parar no acampamento dos verdadeiros cangaceiros onde o "destemido" Lamparina vai ter que mostrar que é um cabra valente de verdade.

Depois de ficar preso um ano na cadeia, ele assusta os habitantes da cidade de Sororóca que pensavam que estava morto e que agora é uma "assombração". Com figurinos marcantes e direção de Glauco Mirko Laurelli, o longa tem no elenco, além de Mazzaropi, Geny Prado e Emiliano Queiroz.

Reprise. 91 min.
Classificação Indicativa: 10 anos
Horário: 03h30 (madrugada de domingo, dia 21/11, para segunda-feira, dia 22/11)
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV.

Postagem Anterior Próxima Postagem