Globo exibe especial de fim de ano com homenagem à Paulo Gustavo e muito mais!

Divulgação Globo/Fabio Rocha

De repente o mundo parou. O sorriso se escondeu por trás da máscara. O abraço, símbolo de afeto, passou a ser um risco de uma doença desconhecida. Sonhos e projetos foram interrompidos. Mais de 600 mil brasileiros perderam suas vidas. Agora, com o avanço da vacinação e a flexibilidade das restrições, a esperança de que a pandemia vai passar conecta os corações de milhões de pessoas e reacende a fé de que 2022 será melhor. Essa esperança e o otimismo tão característicos do povo brasileiro são a inspiração de ‘Fé na Vida’, especial de fim de ano que a Globo exibe entre os dias 28 e 30 de dezembro, logo após ‘Um Lugar ao Sol’.
 
Durante mais de dois meses, os repórteres Murilo Salviano e Tábata Poline percorreram dez estados de todas as regiões do Brasil atrás de histórias inspiradoras. “Nosso desafio era encontrar histórias de quem, apesar de estar sofrendo, decidiu seguir em frente, realizar um sonho ou mudar de vida. O brasileiro, em geral, é persistente, acredita e sonha. As pessoas contam de um jeito emocionante as histórias delas. É muito forte e, ao mesmo tempo, simples. É um Brasil real”, afirma Murilo.
 
A família, o trabalho e os sonhos são os três pilares que norteiam o programa. As gravações começaram no Terminal Rodoviário Tietê, em São Paulo, o maior da América Latina e principal ponto de chegadas e partidas do Brasil. Foi lá que conheceram o zelador Edinaldo, que estava a caminho de Tracunhaém, em Pernambuco, para rever a mãe, a quem chama carinhosamente de “Dona Moça”, após dois anos.
 
Visitaram também o barracão da escola de samba carioca São Clemente, que pretende homenagear Paulo Gustavo no próximo Carnaval. O especial encontrou Dona Déa Lúcia e Thales Bretas, mãe e marido do humorista. Acompanhada da banda com quem se apresentava ao lado do filho, ela prepara uma versão em português da canção “Smile”, de Nat King Cole. “Sorrir faz tudo florir dentro de você”, ressalta Dona Déa Lúcia.
 
Na abertura do especial, a música “Amanhã”, de Guilherme Arantes, também ganha uma versão inédita, cantada por Glória Groove. “Amanhã, será um lindo dia, da mais louca alegria, que se possa imaginar... O programa resgata a essência do brasileiro. A esperança é, muitas vezes, a única coisa que as pessoas têm. Não romantizamos. A realidade é duríssima. É uma questão de resiliência obrigatória. Muitas vezes essas pessoas não sabem o que vão comer amanhã, mas têm a esperança de que vai melhorar. Está difícil? Está, mas acreditamos que vai melhorar”, resume Tábata.
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV.

Postagem Anterior Próxima Postagem