MUBI apresenta os primeiros longas-metragens de Denis Villeneuve

Divulgação

Com obras vencedoras de mais de 80 prêmios em festivais de cinema, entre eles, Cannes, BAFTA, Oscar™, Berlinale e Veneza, o diretor e roteirista franco-canadense é tema do especial Uma Trajetória Cósmica: Primeiros Filmes de Dennis Villeneuve, disponível na MUBI a partir de 4 de dezembro. A distribuidora e plataforma global de streaming com curadoria apresenta com exclusividade o drama Redemoinho (Maelström), de 1996, e a comédia dramática Cosmos, de 2000.

Redemoinho, que chega à plataforma no dia 4 de dezembro, acumula 23 prêmios e mais nove indicações em festivais internacionais. Na trama do segundo longa do cineasta, Bibiane vive uma fase infeliz em sua vida, atropela um homem durante um acidente e, sem se  lembrar de nada, descobre que é culpada por sua  morte. Um tempo depois, Evian, o filho dele, acaba entrando em sua vida e pode se tornar sua chance de se redimir.

Cosmos, disponível a partir de  5 de dezembro, é o filme de estreia de Denis Villeneuve na direção de longa-metragem, em parceria com mais cinco diretores. Um taxista imigrante, Cosmos, conecta as histórias de um cineasta nervoso antes de uma entrevista, uma advogada que chama a atenção de seu ex por conta dos novos seios, um gay que espera o resultado de um exame de HIV, um serial killer e uma mulher que levou um bolo do namorado. O longa foi o representante do Canadá para o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, em 1997.

Aos 54 anos, Denis Villeneuve é reconhecido por seus filmes mais célebres, como Duna, Blade Runner 2049, A Chegada, Incêndios, Sicário: Terra de Ninguém e O Homem Duplicado.

Uma Trajetória Cósmica:
Primeiros Filmes de Dennis Villeneuve
A partir de 4 de dezembro
mubi.com
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV.

Postagem Anterior Próxima Postagem