TV Brasil - Programação de Filmes de 04 a 12 de dezembro

Divulgação

Conheça os destaques da programação da TV Brasil de 04 a 12 de dezembro.

Sábado, 4 de dezembro

Cine Retrô – A Banda das Velhas Virgens
18h30, na TV Brasil 

País: Brasil. Ano: 1979. Gênero: comédia. Direção: Pio Zamuner e Amácio Mazzaropi. Elenco: Amácio Mazzaropi, Geny Prado, André Luiz Toledo, Gilda Valença, José Velloni.

No longa "A Banda das Velhas Virgens", Amácio Mazzaropi interpreta um caipira que tem o sugestivo nome de Gostoso. Ele é o maestro de uma hilariante bandinha feminina formada por senhoras idosas e beatas. Orgulho da pequena cidade, a banda é mantida pelos donativos recolhidos pela igreja.

Os filhos de Gostoso se envolvem com os do patrão e ele resolve sair da fazenda para evitar perseguições. Expulso das terras onde vive, Gostoso recomeça a vida na cidade, indo morar em um depósito de ferro-velho.

Ao encontrar um saco de joias, o protagonista é acusado de roubo e tem que fazer de tudo para provar sua inocência. Como o querido caipira vai se safar dessa vez?

Reprise. 100 min.
Classificação Indicativa: 12 anos
Horário: 18h30

Domingo, 5 de dezembro

Cine DOC – Seleção – Drama e Glória do Brasil
09h00, na TV Brasil
País: Brasil. Ano: 2018. Gênero: documentário. Direção: Ernesto Rodrigues.

A histórica trajetória da seleção brasileira contada através da ótica estrangeira, de seus momentos mais trágicos - o reconhecimento, por parte de um uruguaio, do quão devastador o Maracanazzo de 1950 foi aos brasileiros, a falta de um título para a reconhecida seleção de 1982 e o massacre alemão de 2014 - aos mais gloriosos - a descoberta do futebol brasileiro em 1958, o momento supremo do futebol em 1970 e a conquista do ouro olímpico em 2016.

De quatro em quatro anos, a comoção nacional do brasileiro se volta para o futebol. A Copa do Mundo reúne os maiores craques do planeta em busco do mais importante título dos gramados. A seleção canarinho protagonizou momentos ilustres no torneio ao longo de seus quase 90 anos de realização.

A amarelinha conquistou o título de melhor do mundo em 1958, 1962, 1970, 1994 e 2002. Por outro lado, foi alvo de verdadeiros vexames, como a goleada de 2014 por 7 a 1 para a Alemanha. Durante esses anos, o brasileiro acompanha e se emociona com cada jogada.

Reprise. 48 min.
Classificação Indicativa: Livre
Horário: 09h00

Domingo, 5 de dezembro

Sessão Família – Espião por Acaso
11h00, na TV Brasil

Título original: MeesterSpion. País: Holanda. Ano: 2016. Gênero: aventura. Direção: Pieter van Rijn. Elenco: Beau Schneider, Stijn Van Der Plas, Nienke de la Rive Box, Patrick Stoof, Lieneke Le Roux, Aus Greidanus, Simone Van Bennekom.

Tim, um garoto de dez anos de idade, muda-se com a família para um velho hotel situado na região costeira do país. Ele sofre para se adaptar ao novo lar, até que conhece Simon, um rapaz peculiar recém-desperto de um sono profundo que o manteve preso, sem contato algum com a sociedade, desde 1974.

Com Simon se ajustando ao mundo de hoje e Tim se adaptando à nova casa, a dupla começa uma grande amizade. Quando Tim decide ajudar Simon a encarar o mundo atual, o menino descobre que seu novo amigo é um antigo espião. A partir de então, eles embarcam em uma incrível aventura.

Reprise. 100 min.
Classificação Indicativa: 10 anos
Horário: 11h00

Domingo, 5 de dezembro

Cine DOC – Defesa do Porto de Santos
12h15, na TV Brasil
País: Brasil. Ano: 2015. Gênero: documentário. Direção: Petrucio Araújo.

Parte expressiva do legado deixado no país por antepassados, o conjunto de fortificações do complexo situado em Santos, Praia Grande, Guarujá, São Vicente e Bertioga é retratado no filme através de material de arquivo, entrevistas e imagens de tirar o fôlego das paisagens que circundam esse patrimônio.

Dirigido por Petrucio Araújo, o documentário mostra as fortificações construídas do período colonial ao republicano sob as perspectivas econômica, política e militar, como parte relevante da história do Brasil enquanto povo e nação.

A produção reúne entrevistas com sumidades no assunto, como o coronel Elcio Secomandi, o arquiteto do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) Victor Hugo Mori, os professores Hélio Halite (Sesi-SP) e Clotilde Paul (USP), o historiador J Muniz Jr., o comandante do 1o Batalhão de Defesa Antiaérea, general João Chalella, entre outros.

Com uma linguagem visual marcante, composta de belíssimas imagens dos cenários e dos monumentos históricos, o filme faz uma viagem no tempo. O espectador pode observar a história da região da Baixada Santista com um entendimento ampliado e aprofundado, através de novos significados dados aos fortes e fortificações.

Com 52 minutos de duração, o documentário levou três anos para ser concluído. A produção faz parte do dossiê enviado à Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) com o objetivo de tornar patrimônios da humanidade os fortes São João e Fortaleza da Barra Grande.

Reprise. 52 min.
Classificação Indicativa: Livre
Horário: 12h15

Domingo, 5 de dezembro

Sessão Família – A Menina no País das Maravilhas
14h00, na TV Brasil

Título original: Phoebe in Wonderland. País: Estado Unidos. Ano: 2008. Gênero: drama. Direção: Daniel Barnz. Elenco: Elle Fanning, Felicity Huffman, Bill Pullman, Emily Blunt, Patricia Clarkson e Max Baker.

A jovem Phoebe Lichten (Elle Fanning) sonha em participar da peça "Alice no País das Maravilhas", que será encenada na sua escola, mas a menina é sempre rejeitada pelos colegas de turma.

O comportamento de Phoebe piora a cada dia, o que deixa seus pais – Hillary (Felicity Huffman) e Peter (Bill Pullman) – preocupados por não compreenderem a filha.

Eles tentam ajudar a filha, mas a garota se esconde em suas fantasias, confundindo realidade com sonho. Agora, Phoebe terá que enfrentar um duro, doloroso e emocionante processo de autodescoberta e transformação pessoal.

Reprise. 96 min.
Classificação Indicativa: 12 anos.
Horário: 14h00

Domingo, 5 de dezembro

Cine Nacional – Billi Pig
16h00, na TV Brasil

País: Brasil. Ano: 2012. Gênero: comédia. Direção: José Eduardo Belmonte. Elenco: Selton Mello, Grazi Massafera, Milton Gonçalves, Preta Gil, Milhem Cortaz, Cássia Kis Magro e Léa Garcia.

A aspirante atriz Marivalda (Grazi Massafera) tem sonhos com Billi, um porco de plástico que guarda desde a infância. Nas conversas com Marivalda, Billi insiste que ela deve abandonar o marido, Wanderley (Selton Mello), um corretor de seguros falido que, argumenta o porco, não consegue dar ela o merecido luxo na vida. Movida pelos conselhos de Billi, Marivalda dá um ultimado ao marido.

Desesperado por uma solução que preserve seu casamento, Wanderley bola um plano junto ao padre Roberval (Milton Gonçalves), que tem fama de milagreiro. Juntos, eles esperam obter ganhos junto ao traficante Boca (Otávio Muller), cuja filha se encontra em coma.

Reprise. 98 min.
Classificação Indicativa: 12 anos
Horário: 16h00

Domingo, 5 de dezembro

Cine Retrô – Jeca contra o Capeta
03h30, na TV Brasil (madrugada de domingo, dia 5/12, para segunda-feira, dia 6/12)

País: Brasil. Ano: 1975. Gênero: comédia. Direção: Amácio Mazzaropi e Pio Zamuner. Elenco: Amácio Mazzaropi, Geny Prado, Roberto Pirilo, Néa Simões, Fausto Rocha Jr, Rose Garcia, Jair Talarico, Leonor Navarro, Jorge Pires, Aparecida de Castro, José Mauro Ferreira, José Velloni, Carlos Garcia, Cavagnole Neto, Macedo Netto, Rui Elias, Luiz Carlos de Oliveira, Almerinda dos Santos.

Em uma pequena cidade do interior, a notícia da aprovação do divórcio alegra a viúva Dionísia (Néa Simões) que tem a ideia fixa de conquistar o caipira Poluído (Amácio Mazzaropi). Este, porém, é bem-casado e feliz. O caipira se vê obrigado a enfrentar a rica fazendeira que é obcecada por ter seu amor.

Uma morte controversa ronda o povoado e as suspeitas sobre o assassinato envolvem a família de Poluído. O filho dele é acusado injustamente pelo crime. Perseguido, o caipira foge para o campo. Perversa, a proprietária rural faz chantagem pelo homem por quem é apaixonada. A viúva Dionísia quer obrigá-lo a se divorciar da esposa na expectativa de que Poluído se case com ela.

Paródia tupiniquim do clássico filme de terror americano "O Exorcista" (1974), a comédia brasileira "Jeca contra o capeta" (1975) fez sucesso e obteve bastante repercussão no país. A gozação de Amácio Mazzaropi com a temática provoca risadas despretensiosas há várias gerações.

Campeão de bilheteria, o longa-metragem levou multidões para as salas de cinema. A trama de humor conquistou o público e teve números impressionantes para a sétima arte nacional na época, com mais de dois milhões e meio de espectadores.

Reprise. 95 min.
Classificação Indicativa: 12 anos
Horário: 03h30 (madrugada de domingo, dia 5/12, para segunda-feira, dia 6/12)

Segunda-feira, 6 de dezembro

Sessão Família – Bons de Bico
13h00, na TV Brasil

Título original: Free Birds. País: Estados Unidos. Ano: 2013. Gênero: animação. Direção: Jimmy Hayward.

Rivais, Reggie e Jake são dois perus que realmente não se relacionam bem. Apesar disso, eles são obrigados a colocar as diferenças de lado em prol de um bem maior assim. A dupla vai embarcar em uma aventura bastante inusitada ao viajar no tempo para mudar os rumos da História. Eles devem tentar eliminar o peru do cardápio tradicional das festas de fim de ano.

Considerado um bicho diferente, Reggie não se sente como as outras aves do sítio em que vive. Ele percebe que os fazendeiros estão apenas engordando os animais para devorá-los mais tarde, mas ninguém presta atenção no que o peru diz.

Quando chega a sua vez de ser morto no Dia de Ação de Graças, Reggie tem sorte, pois é poupado pelo presidente dos Estados Unidos e adotado por sua filhinha, levando então uma vida de conforto e mordomias.

Um dia, Reggie é buscado por Jake, um peru corajoso que recebeu ordens superiores para resgatá-lo. Segundo os planos, os dois animais devem entrar em uma máquina do tempo, voltar no século XVII e impedir que os colonos americanos tenham a ideia de matar perus nas festas de fim de ano.

Reggie não tem a menor intenção de fazer a viagem, mas é obrigado por Jake a aceitar a aventura. Quando volta no tempo, a dupla vai conhecer um mundo cheio de perigos, incluindo cães selvagens e caçadores de perus, mas também novas amizades e amores.

Reprise. 91 min.
Classificação Indicativa: Livre.
Horário: 13h00

Segunda-feira, 6 de dezembro

Cine DOC – Além da Visão
22h30, na TV Brasil
03h45, na TV Brasil (madrugada de segunda, dia 6/12, para terça-feira, dia 7/12)
País: Brasil. Ano: 2016. Gênero: documentário. Direção: Bruno Lemos e Luiz Werneck.

Apesar de cego, o adolescente brasileiro Derek Rabelo decide se tornar surfista e embarca em um árduo programa de treinamento de três anos. Seu objetivo é surfar as temidas ondas de Pipeline, no Havaí, ao lado de lendas do surf, como Kelly Slater, Eddie Rothman, CJ Hobgood e Carlos Burle.

Derek, que nasceu sem a visão, sabe surfar, nadar, andar de skate e de bicicleta. Faz tudo o que um jovem de 18 anos pode fazer. Mas o rapaz continua decidido a ir além...

Dirigido por Luiz Werneck e Bruno Lemos, o filme conta com depoimentos de Kelly Slater, Carlos Burle, Danilo Couto, Derek Ho, Eddie Rothman, Gabriel Pensador, entre outros.

Reprise. 94 min.
Classificação Indicativa: Livre.
Horário: 22h30
Horário: 03h45 (madrugada de segunda, dia 6/12, para terça-feira, dia 7/12)

Terça-feira, 7 de dezembro

Sessão Família – O Pequeno Órfão
13h00, na TV Brasil

Título original: Rémi sans famille. País: França. Ano: 2018. Gênero: comédia dramática. Direção: Antoine Blossier. Elenco: Daniel Auteuil, Maleaume Paquin, Jacques Perrin, Virgnie Ledoyen, Jonathan Zaccaï, Ludivine Sagnier, Zoe Boyle, Albane Masson, Nicholas Rowe, Nicola Duffet, Simon Armstrong.

A comédia dramática francesa "O Pequeno Órfão" (2018) é baseada no romance "Sans Famille", obra redigida pelo escritor francês Hector Malot.

A trama acompanha as aventuras de Rémi (Maleaume Paquin), um garoto que é abandonado em uma igreja quando bebê. A doce Madame Barberin (Ludivine Sagnier) assume a maternidade, porém seu marido, com dificuldades financeiras após um grave acidente, resolve devolver o menino para o orfanato.

No caminho, porém, ele se depara com um ex-violinista chamado Vitalis (Daniel Auteuil). O artista descobre o talento musical de Rémi e se oferece para "alugar" o garoto para o menino escapar do orfanato. Os dois passam a viajar pela França para entreter as pessoas.

Arrancado das mãos de sua mãe adotiva e confiado ao senhor Vitalis, um misterioso músico itinerante, Rémi vai aprender a dura vida de acrobata e a cantar para ganhar seu pão. Acompanhado do fiel cão Capi e do macaquinho Joli-Coeur, Rémi parte em uma longa jornada pelo país – marcada por encontros, amizades e ajuda mútua – que o levará ao segredo sobre suas próprias origens.

Reprise. 105 min.
Classificação Indicativa: 12 anos
Horário: 13h00

Terça-feira, 7 de dezembro

Cine Retrô – Zé do Periquito
22h30, na TV Brasil
03h45, na TV Brasil (madrugada de terça, dia 7/12, para quarta-feira, dia 8/12)

País: Brasil. Ano: 1960. Gênero: comédia. Direção: Amácio Mazzaropi e Ismar Porto. Elenco: Amácio Mazzaropi, Geny Prado, Roberto Duval, Nena Viana, Amélia Bittencourt.

Em "Zé do Periquito", Amácio Mazzaropi interpreta Genó, um tímido e pobre jardineiro de um colégio que se encanta por uma das alunas, Carmem. A jovem é filha de um empresário bem-sucedido que passa por dificuldades financeiras.

Para poder conquistar a moça, Genó deixa o emprego de jardineiro e vai para outra cidade onde trabalha com seu realejo em busca de dinheiro. O realejo fica famoso e, em pouco tempo, Genó consegue uma pequena fortuna.

As filmagens foram realizadas nos Estúdios da Vera Cruz, com locações em Santos. O longa conta ainda com números musicais de Mazzaropi, Agnaldo Rayol e Hebe Camargo, Cely Campello, Tony Campello, George Freedman, Paulo Molin e Carlão.

Reprise. 100 min.
Classificação Indicativa: 12 anos.
Horário: 22h30
Horário: 03h45 (madrugada de terça, dia 7/12, para quarta-feira, dia 8/12)

Quarta-feira, 8 de dezembro

Sessão Família – A Gangue Zip Zap
13h00, na TV Brasil

Título original: Zipi y Zape y el club de la canica. País: Espanha. Ano: 2013. Gênero: infantil, família, aventura. Direção: Oskar Santos. Roteiro: Oskar Santos e Jorge Lara. Elenco: Javier Gutiérrez, Raúl Rivas, Daniel Cerezo, Claudia Veja, Marcos Ruiz, Fran García.

Após serem punidos na escola, os irmãos gêmeos Zip (Raúl Rivas) e Zap (Daniel Cerezo) são enviados para um centro de educação conhecido pela rigidez de seus métodos corretivos. Muito severo, Falconetti (Javier Gutiérrez) é o diretor do centro que repudia qualquer forma de lazer e entretenimento.

Zip e Zap, cansados dessa situação, formam um grupo cujos princípios incluem a coragem, a amizade e a inteligência. Desse modo, conseguem desafiar os desmandos do diretor e se divertir.

O filme "A Gangue Zip Zap" é uma adaptação para o cinema dos quadrinhos "Zipi y Zape", do espanhol José Escobar Saliente.

O longa-metragem conquistou o Troféu Especial da Juventude no Festival de Seattle 2014. A produção foi indicada, ainda, ao Prêmio Goya nas categorias Melhor Roteiro Adaptado, Direção de Produção, Efeitos Visuais e Direção Artística.

Reprise. 97 min.
Classificação Indicativa: Livre
Horário: 13h00

Quinta-feira, 9 de dezembro

Sessão Família – Meu Japão Brasileiro
13h00, na TV Brasil

País: Brasil. Ano: 1965. Gênero: comédia. Direção: Glauko Mirko Laurelli. Elenco: Amácio Mazzaropi, Geny Prado, Célia Watanabe, Zilda Cardoso, Carlos Garcia, Reynaldo Martini, Adriano Stuart Elk Alves, Francisco Gomes, Judith Barbosa, Bob Junior, Ivone Hirata, Luiz Tokio, Luzia Yoshigumi.

Em uma comunidade rural nipo-brasileira, Amácio Mazzaropi vive um agricultor chamado Fofuca que enfrenta a exploração descarada do "seu" Leão, responsável por intermediar os negócios entre os produtores e o comércio na cidade.

Após muito penar em suas mãos, Fofuca articula com os camponeses a formação de uma cooperativa agrícola. Leão e seus filhos, entretanto, não vêem com bons olhos esta iniciativa e vão fazer de tudo para impedir Fofuca e seus amigos de conseguirem se dar bem neste Japão brasileiro.

Reprise. 102 min.
Classificação Indicativa: 12 anos.
Horário: 13h00

Quinta-feira, 9 de dezembro

Cine Retrô – Mulheres à Vista
22h30, na TV Brasil
03h45, na TV Brasil (madrugada de quinta, dia 9/12, para sexta-feira, dia 10/12)

País: Brasil. Ano: 1959. Gênero: comédia musical. Direção: J. B. Tanko. Roteiro: Roteiro: Chico Anysio e Victor Lima. Elenco: Zé Trindade, Grande Otelo, Consuelo Leandro, Carlos Imperial, Renato Restier, Aida Campos, Estelita Bell, Duarte de Moraes, Geraldo Meyer, Darci Souza, Paulo Rodrigues, Peri Borges, Geraldo Alves, Bill Farr, Georgette Villas.

A trama acompanha as confusões de João Flores (Zé Trindade), empresário de uma companhia teatral mambembe. A trupe é formada por ele, a vedete Mariazinha Boca de Caçapa (Consuelo Leandro), o ex-ajudante de palhaço Napoleão Josafá (Grande Otelo) e o cantor sem voz Benedito (Carlos Imperial).

João Flores tenta organizar um grande teatro de revista numa renomada casa teatral carioca e para conseguir o dinheiro aplica vários golpes, ajudado pelos seus companheiros. Ele assedia Madame Virtuosa (Estelita Bell), a viúva dona do teatro Virtuosa. Também compra a prazo e vende a vista diversos produtos.

A quantidade de credores a perseguir João Flores se torna enorme e para complicar ainda mais a situação, o antigo empresário que alugava o teatro, Galileu (Renato Restier), busca evitar que o malandro alcance o sucesso pois quer conseguir de volta o teatro, em condições mais vantajosas.

A produção dirigida por J.B.Tanko para a Herbert Richers reúne diversos números musicais que envolvem os protagonistas Zé Trindade e Grande Otelo. A filme musical ainda traz astros da época em performances marcantes.

Alguns dos artistas convidados para se apresentar na comédia são personalidades como Nelson Gonçalves, Bill Farr (que também atua), Virgínia Lane, Emilinha Borba, Jorge Goulart, Dircinha Batista, Linda Batista, Joel de Almeida, Neusa Maria, Ruy Rey e sua orquestra, além de Jupira e suas Cabrochas.

Reprise. 100 min.
Classificação Indicativa: 12 anos
Horário: 22h30
Horário: 03h45 (madrugada de quinta, dia 9/12, para sexta-feira, dia 10/12)

Sexta-feira, 10 de dezembro

Sessão Família – O Segredo do Vale da Lua
13h00, na TV Brasil

Título original: The Secret of Moonacre. País: Reino Unido. Ano: 2008. Gênero: aventura. Direção: Gábor Csupó. Elenco: Dakota Blue Richards, Ioan Gruffudd, Tim Curry, Natascha McElhone e Juliet Stevenson, Michael Webber.

Bela Bontempo (Dakota Blue Richards) é uma órfã de 13 anos, que após a morte de seu pai, precisa se mudar da mansão luxuosa em que mora com várias mordomias para a sombria casa de seu tio Benjamin (Ioan Gruffudd), no misterioso Vale da Lua. Ao passear pela floresta próxima a sua nova residência, ela descobre uma maldição que divide duas famílias há séculos e que põe em risco o próprio vale.

Em um mundo misterioso e cheio de disputas de interesse e poder entre o tio e a sinistra família de Coeur De Noir, a jovem descobre que ela é o centro de tudo, uma vez que é a última princesa herdeira da linhagem. Bela será guiada por uma legião de estranhos aliados na tentativa de manter a honra de sua família e evitar que o Vale da Lua desapareça para sempre. 

Para salvar o local, ela precisa quebrar o feitiço antes da 5.000ª lua cheia. A jovem conta com a ajuda do chefe Pierre (Michael Webber), um cozinheiro maluco, a sra. Lavandísca (Juliet Stevenson), sua babá, e o cão Rufus. No decorrer do filme Bela conhece Robin (Augustus Prew), o mais jovem da família Coeur De Noir, rival da sua, e os dois acabam se afeiçoando um pelo outro, ajudando a salvar o Vale da Lua.

Reprise. 103 min.
Classificação Indicativa: 12 anos.
Horário: 13h00

Sexta-feira, 10 de dezembro

Festival de Cinema – Um pouco de Caos
22h30, na TV Brasil
03h45, na TV Brasil (madrugada de sexta-feira, dia 10/12, para sábado, dia 11/12)

Título original: A Little Caos. País: Reino Unido. Ano: 2014. Gênero: drama, romance. Direção: Alan Rickman. Elenco: Kate Winslet, Alan Rickman, Jennifer Ehle, Matthias Schoenaerts, Helen McCrory, Stanley Tucci.

O filme se passa na França do século XVII, época em que o rei Luís XIV (Alan Rickman) estava no comando. O monarca decide mudar a sede do reino do Louvre para o Palácio de Versalhes, no interior do país. Ele incumbe o paisagista e arquiteto André Le Notre (Matthias Schoenaerts) de projetar os jardins do palácio.

Afim de encontrar um ajudante para esse trabalho, Le Notre entrevista alguns candidatos, dentre eles a jardineira Sabine De Barra (Kate Winslet). O arquiteto fica intrigado com o estilo da paisagista, que é totalmente oposto ao seu, e mesmo assim decide contratá-la para a função.

Aos poucos as desavenças entre os dois desaparecem, e a dupla se aproxima. A relação profissional logo torna-se mais íntima e fofocas chegam ao conhecimento da mulher de Le Notre, a popular Françoise (Helen McCrory).

Reprise. 117 min.
Classificação Indicativa: 14 anos
Horário: 22h30
Horário: 03h45 (madrugada de sexta-feira, dia 10/12, para sábado, dia 11/12)

Sábado, 11 de dezembro

Cine Retrô – Chofer de Praça
18h30, na TV Brasil

País: Brasil. Ano: 1958. Gênero: comédia. Direção: Milton Amaral. Elenco: Amácio Mazzaropi, Geny Prado, Celso Faria, Ana Maria Nabuco, Carmen Morales, Maria Helena Dias, Roberto Duval, Elk Alves, Benedito Liendo. Participação especial: Lana Bittencourt e Agnaldo Rayol. 

No filme "Chofer de Praça" (1958), o saudoso ator e cineasta Amácio Mazzaropi é o protagonista da trama e também acumula as funções de produtor e roteirista. A partir dessa obra, o humorista passa a colaborar frequentemente com os diretores.

A comédia "Chofer de Praça" foi o primeiro trabalho de Mazzaropi com a atriz Geny Prado. A artista foi seu par constante ao longo da carreira. Os números musicais do longa são apresentados por artistas como Lana Bittencourt e Agnaldo Rayol que fazem participação especial na produção. 

Na trama dirigida por Milton Amaral, Amácio Mazzaropi interpreta o humilde Zacarias, que se muda com a mulher Augusta para uma vila em São Paulo com o objetivo de arrumar um emprego e ajudar o filho Raul a pagar a faculdade de Medicina. O sonho do sujeito é ver o rapaz formado.

Disposto a fazer o possível e o impossível para ajudar a família, o protagonista consegue um trabalho como chofer de praça. Zacarias começa a dirigir um modelo de carro antigo, muito barulhento e fumacento, que rapidamente vira motivo de muitas piadas e de viagens repletas de trapalhadas.

Reprise. 97 min.
Classificação Indicativa: 10 anos.
Horário: 18h30

Domingo, 12 de dezembro

Cine DOC – Para Gostar de Ler
09h00, na TV Brasil

País: Brasil. Ano: 2017. Gênero: documentário. Direção: Eduardo Rajabally.

O documentário aborda a importância da leitura na primeira infância e sua influência na construção do mundo interior e na imaginação de crianças. O filme busca acessar essa dimensão mágica que é ativada e enriquecida através da leitura. Ao mesmo tempo, procura respostas lógicas e reflexões sobre o papel da leitura e dos livros atualmente.

A produção traz o depoimento de diversos especialistas, pensadores, especialistas em desenvolvimento infantil, neuropediatras, pedagogos e autores. O documentário ainda registra a forma intimista que crianças especialmente selecionadas em algumas cidades brasileiras interagem com a leitura, estimulando a imaginação e a fantasia infantil.

Reprise. 60 min.
Classificação Indicativa: Livre
Horário: 09h00

Domingo, 12 de dezembro

Versos da Ilha
10h00, na TV Brasil

País: Brasil. Ano: 2013. Gênero: curta-metragem. Direção, fotografia e edição: Daniel Choma. Pesquisa e produção: Tati Costa.

Memórias femininas sobre uma ilha em descobrimento. O tempo em movimento expresso nas cantigas de roda, versos de 'ratoeira', narrativas e gestos de simpáticas rendeiras. Elas têm em comum o ofício da Renda de Bilros, uma arte do fazer que há gerações é passada de mãe para filha em Florianópolis. Entre linhas, bilros e lembranças, faz-se a trama dos cantos e encantos da cultura ilhéu.

Reprise. 13 min.
Classificação Indicativa: Livre
Horário: 10h00

Domingo, 12 de dezembro

Sessão Família – Uma Viagem Extraordinária
14h00, na TV Brasil

Título original: The Young and Prodigious T.S. Spivet. País: França e Canadá. Ano: 2013. Gênero: aventura, drama, fantasia. Direção: Jean-Pierre Jeunet. Elenco: Helena Bonham Carter, Robert Maillet, Callum Keith Rennie, Kyle Catlett, Judy Davis, Niamh Wilson, Jakob Davies, Rick Mercer.

T.S. Spivet (Kyle Catlett) é um garoto superdotado, apaixonado por cartografia. Quando ganha um prêmio científico importante, o menino de apenas 12 anos decide abandonar sua família em Montana, uma região rural, para atravessar sozinho os Estados Unidos, até chegar a Washington. O único problema é que o júri não sabe que o vencedor ainda é uma criança.

Pequeno gênio da ciência, T.S. Spivet conquista um importante concurso e decide empreender uma jornada para sair do rancho isolado e cruzar um longo trajeto pelos Estados Unidos. Ele não se interessa pelo reconhecimento científico, mas busca ser aceito pela própria família.

O menino mora numa pequena e isolada fazenda no estado de Montana, aos pés das Montanhas Rochosas, com a mãe Clair (Helena Bonham Carter), o pai (Callum Keith Rennie), a irmã mais velha Gracie (Niamh Wilson) e o irmão gêmeo Layton (Jakob Davies).

O filme é uma adaptação do romance de Reif Larsen sobre um menino gênio e sua peculiar família. O longa tem direção de Jean-Pierre Jeunet, cineasta responsável pelo sucesso cult "O Fabuloso Destino de Amélie Poulain" (2001).

Reprise. 105 min.
Classificação Indicativa: Livre
Horário: 14h00

Domingo, 12 de dezembro

Cine Nacional – Gosto se Discute
16h00, na TV Brasil

País: Brasil. Ano: 2017. Gênero: comédia. Direção: André Pellenz. Elenco: Cássio Gabus Mendes, Kéfera Buchmann, Gabriel Godoy, Paulo Miklos.

Chef de um restaurante requintado e tradicional, Augusto (Cássio Gabus Mendes) vê seu negócio entrar em crise por causa do sucesso de um ex-discípulo, Patrick (Gabriel Godoy), que instala um ‘food truck’ na praça onde fica o restaurante.

O banco, que também é sócio no restaurante, envia a meticulosa Cristina (Kéfera Buchmann) para atuar como nova gerente de Augusto e inspecionar a administração do estabelecimento. De imediato, Cristina e Augusto batem de frente, pois ela deseja implementar ideias inovadoras, a fim de mudar a rotina do local e torná-lo um sucesso entre os críticos de gastronomia.

Diante desse embate nos primeiros contatos com a nova gestora e sob pressão para criar um cardápio original, Augusto desenvolve uma síndrome rara e perde o paladar. Com isso, o protagonista passa a receber conselhos inusitados de seu médico (Paulo Miklos), que parecem não ajudar muito.

Reprise. 80 min.
Classificação Indicativa: 12 anos
Horário: 16h00

Domingo, 12 de dezembro

Cine Retrô – O Puritano da Rua Augusta
03h30, na TV Brasil (madrugada de domingo, dia 12/12, para segunda-feira, dia 13/12)

País: Brasil. Ano: 1965. Gênero: comédia. Direção: Amácio Mazzaropi. Elenco: Amácio Mazzaropi, Marly Marley, Marina Freire, Elizabeth Hartmann, Edgard Franco.

O comediante Amácio Mazzaropi interpreta o personagem Punduroso, um pai de família extremamente conservador. Ele deixa os filhos loucos com sua mania de manter a moral e os bons costumes sempre em primeiro lugar.

Após sofrer um ataque do coração, nada mais vai ser como antes: o protagonista passa a se comportar como um jovem outra vez, muda o cabelo, as roupas e até o gosto pela música.

Reprise. 102 min.
Classificação Indicativa: 12 anos.
Horário: 03h30 (madrugada de domingo, dia 12/12, para segunda-feira, dia 13/12)
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV.

Postagem Anterior Próxima Postagem