TV Brasil - Programação de Filmes de 01 a 09 de janeiro

Divulgação

Confira a programação de filmes da TV Brasil de 01 a 09 de janeiro.

Sábado, 1º de janeiro

Cine Retrô – O Grande Xerife
18h30, na TV Brasil

País: Brasil. Ano de estreia: 1972. Gênero: comédia. Direção: Pio Zamuner. Elenco: Amácio Mazzaropi, Patricia Mayo, Paulo Bonelli, Tony Cardi, Augusto César Ribeiro.

O humorista Amácio Mazzaropi interpreta o chefe dos correios, Inácio Poróroca, um viúvo que é pai de Mariazinha. Ele é o morador mais antigo de Vila do Céu onde vive cuidando da vida dos outros.

Um dia, chega na cidade, disfarçado de padre, o bandidão João Bigode. Em uma arruaça no bar da cidade, o maldoso mata o xerife e põe Poróroca em seu lugar. A confusão está armada e só o Grande Xerife pode proteger o povoado.

Reprise. 95 min.

Classificação Indicativa: 12 anos

Horário: 18h30

Domingo, 2 de janeiro

Sessão Família – Seefood – Um Peixe Fora D'Água
14h00, na TV Brasil

Título original: Seefood. País: China, EUA, Coréia e China. Ano: 2011. Gênero: animação. Direção: Aun Hoe Goh. Roteiro: Jeffrey Chiang.

O jovem tubarão Pup descobre que caçadores humanos estão roubando muitos ovos de seu recife. O personagem toma como missão pessoal salvar seus irmãos e irmãs não eclodidos. Com a ajuda de seus amigos, o animal marinho decide recuperá-los.

Para isso, ele deve sair do mar e enfrentar uma grande aventura no estranho e perigoso mundo dos seres humanos, a terra. Temendo pela segurança de Pup, o tubarão Julius se disfarça e o acompanha na missão, a fim de proteger seu melhor amigo.

Reprise. 93 min.

Classificação Indicativa: Livre

Horário: 14h00

Domingo, 2 de janeiro

Cine Retrô – Os Trapalhões no Auto da Compadecida
16h00, na TV Brasil

País: Brasil. Ano: 1987. Gênero: comédia. Direção: Roberto Farias. Elenco: Renato Aragão, Dedé Santana, Mussum, Zacarias, Betty Gofman, Cláudia Jimenez, José Dumont, Renato Consorte, Raul Cortez, Luiz Armando Queiróz, Emanuel Cavalcanti, Sandro Solviati, Marinho Barbosa.

João Grilo (Renato Aragão) e Chicó (Dedé Santana) vivem armando confusões, afrontando um sacristão humilde (Mussum) e um padeiro (Zacarias), sempre traído pela mulher (Cláudia Jimenez) na pequena e pacata cidade de Taperoá.

Todos vivem sob os desmandos do bispo (Renato Consorte), do padre (Emmanuel Cavalcanti) e do major (Raul Cortez). Até que um dia, em um ataque à cidade, todos morrem pelas mãos do cangaceiro Severino (José Dumont).

Após a morte, todos precisam enfrentar um julgamento do Diabo (Raul Cortez) e depois no céu, o que os coloca diante de Deus (Mussum) e da Virgem Maria (Betty Gofman).       

Inédito. 96 min.

Classificação Indicativa: Livre

Horário: 16h00 

Domingo, 2 de janeiro

Cine Retrô – O Corintiano

03h30, na TV Brasil (madrugada de domingo, dia 2/1, para segunda-feira, dia 3/1)

País: Brasil. Ano: 1967. Gênero: comédia. Direção: Milton Amaral. Elenco: Amácio Mazzaropi, Elizabeth Marinho, Lúcia Lambertini, Carlos Garcia, Roberto Pirillo, Leonor Lambertini, Nicolau Guzzardi, Roberto Orosco.

Em "O Corintiano", Amacio Mazzaropi é 'Seu' Manuel, um barbeiro fanático pelo Corinthians Paulista. Ele é capaz das maiores loucuras para torcer pelo seu time do coração como andar com um burro preto e branco, bater boca com torcedores de times rivais, fazer promessas malucas e orações, passar por sofrimentos, xingar na arquibancada e comprar todos os jornais das bancas quando seu time perde.

Reprise. 98 min.

Classificação Indicativa: Livre

Horário: 03h30 (madrugada de domingo, dia 2/1, para segunda-feira, dia 3/1)

Segunda-feira, 3 de janeiro

Sessão Família – Meu Querido Elfo
14h00, na TV Brasil

Título original: Domovoy. País: Rússia. Ano: 2019. Gênero: aventura, fantasia. Direção: Evgeniy Bedarev. Elenco: Sergey Chirkov, Ekaterina Guseva, Dmitriy Bedarev, Dmitriy Belotzerkovskiy, Mikhail Bespalov, Olga Ostroumova-Gutschmidt, Alexandra Politic, Anastasiya Abadzhidi.

A trama russa de contos de fadas acompanha uma família que acaba de comprar um flat em um arranha-céu de Moscou. Eles não sabem que uma criatura mítica – um elfo doméstico – vive na residência há mais de um século.

A arquiteta Vika (Ekaterina Guseva), mãe solteira da pequena Alina (Alexandra Politic), precisa encarar o misterioso ser dotado de poderes mágicos que se esconde e há anos usa truques contra os inquilinos no apartamento do antigo e imponente edifício.

O elfo Domovoy (Sergey Chirkov) é contra moradores no local por causa de uma maldição imposta por uma bruxa contratada pela agente imobiliária para tirá-lo da residência. Agora, os novos donos da casa tentam fazer amizade com ele. A criatura mantém a propriedade e seu tesouro protegidos da perigosa feiticeira.

Assim, além de travar uma verdadeira batalha contra o habitante indesejado, mãe e filha também precisam resistir às investidas da bruxa Mama Fima (Olga Ostroumova-Gutschmidt). A feiticeira quer se apossar da preciosidade escondida pelo elfo sob o assoalho do flat.

Com direção de Evgeniy Bedarev, o filme russo de aventura e fantasia leva às telas a figura do "Domovoy", criatura típica do folclore eslavo. Esse espírito doméstico é semelhante a um elfo, porém ainda mais travesso.

Reprise. 90 min.

Classificação Indicativa: 12 anos

Horário: 14h00

Segunda-feira, 3 de janeiro

Cine DOC – Do Pó da Terra

22h30, na TV Brasil

03h45, na TV Brasil (madrugada de segunda, dia 3/1, para terça-feira, dia 4/1)

País: Brasil. Ano: 2017. Gênero: documentário. Direção: Mauricio Nahas.

O documentário é um retrato afetivo e aprofundado sobre a relação entre artesãos do Vale do Jequitinhonha e a matéria-prima que utilizam, o barro. Substância que vem da terra, do pó, o barro dá a chance de gente simples transformar a miséria em arte.

A produção revela a influência da terra na cultura e na vida dos moradores dessa região norte de Minas Gerais. O filme acompanha o cotidiano de 12 artistas plásticos e ceramistas, na maioria mulheres, que encontram no artesanato sua sobrevivência e também sua identidade.

Obra audiovisual que marca a estreia do experiente fotógrafo Maurício Nahas como diretor de cinema, "Do Pó da Terra" contrapõe beleza extrema e condições de vida precárias. O doc destaca o cotidiano de pessoas comuns que transformam o ordinário da rotina em artes geniais.

Nos vilarejos com natureza espetacular do Vale do Jequitinhonha, o cineasta investiga os desafios de quem converte barro em arte. Cada rosto esculpido revela um sulco cavado na pele sofrida de pessoas que lutam e amam muito o que fazem.

Reprise. 78 min.

Classificação Indicativa: Livre

Horário: 22h30

Horário: 03h45 (madrugada de segunda, dia 3/1, para terça-feira, dia 4/1)

Terça-feira, 4 de janeiro

Sessão Família – Peixonauta: agente secreto da O.S.T.R.A.
14h00, na TV Brasil

País: Brasil. Ano: 2012. Gênero: animação, aventura Direção: Celia Catunda, Kiko Mistrorigo. Roteiro: Marcela Catunda, Marcus Aurelius Pimenta.

Para se tornar um agente especial da Organização Secreta para Total Recuperação Ambiental (O.S.T.R.A) e conquistar uma nova insígnia, Peixonauta terá de cumprir sete incríveis missões, contando com a ajuda de seus amigos Marina e Zico, além de toda a turma do Parque das Árvores Felizes.

Por meio de seu traje especial, uma roupa no estilo astronauta, Peixonauta é um peixe que consegue voar e viver fora d'água. Ele vive diversas aventuras, enfrenta desafios e desvenda mistérios ao lado de seus inseparáveis companheiros.
 
Reprise. 96 min.

Classificação Indicativa: Livre

Horário: 14h00

Terça-feira, 4 de janeiro

Cine Retrô – O Noivo da Girafa

22h30, na TV Brasil

03h45, na TV Brasil (madrugada de terça, dia 4/1, para quarta-feira, dia 5/1)

País: Brasil. Ano de estreia: 1957. Gênero: comédia. Direção: Victor Lima. Elenco: Amácio Mazzaropi, Glauce Rocha, Roberto Duval, Nieta Junqueira, Manoel Vieira, Celeneh Costa, Francisco Dantas, Palmerim Silva, Arnaldo Montel, Benito Rodrigues, Joyce de Oliveira, Pachequinho, Armando Nascimento, Carlos Duval, Walter Moreno, Ferreira Leite, Waldir Maia, Véra Lucia.

Funcionário do Zoológico do Rio de Janeiro, Aparício Boamorte (Amácio Mazzaropi) desenvolve um laço afetivo com a girafa do parque, com quem costuma conversar enquanto trabalha. O humilde tratador de animais vira alvo de chacota dos colegas, que o apelidam de "Noivo da Girafa".

Dono da pensão onde Aparício mora, Seu Gonçalves (Manoel Vieira) reclama pelo atraso no pagamento. Já a solteirona Inesita (Glauce Rocha) e o Poeta (Roberto Duval), pretenso filósofo, mas pianista de cabaré, tentam compreender a simplicidade de Boamorte, um homem do interior.

As filhas de Seu Gonçalves, Aninha (Vera Lucia) e Clara (Celeneh Costa), também simpatizam com o pobre cuidador de animais. Quando Aninha adoece de repente, logo suspeita-se que Aparício tenha contaminado a menina com alguma doença proveniente dos animais.

Sem dinheiro para atendimento médico, Aparício se consulta com o veterinário do zoológico. Após um exame de sangue, o clínico constata que o tratador de animais tem leucemia terminal e apenas 15 dias de vida.

A notícia se espalha e os conhecidos de Aparício passam a tratá-lo bem. Já o dono da pensão vê nisso uma oportunidade e tenta arranjar o casamento de sua filha mais velha, Clara, com Aparício. Seu plano é torná-la herdeira da fortuna de um tio rico do cuidador de animais.

Realizada em 1957, a comédia "O Noivo da Girafa" é parte da trilogia carioca de Amácio Mazzaropi, ao lado de "Fuzileiro do Amor" e "Chico Fumaça". Filmado nos estúdios da antiga TV-Rio, o longa-metragem traz imagens do Rio de Janeiro da época, incluindo o Corcovado, o bondinho do Pão de Açúcar e a praia de Copacabana.

A trilha sonora é assinada pelo maestro Radamés Gnatalli e as canções são interpretadas pelo próprio Mazzaropi.

Reprise. 92 min.

Classificação Indicativa: Livre

Horário: 22h30

Horário: 03h45 (madrugada de terça, dia 4/1, para quarta-feira, dia 5/1)

Quarta-feira, 5 de janeiro

Sessão Família – Uma Viagem Extraordinária

14h00, na TV Brasil

Título original: The Young and Prodigious T.S. Spivet. País: França e Canadá. Ano: 2013. Gênero: aventura, drama, fantasia. Direção: Jean-Pierre Jeunet. Elenco: Helena Bonham Carter, Robert Maillet, Callum Keith Rennie, Kyle Catlett, Judy Davis, Niamh Wilson, Jakob Davies, Rick Mercer. 

T.S. Spivet (Kyle Catlett) é um garoto superdotado, apaixonado por cartografia. Quando ganha um prêmio científico importante, o menino de apenas 12 anos decide abandonar sua família em Montana, uma região rural, para atravessar sozinho os Estados Unidos, até chegar a Washington. O único problema é que o júri não sabe que o vencedor ainda é uma criança.

Pequeno gênio da ciência, T.S. Spivet conquista um importante concurso e decide empreender uma jornada para sair do rancho isolado e cruzar um longo trajeto pelos Estados Unidos. Ele não se interessa pelo reconhecimento científico, mas busca ser aceito pela própria família.

O menino mora numa pequena e isolada fazenda no estado de Montana, aos pés das Montanhas Rochosas, com a mãe Clair (Helena Bonham Carter), o pai (Callum Keith Rennie), a irmã mais velha Gracie (Niamh Wilson) e o irmão gêmeo Layton (Jakob Davies).

O filme é uma adaptação do romance de Reif Larsen sobre um menino gênio e sua peculiar família. O longa tem direção de Jean-Pierre Jeunet, cineasta responsável pelo sucesso cult "O Fabuloso Destino de Amélie Poulain" (2001).

Reprise. 105 min.

Classificação Indicativa: Livre

Horário: 14h00

Quinta-feira, 6 de janeiro

Sessão Família – Um Caipira em Bariloche
14h00, na TV Brasil

País: Brasil. Ano: 1973. Gênero: comédia. Direção: Pio Zamuner e Amácio Mazzaropi. Elenco: Amácio Mazzaropi, Geny Prado, Beatriz Bonnet, Ivan Mesquista, Carlos Valone.

Amácio Mazzaropi é Polidoro, um fazendeiro ingênuo que cai na conversa do genro e vende suas terras para um vigarista. O larápio engana a todos, inclusive sua própria esposa, uma argentina honesta e desiludida com o amor.

Por pura armação, os dois acabam indo parar em Bariloche e lá na neve, em meio a confusões e gargalhadas no frio argentino, o caipira começa a juntar os fatos e retorna para desmascarar os vilões.

A comédia promete muitas risadas e momentos de diversão, intriga e suspense para o público. O longa "Um caipira em Bariloche" foi uma das maiores bilheterias de toda a carreira do saudoso humorista Amácio Mazzaropi.

Reprise. 100 min.

Classificação Indicativa: 14 anos

Horário: 14h00

Quinta-feira, 6 de janeiro

Cine Retrô – E o bicho não deu

22h30, na TV Brasil

03h45, na TV Brasil (madrugada de quinta, dia 6/1, para sexta-feira, dia 7/1)

País: Brasil. Ano: 1958. Gênero: comédia. Direção: J.B. Tanko. Elenco: Ankito, Grande Otelo, Aída Campos, Arlindo Costa, Costinha, Sérgio de Oliveira, Paulo Goulart, Carlos Imperial, Wilson Grey, Renato Restier.

Doutor Faria (Paulo Goulart), o novo delegado, dá início à "Operação Bicho", decidido a acabar com o jogo do bicho na cidade. Para desmontar o esquema localizado em uma floricultura, ele encarrega o detetive Bartolomeu (Ankito) de assumir a missão.

O policial planeja se infiltrar entre os contraventores para resolver o caso. O objetivo de Bartolomeu é descobrir quem banca o negócio. O bando de infratores é chefiado pelo dono da boate Flerte, o bicheiro Madruga (Arlindo Costa).

A caminho de investigar a ocorrência e seguir o plano, Bartolomeu encontra seu amigo de infância Jujuba (Grande Otelo) e se apaixona pela florista Terezinha (Aída Campos), filha de Frederico (Costinha). Só que o detetive não sabia que Frederico e Jujuba trabalham para os bicheiros.

Quando percebe que o amigo atua no jogo do bicho, Bartolomeu persegue Jujuba na boate, acaba batendo com a cabeça e fica com amnésia. O médico Dr. Elói cura o policial, mas o zumbido de um apito voltar a prejudicar Bartolomeu.

A partir daí, Bartolomeu passa a sofrer de dupla personalidade: uma hora acha que é bicheiro, amigo de Jujuba, em outro momento volta a ser detetive. A mudança de personalidade ocorre quando ele ouve o som de um apito.

Enquanto isso, O bicheiro Madruga (Arlindo Costa) está determinado a destruir a floricultura. O contraventor considera o local muito visado pela polícia. Na confusão, um macaco foge, o que serve como palpite para o jogo.

Inédito. 93 min.

Classificação Indicativa: Livre

Horário: 22h30

Horário: 03h45 (madrugada de quinta, dia 6/1, para sexta-feira, dia 7/1)

Sexta-feira, 7 de janeiro

Sessão Família – O Jardim Secreto
14h00, na TV Brasil

Título original: The Secret Garden. País: EUA. Ano: 2017. Gênero: drama, fantasia, infantil. Direção: Owen Smith. Roteiro: Frances Hodgson Burnett. Elenco: Glennellen Anderson, Amanda Waters, Erin Leigh Bushko, Max River, Sacha A. Dzuba, Mark Ashworth, Hannah Fierman, Paden Garrett Anderson, Michael Vaughn.

Mary Lennox (Glennellen Anderson) conhece personagens maravilhosos nessa trama que atualiza o clássico. Um deles é Martha Sowerby (Amanda Waters) que a jovem encontra quando chega à fábrica de Archibald Craven (Michael Vaughn).

Há uma tragédia associada à fábrica: Lily (Hannah Fierman), a esposa de Craven, morreu alguns anos atrás. O viúvo permite que apenas algumas das caldeiras sejam acesas, deixando a fábrica fria. Sua esposa adorava o local quando estava viva e trabalhou em criações maravilhosas e mágicas em seu "jardim secreto".

Em pouco tempo, Mary explora a fábrica e fica intrigada quando se depara com o jardim misterioso. Ela está convencida de que há muito mais no jardim do que aparenta.

O filme é uma adaptação do clássico romance homônimo de Frances Hodgson Burnett. No conto de fadas, a adolescente órfã Mary Lennox descobre a magia e o mistério de um jardim secreto.

Reprise. 90 min.

Classificação Indicativa: 12 anos

Horário: 14h00

Sexta-feira, 7 de janeiro

Festival de Cinema – Chef

22h30, na TV Brasil

03h45, na TV Brasil (madrugada de sexta-feira, dia 7/1, para sábado, dia 8/1)

Título original: Chef. País: Estados Unidos. Ano: 2014. Gênero: comédia. Direção: Jon Favreau. Elenco: Jon Favreau, Sofía Vergara, Emjay Anthony, John Leguizamo, Scarlett Johansson, Oliver Platt, Bobby Cannavale, Amy Sedaris, Robert Downey Jr., Dustin Hoffman.

Carl Casper (Jon Favreau) é o chef do badalado restaurante Gauloises, em Los Angeles. Ele já foi considerado uma estrela em ascensão no que diz respeito à cozinha autoral, mas dez anos como principal nome do cultuado estabelecimento foram suficientes para que a sua veia criativa esmorecesse.

Embora popular com sua equipe de cozinha, Carl entra em conflito com o dono do restaurante, Riva (Dustin Hoffman). O proprietário tenta limitar o chef à culinária clássica em vez de experimentar o preparo de pratos diferentes. Isso vai irritando Carl que deseja inovar no cardápio e deixar de fazer apenas as receitas mais pedidas pelos clientes.

Quando Ramsey Michel (Oliver Platt), um renomado crítico gastronômico, vai ao restaurante e publica uma crítica bastante negativa, baseada justamente no fato do cardápio ser pouco criativo, Casper fica furioso, vai tirar satisfação com o ilustre cliente e acaba demitido.

A briga é gravada, o vídeo vai parar na internet e se torna viral, o que fecha as portas para Carl nos demais restaurantes. Ou seja, além do emprego, ele acaba manchando sua reputação e perde o prestígio que demorou anos para conquistar.

Após tantos conflitos o deixarem desempregado, Carl está com a carreira arruinada. A situação parece não ter solução até sua endinheirada ex-esposa, Inez (Sofía Vergara), propor uma solução pouco ortodoxa para ele em Miami. A ricaça sugere reformar um velho food truck para o chef oferecer cozinha de qualidade em seus próprios termos.

Carl aceita a proposta a fim de recuperar sua criatividade no preparo de alimentos. Apesar do relacionamento difícil com Inez e seu filho pré-adolescente vidrado em tecnologia, Percy (Emjay Anthony), o chef abraça a ajuda. Sem saída, Carl recebe o apoio financeiro que serve para reiniciar a vida no comando de seu próprio trailer de comida.

Agora com o apoio de seu filho, Percy, e de um velho colega, Martin (John Leguizamo), Carl faz uma viagem pela América com o veículo para redescobrir sua paixão gastronômica. O trio dirige o caminhão pelo país, da Flórida até a Califórnia, servindo sanduíches cubanos e batatas fritas.

Enquanto Percy os promove nas redes sociais, a comida faz sucesso em várias cidades, onde as iguarias diárias de Carl encantam as pessoas. A visibilidade pode dar um novo rumo à vida profissional e afetiva do chef. Assim, ele reencontra a chama perdida de seu instinto criativo e, simultaneamente, refazendo laços com os mais próximos.

Com o conhecimento técnico de Percy e o entusiasmo de Martin, Carl percebe que está criando uma sensação de viagem no caminho para casa. Ao fazer isso, ele repara que está servindo mais do que simplesmente comida, mas também uma conexão mais profunda com sua trajetória e sua família que é verdadeiramente deliciosa do seu próprio jeito.

Reprise. 115 min.

Classificação Indicativa: 10 anos.

Horário: 22h30

Horário: 03h45 (madrugada de sexta-feira, dia 7/1, para sábado, dia 8/1)

Sábado, 8 de janeiro

Cine Retrô – O Vendedor de Linguiça
18h30, na TV Brasil

País: Brasil. Ano: 1962. Gênero: comédia musical. Direção: Glauco Mirko Laurelli. Argumento e produção: Amácio Mazzaropi. Elenco: Amácio Mazzaropi, Geny Prado, Roberto Duval, Maximira Figueiredo, Amilton Fernandes, Carlos Garcia, David Neto, Maria Helena Rossignolli, Anita Sorrento.

O humorista Amácio Mazzaropi interpreta o personagem Gustavo, um vendedor de linguiça que, para conquistar sua freguesia, tem de ralar muito. Em meio a problemas com a família, vizinhos, e cachorros que adoram roubar suas linguiças, o comediante vive um banquete de situações engraçadas que vão fazer o público chorar de tanto rir.

O vendedor ambulante de linguiças sai todos os dias com seu filho Dudu (Carlos Garcia) a bordo de um pequeno caminhão e percorre os bairros da periferia de São Paulo oferecendo seu produto.

Flora (Maximira Figueiredo), filha de Gustavo, trabalha como empregada doméstica para patrões ricos e quando eles viajam, resolve passear pela cidade usando as roupas daquela família.

Durante esse passeio, a moça conhece o milionário Pierre (Amilton Fernandes) e ambos começam um namoro. Flora pega outras roupas dos seus empregadores a e dá ao pai e ao irmão Dudu, para fazer com que eles se passem por uma família rica.

A mentira é descoberta e todos vão parar na polícia enquanto Pierre sabe da verdade sobre a namorada através dos jornais. Mesmo assim ele quer continuar o namoro, mas a família dele tenta impedi-lo.

Entre as canções que fazem parte dos números musicais do filme estão "O Linguiceiro" e "Mocinho Lindo", interpretadas por Mazzaropi; "Olhar de saudade", cantada por Pery Ribeiro; "Não ponha a mão", entoada Elza Soares; e "Poema do adeus", na voz de Miltinho.

Reprise. 95 min.

Classificação Indicativa: 12 anos

Horário: 18h30

Domingo, 9 de janeiro

Sessão Família – Bons de Bico

14h00, na TV Brasil

Título original: Free Birds. País: Estados Unidos. Ano: 2013. Gênero: animação. Direção: Jimmy Hayward.

Rivais, Reggie e Jake são dois perus que realmente não se relacionam bem. Apesar disso, eles são obrigados a colocar as diferenças de lado em prol de um bem maior assim. A dupla vai embarcar em uma aventura bastante inusitada ao viajar no tempo para mudar os rumos da História. Eles devem tentar eliminar o peru do cardápio tradicional das festas de fim de ano.

Considerado um bicho diferente, Reggie não se sente como as outras aves do sítio em que vive. Ele percebe que os fazendeiros estão apenas engordando os animais para devorá-los mais tarde, mas ninguém presta atenção no que o peru diz.

Quando chega a sua vez de ser morto no Dia de Ação de Graças, Reggie tem sorte, pois é poupado pelo presidente dos Estados Unidos e adotado por sua filhinha, levando então uma vida de conforto e mordomias.

Um dia, Reggie é buscado por Jake, um peru corajoso que recebeu ordens superiores para resgatá-lo. Segundo os planos, os dois animais devem entrar em uma máquina do tempo, voltar no século XVII e impedir que os colonos americanos tenham a ideia de matar perus nas festas de fim de ano.

Reggie não tem a menor intenção de fazer a viagem, mas é obrigado por Jake a aceitar a aventura. Quando volta no tempo, a dupla vai conhecer um mundo cheio de perigos, incluindo cães selvagens e caçadores de perus, mas também novas amizades e amores.

Reprise. 91 min.

Classificação Indicativa: Livre

Horário: 14h00

Domingo, 9 de janeiro

Cine Retrô – Os Três Mosquiteiros Trapalhões
16h00, na TV Brasil

País: Brasil. Ano: 1980. Gênero: comédia. Direção: Adriano Stuart. Elenco: Renato Aragão, Dedé Santana, Mussum, Zacarias, Rosita Thomaz Lopes, Jorge Cherques, Denny Perrier, Pedro Aguinaga, Silvia Salgado, Wilton Vilar, Carlos Kurt, Edgard Franco.

Os namorados Fernanda (Silvia Salgado) e Duque (Pedro Aguinaga) vivem um romance proibido pelo pai dela, o industrial Dr. Luís (Jorge Cherques), mas consentido pela mãe da jovem, a sra. Ana Rocha (Rosita Tomáz Lopes).

Industrial à beira da falência, Dr. Luís espera recuperar seus negócios associando-se a Richer (Denny Perrier), um rico e ganancioso empresário. Em troca, o pai de Fernanda deverá ceder ao novo parceiro a filha em casamento.

Apesar do dilema, Fernanda não está disposta a romper com Duque que, apesar de jovem e bonito, não possui fortuna. Com a cumplicidade dos empregados da mansão, justamente os Trapalhões, Dona Ana tenta melhorar a imagem do rapaz junto ao marido.

Para isso, ela empresta a Duque um valioso colar de esmeraldas para ser penhorado. O dinheiro vai servir de investimento para o namorado de Fernanda realizar uma transação. Com a quantia do empenho, ele poderá comprar uma fazenda e mostrar ao Dr. Luís que tem condições de manter uma família.

No entanto, a joia é peça indispensável para selar o acordo entre os Dr. Luís e Richer. A peça acaba caindo na mão de bandidos e precisa ser recuperada em um curto espaço de tempo para salvar a fábrica e evitar a ruína dos negócios.

Desesperadas para reaver o colar, Fernanda e Dona Ana recebem a ajuda de quatro empregados da família: os jardineiros Dedé, Mussum e Zacarias e de Zé Galinha (Renato Aragão), encarregado do galinheiro.

Os Trapalhões são enviados em missão de resgate que percorre várias regiões do país. O quarteto enfrenta agiotas e contrabandistas desde o Amazonas até Foz do Iguaçu. Os bandidos repassam a joia para outros comparsas e interessados.

Na Amazônia, Zé Galinha pega algumas pedras antes da volta para o Rio de Janeiro onde os inusitados detetives encontram o bandido e finalmente recuperam o colar. Apesar do tumulto, a intervenção do quarteto é decisiva para a família reaver a peça.

Richer é desmascarado e Fernanda oficializa seu namoro com Duque. Enquanto isso, descobre-se que as pedras encontradas por Zé Galinha eram, na verdade, diamantes.

Inédito. 98 min.

Classificação Indicativa: Livre

Horário: 16h00

Domingo, 9 de janeiro

Cine Retrô – Jecão... Um fofoqueiro no céu
03h30, na TV Brasil (madrugada de domingo, dia 9/1, para segunda-feira, dia 10/1)

Ano: 1977. Gênero: comédia. Direção: Amácio Mazzaropi e Pio Zamuner. Elenco: Amácio Mazzaropi, Geny Prado, Paulo Greven, Dante Ruy, Gilda Valença, Denise Del Vecchio, Edgard Franco, Elizabeth Hartman, João Paulo, Leonor Navarro, Rose Garcia, Armando Paschoalim.

Jecão Espinheiro vê-se envolvido com problemas relacionados à sua sorte com dinheiro. Ele e o filho Martinho ganham na Loteria "Espiritiva" e vão para São Paulo receber o prêmio. Quando voltam para cidadezinha onde moram, são recebidos pela população fanfarra, faixa de boas-vindas e muita festa mas também por olhos cobiçosos.

A fortuna desperta o interesse de um latifundiário da região, Chico Fazenda, que, com seus capangas, assalta Jecão e o mata. Graças às suas boas ações, Jecão vai parar no céu, um achado cenográfico bem ao estilo popular do caipira. Há no filme sequências impagáveis das sessões espíritas. Em uma delas, o protagonista volta à Terra para realizar seu próprio enterro, provocando confusão, medo e correria em praça pública.

Para desespero dos santos, toda vez que volta ao céu, Jecão promove bailinhos para animar os anjos e é punido pelo pecado da indisciplina. Diante das estripulias do Jecão no céu, realiza-se uma reunião de cúpula entre os santos para decidir sua sorte. Como ele não pode ficar mais lá, nem ser mandado para o inferno, o conselho decide-se pela única saída: a reencarnação.

Reprise. 98 min.

Classificação Indicativa: Livre

Horário: 03h30 (madrugada de domingo, dia 9/1, para segunda-feira, dia 10/1)
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV.

Postagem Anterior Próxima Postagem