Ad Code

TV Brasil - Programação de Filmes de 19 a 27 de fevereiro

Divulgação

Confira a programação de filmes da TV Brasil de 19 a 27 fevereiro.

Sábado, 19 de fevereiro

Cine Retrô – Jecão... Um fofoqueiro no céu
18h00, na TV Brasil
Ano: 1977. Gênero: comédia. Direção: Amácio Mazzaropi e Pio Zamuner. Elenco: Amácio Mazzaropi, Geny Prado, Paulo Greven, Dante Ruy, Gilda Valença, Denise Del Vecchio, Edgard Franco, Elizabeth Hartman, João Paulo, Leonor Navarro, Rose Garcia, Armando Paschoalim.

Jecão Espinheiro vê-se envolvido com problemas relacionados à sua sorte com dinheiro. Ele e o filho Martinho ganham na Loteria "Espiritiva" e vão para São Paulo receber o prêmio. Quando voltam para cidadezinha onde moram, são recebidos pela população fanfarra, faixa de boas-vindas e muita festa mas também por olhos cobiçosos.

A fortuna desperta o interesse de um latifundiário da região, Chico Fazenda, que, com seus capangas, assalta Jecão e o mata. Graças às suas boas ações, Jecão vai parar no céu, um achado cenográfico bem ao estilo popular do caipira. Há no filme sequências impagáveis das sessões espíritas. Em uma delas, o protagonista volta à Terra para realizar seu próprio enterro, provocando confusão, medo e correria em praça pública.

Para desespero dos santos, toda vez que volta ao céu, Jecão promove bailinhos para animar os anjos e é punido pelo pecado da indisciplina. Diante das estripulias do Jecão no céu, realiza-se uma reunião de cúpula entre os santos para decidir sua sorte. Como ele não pode ficar mais lá, nem ser mandado para o inferno, o conselho decide-se pela única saída: a reencarnação.

Reprise. 98 min.
Classificação Indicativa: Livre
Horário: 18h00

Domingo, 20 de fevereiro

Sessão Família – O Segredo do Vale da Lua
14h00, na TV Brasil

Título original: The Secret of Moonacre. País: Reino Unido. Ano: 2008. Gênero: aventura. Direção: Gábor Csupó. Elenco: Dakota Blue Richards, Ioan Gruffudd, Tim Curry, Natascha McElhone e Juliet Stevenson, Michael Webber.

Bela Bontempo (Dakota Blue Richards) é uma órfã de 13 anos, que após a morte de seu pai, precisa se mudar da mansão luxuosa em que mora com várias mordomias para a sombria casa de seu tio Benjamin (Ioan Gruffudd), no misterioso Vale da Lua. Ao passear pela floresta próxima a sua nova residência, ela descobre uma maldição que divide duas famílias há séculos e que põe em risco o próprio vale.

Em um mundo misterioso e cheio de disputas de interesse e poder entre o tio e a sinistra família de Coeur De Noir, a jovem descobre que ela é o centro de tudo, uma vez que é a última princesa herdeira da linhagem. Bela será guiada por uma legião de estranhos aliados na tentativa de manter a honra de sua família e evitar que o Vale da Lua desapareça para sempre.

Para salvar o local, ela precisa quebrar o feitiço antes da 5.000ª lua cheia. A jovem conta com a ajuda do chefe Pierre (Michael Webber), um cozinheiro maluco, a sra. Lavandísca (Juliet Stevenson), sua babá, e o cão Rufus. No decorrer do filme Bela conhece Robin (Augustus Prew), o mais jovem da família Coeur De Noir, rival da sua, e os dois acabam se afeiçoando um pelo outro, ajudando a salvar o Vale da Lua.

Reprise. 103 min.
Classificação Indicativa: 12 anos
Horário: 14h00

Domingo, 20 de fevereiro

Cine Retrô – O Trapalhão na Ilha do Tesouro
16h00, na TV Brasil

País: Brasil. Ano: 1974. Gênero: comédia. Direção: J. B. Tanko. Elenco: Renato Aragão, Dedé Santana, Eliane Martins, Mário Cardoso, Edson Guimarães, Rafael de Carvalho, Germano Filho, Zeni Pereira, Eduardo de Albuquerque, Jotta Barroso, Edson Farias, Amauri Guarilha, Eduardo Antônio.

Os pescadores Zé Cação (Renato Aragão) e Lula (Dedé Santana) descobrem o contrabando de uma perigosa quadrilha e passam a ser ameaçados pelos bandidos. No encalço do bando de criminosos também está o agente Carlos (Mário Cardoso), apaixonado pela jovem Diana (Eliane Martins). Os pescadores se tornam companheiros da bela moça e do galã na caçada.

A ação se desenrola na Pensão dos Pescadores onde também vive o jovem garoto Pipo (Eduardo de Albuquerque). Certo dia, um misterioso Capitão (Rafael de Carvalho) hospeda-se na pensão e revela ao menino que possui um mapa secreto.

O clima esquenta no local com a chegada do pirata Long John Silver (Edson Guimarães). Ele está em busca de um fabuloso mapa de um suposto tesouro que estaria escondido numa ilha próxima, a "Ilha das Cabras".

Já dividido em duas partes, o mapa torna-se motivo de perseguições, em uma trama com muita adrenalina e bom humor. O documento é trocado de mãos ao longo da aventura. O mapa conduz até a ilha em que estaria enterrado o tesouro. Lá, piratas e contrabandistas são vencidos, a mocinha raptada é socorrida e Zé Cação encontra o tesouro.

Baseado no mote do clássico "A Ilha do Tesouro", do romancista Robert Louis Stevenson, também autor da célebre obra "O Médico e o Monstro", o filme obteve sucesso ao se inspirar no consagrado título da literatura infantojuvenil e alcançou mais de 3 milhões de espectadores na bilheteria do cinema nacional.

A versão dos comediantes para a saga inclui divertidas cenas ao longo da narrativa, hilárias sequências de ação e a graça ingênua que marcou a trajetória de Os Trapalhões, mesmo ainda sem a presença de Mussum e de Zacarias, nesta produção.

A fórmula do longa-metragem "O Trapalhão na Ilha do Tesouro" insere o humor pastelão típico da dupla Renato Aragão e Dedé Santana em coreografias engraçadas com as caricatas atuações que fizeram rir e conquistaram o público de todas as idades Brasil afora.

Inédito. 96 min.
Classificação Indicativa: Livre
Horário: 16h00

Domingo, 20 de fevereiro

Cine Retrô – No Paraíso das Solteironas
03h30, na TV Brasil (madrugada de domingo, dia 20/2, para segunda-feira, dia 21/2)
País: Brasil. Ano de estreia: 1969. Gênero: comédia. Direção: Pio Zamuner. Elenco: Amácio Mazzaropi, Geny Prado, Átila Iório, Carlos Garcia, Elizabeth Hartman.

Amácio Mazzaropi interpreta o matuto Joaquim Kabrito, caboclo acostumado com a vida do interior. O protagonista não poderia imaginar que ao tentar a sorte na cidade grande seria alvo dos olhares de desejo de uma turma de solteironas loucas por um "tipão" assim como ele.

Na bagunça, Joaquim Kabrito ainda tem tempo para se envolver em confusões com a dona do hotel e é colocado às voltas com uma quadrilha e um grupo de ciganos.

Reprise. 95 min.
Classificação Indicativa: 12 anos
Horário: 03h30 (madrugada de domingo, dia 20/2, para segunda-feira, dia 21/2)

Segunda-feira, 21 de fevereiro

Sessão Família – Seefood – Um Peixe Fora D'Água
14h00, na TV Brasil

Título original: Seefood. País: China, EUA, Coréia e China. Ano: 2011. Gênero: animação. Direção: Aun Hoe Goh. Roteiro: Jeffrey Chiang.

O jovem tubarão Pup descobre que caçadores humanos estão roubando muitos ovos de seu recife. O personagem toma como missão pessoal salvar seus irmãos e irmãs não eclodidos. Com a ajuda de seus amigos, o animal marinho decide recuperá-los.

Para isso, ele deve sair do mar e enfrentar uma grande aventura no estranho e perigoso mundo dos seres humanos, a terra. Temendo pela segurança de Pup, o tubarão Julius se disfarça e o acompanha na missão, a fim de proteger seu melhor amigo.

Reprise. 93 min.
Classificação Indicativa: Livre
Horário: 14h00

Segunda-feira, 21 de fevereiro

Cine Retrô – O Puritano da Rua Augusta
22h00, na TV Brasil
03h45, na TV Brasil (madrugada de segunda, dia 21/2, para terça-feira, dia 22/2)

País: Brasil. Ano: 1965. Gênero: comédia. Direção: Amácio Mazzaropi. Elenco: Amácio Mazzaropi, Marly Marley, Marina Freire, Elizabeth Hartmann, Edgard Franco.

O comediante Amácio Mazzaropi interpreta o personagem Punduroso, um pai de família extremamente conservador. Ele deixa os filhos loucos com sua mania de manter a moral e os bons costumes sempre em primeiro lugar.

Após sofrer um ataque do coração, nada mais vai ser como antes: o protagonista passa a se comportar como um jovem outra vez, muda o cabelo, as roupas e até o gosto pela música.

Reprise. 102 min.
Classificação Indicativa: 12 anos
Horário: 22h00
Horário: 03h45 (madrugada de segunda, dia 21/2, para terça-feira, dia 22/2)

Terça-feira, 22 de fevereiro

Sessão Família – Jill & Joy - O Segredo do Orfanato
14h00, na TV Brasil
País: Brasil. Ano: 2014. Gênero: aventura infanto-juvenil. Direção: Helvécio Ratton. Elenco: Dira Paes, Rui Rezende, Rodolfo Vaz, Manoelita Lustosa, Matheus Abreu, Rachel Pimentel, Alberto Gouvea.

Ângelo (Matheus Abreu), um garoto de 14 anos, tem a ajuda de dois amigos em busca de um tesouro do século XVIII para salvar a vida do pai. O menino vai enfrentar desafios para alcançar seu objetivo. A saga do garoto inclui um imprevisto com a família antes de Ângelo chegar à casa da avó (Manoelita Lustosa), no interior de Minas Gerais.

A grande notícia das redondezas é a descoberta de um pequeno baú cheio de moedas e um manuscrito com um enigma, supostamente deixado por um padre que, 200 anos antes, teria escondido um punhado de diamantes.

Decidido a encontrá-los para pagar a cara cirurgia que seu pai precisa fazer, Ângelo parte nessa incrível aventura com seus amigos Julia (Rachel Pimentel) e Carlinhos (Alberto Gouveia) para conseguir alcançar o objetivo.

Com direção do experiente cineasta Helvécio Ratton, a trama de aventura tem a atriz Dira Paes no elenco principal. Ela interpreta a mãe do protagonista na obra que foi reconhecida pelo público e crítica. A produção foi premiada na categoria Melhor Longa-Metragem do Júri Popular no 42º Festival de Gramado.

Reprise. 86 min.
Classificação Indicativa: 10 anos
Horário: 14h00

Terça-feira, 22 de fevereiro

Cine Retrô – Chofer de Praça
22h30, na TV Brasil
03h45, na TV Brasil (madrugada de terça, dia 22/2, para quarta-feira, dia 23/2)

País: Brasil. Ano: 1958. Gênero: comédia. Direção: Milton Amaral. Elenco: Amácio Mazzaropi, Geny Prado, Celso Faria, Ana Maria Nabuco, Carmen Morales, Maria Helena Dias, Roberto Duval, Elk Alves, Benedito Liendo. Participação especial: Lana Bittencourt e Agnaldo Rayol.

No filme "Chofer de Praça" (1958), o saudoso ator e cineasta Amácio Mazzaropi é o protagonista da trama e também acumula as funções de produtor e roteirista. A partir dessa obra, o humorista passa a colaborar frequentemente com os diretores.

A comédia "Chofer de Praça" foi o primeiro trabalho de Mazzaropi com a atriz Geny Prado. A artista foi seu par constante ao longo da carreira. Os números musicais do longa são apresentados por artistas como Lana Bittencourt e Agnaldo Rayol que fazem participação especial na produção.

Na trama dirigida por Milton Amaral, Amácio Mazzaropi interpreta o humilde Zacarias, que se muda com a mulher Augusta para uma vila em São Paulo com o objetivo de arrumar um emprego e ajudar o filho Raul a pagar a faculdade de Medicina. O sonho do sujeito é ver o rapaz formado.

Disposto a fazer o possível e o impossível para ajudar a família, o protagonista consegue um trabalho como chofer de praça. Zacarias começa a dirigir um modelo de carro antigo, muito barulhento e fumacento, que rapidamente vira motivo de muitas piadas e de viagens repletas de trapalhadas.

Reprise. 97 min.
Classificação Indicativa: 10 anos
Horário: 22h30
Horário: 03h45 (madrugada de terça, dia 22/2, para quarta-feira, dia 23/2)

Quarta-feira, 23 de fevereiro

Sessão Família – Big Pai, Big Filho
14h00, na TV Brasil

Título original: The Son of Bigfoot. País: Bélgica, França. Ano: 2017.  Gênero: animação, infatil. Direção: Jeremy Degruson, Ben Stassen.

Adam, um garoto de treze anos que não tem muitos amigos, parte em uma jornada ousada para desvendar o mistério por trás de seu pai, há muito desaparecido. Ele rapidamente descobre que seu pai não é outro senão o lendário Pé Grande, que se escondeu na floresta por anos para proteger a si mesmo e sua família da HairCo., uma empresa de grande porte ansiosa para realizar experimentos científicos com seu DNA especial.

Enquanto pai e filho começam a recuperar o tempo perdido, Adam logo descobre que ele também é dotado de super poderes inimagináveis. Porém, mal sabem eles que a HairCo. está prestes a encontrá-los, pois descobriu os rastros deixados por Adam ao longo do caminho.

Reprise. 92 min.
Classificação Indicativa: Livre
Horário: 14h00

Quinta-feira, 24 de fevereiro

Sessão Família – Jeca e seu Filho Preto
14h00, na TV Brasil

País: Brasil. Ano de estreia: 1978. Gênero: comédia. Direção: Pio Zamuner. Codireção: Berilo Faccio. Elenco: Amácio Mazzaropi, Geny Prado, Yara Lins, Elizabeth Hartman, Denise Assunção.

Em "Jeca e seu filho preto", o saudoso humorista Amácio Mazzaropi interpreta Zé, o pai de um rapaz (misteriosamente) negro. O fato nunca pareceu o atormentar, mas os vizinhos se incomodam quando o rapaz se enamora de uma moça branca, filha de um rico fazendeiro.

Em plenos anos 1970, Amácio Mazzaropi, com seu jeito simples, abordou no cinema a questão do preconceito racial.

Reprise. 104 min.
Classificação Indicativa: 12 anos
Horário: 14h00

Quinta-feira, 24 de fevereiro

Cine Retrô – Um Candango na Belacap
22h30, na TV Brasil
03h45, na TV Brasil (madrugada de quinta, dia 24/2, para sexta-feira, dia 25/2)

País: Brasil. Ano: 1961. Gênero: comédia musical. Direção: Roberto Farias. Elenco: Ankito, Grande Otelo, Marina Marcel, Vera Regina, Milton Carneiro, Maria Cristina, Mozael Silveira, José Policena, Pedro Dias, Arlindo Costa, Rafael de Carvalho, César Viola.

A famosa dupla de cantores Emanuel Davis Jr. (Grande Otelo) e Gilda (Marina Marcel) está na recém-inaugurada Brasília para um show. Perseguida pelo milionário Bebê Pinho Otávio (Mozael Silveira), a cantora e bailarina consegue fugir do pretendente com a ajuda do parceiro. Gilda pede para Emanuel que a leve até um lugar desconhecido. 

Eles vão a um bar simples, frequentado por "candangos" (trabalhadores migrantes que construíram Brasília), onde conhecem a dupla Tonico (Ankito) e Odete (Vera Regina). Os primeiros pares se formam no local com Emanuel enamorado de Odete e Tonico de Gilda. Zequinha (Rafael de Carvalho), interessado em Gilda, puxa briga com Tonico.

A baderna termina em uma delegacia com os envolvidos no tumulto. O delegado (Pedro Dias) faz com que Emanuel cumpra a promessa de levar Odete para o Rio de Janeiro. Eles se casam e partem para a Cidade Maravilhosa. Tonico embarca como clandestino no voo e vai morar com o casal, postura que desagrada Emanuel e aumenta a confusão.

Em um show na boate do inescrupuloso Jacó (Milton Carneiro), Odete improvisa um número artístico com Emanuel e o espetáculo faz tanto sucesso que ela é contratada. Jacó, no entanto, a engana e faz com que ela se separe de Tonico. 

Ele encontra Gilda (que deixou a dupla com Emanuel) e tentam trabalhar juntos, mas não conseguem emprego. Emanuel e Odete procuram-nos e ficam sabendo das trapaças de Jacó. Os quatro resolvem montar sua própria boate, mas serão atrapalhados por Jacó que teme a nova concorrência.

Com direção de Roberto Farias, a comédia tem diversos números musicais com astros como Carlos Lyra e Sônia Delfino que cantam, respectivamente, "Mr. Golden" e "Meu pianinho". Os protagonistas do elenco também participam dos momentos musicais. Ankito, Grande Otelo, Marina Marcel e Vera Regina interpretam obras como "Napoleão", "Louras", "Alegria de cangaço", "Mambo da cantareira" e "Pintando o sete".

A produção, porém, guarda uma situação triste. Durante as filmagens de "Um Candango na Belacap", em 1960, Ankito caiu de um prédio em construção. Esse grave acidente afetou a capacidade do ator de fazer acrobacias e abreviou sua carreira no cinema.

 Reprise. 102 min.
Classificação Indicativa: 12 anos
Horário: 22h30
Horário: 03h45 (madrugada de quinta, dia 24/2, para sexta-feira, dia 25/2)

Sexta-feira, 25 de fevereiro

Sessão Família – Agente Mirim
14h00, na TV Brasil

Título original: Ace the Case. País: Estados Unidos. Ano: 2016. Gênero: infantil, aventura. Direção e roteiro: Kevin Kaufman. Elenco: Susan Sarandon, Ripley Sobo, Lev Gorn, Aaron Sauter, Marc Menchaca.

A mãe de Olivia (Ripley Sobo) sai numa viagem de negócios e deixa a menina sozinha em casa com seu irmão mais velho, o jovem Miles (Aaron Sauter) no comando da casa. Durante a primeira noite, Olivia adormece no sofá.

A garotinha acorda e não percebe que já é muito tarde. Olivia decide sair para caminhar com seu cachorro Charlie sem que Miles note sua ausência. Ela acaba testemunhando uma mulher sendo sequestrada nas ruas de Nova York.

Olivia corre para casa e avisa a Miles que a vizinha foi levada como refém, mas o rapaz não acredita na irmã. Na manhã seguinte, a menina explica o que aconteceu a polícia, mas os oficiais também não a levam a sério.

Apenas a detetive cínica Dottie Wheel (Susan Sarandon) escuta Olivia, mas mesmo assim também é cética quanto ao sequestro. Destemida, Olivia bravamente lança sua própria investigação e mostrar seu valor. A garota coloca sua vida em risco para desvendar o crime e salvar sua vizinha.

Reprise. 94 min.
Classificação Indicativa: 12 anos
Horário: 14h00

Sexta-feira, 25 de fevereiro

Cine Nacional – Eu Sou Brasileiro
22h30, na TV Brasil
03h45, na TV Brasil (madrugada de sexta, dia 25/2, para sábado, dia 26/2)

País: Brasil. Ano: 2019. Gênero: drama. Direção: Alessandro Barros. Elenco: Daniel Rocha, Fernanda Vasconcelos, Cristiana Oliveira, Letícia Spiller, Zezé Motta, Felipe Folgosi, Marcella Rica, Miguel Rômulo.

O drama "Eu Sou Brasileiro" conta a história do jovem Léo (Daniel Rocha) que passou a vida tentando ser famoso e se tornar um jogador de futebol bem-sucedido. Ele quer melhorar a condição financeira de sua família que enfrenta dificuldades na rotina do subúrbio.

Humilde, o rapaz trabalha como garçom e joga num time de futebol da quarta divisão de Indaiatuba, no interior de São Paulo. Léo Ele namora uma mulher interesseira, mora com a mãe costureira (Cristiana Oliveira) e a sua melhor amiga é a graciosa vizinha (Fernanda Vasconcellos).

Na intenção de dar a volta por cima na vida, ele arrisca uma última grande chance quando um olheiro estrangeiro vai assistir a uma partida. De repente, Léo percebe que sua oportunidade pode ser desperdiçada por causa de um acidente em campo. O rapaz tenta superar as dificuldades, reconstruir os laços com a família e celebrar o verdadeiro amor.

Com grande elenco, formado por personalidades da dramaturgia como Fernanda Vasconcelos, Cristiana Oliveira, Letícia Spiller, Zezé Motta e Felipe Folgosi, o longa-metragem nacional ainda tem a participação especial do ex-jogador Cafu e da jornalista Leda Nagle.

Reprise. 85 min.
Classificação Indicativa: 10 anos
Horário: 22h30
Horário: 03h45 (madrugada de sexta, dia 25/2, para sábado, dia 26/2)

Sábado, 26 de fevereiro

Cine Retrô – Betão Ronca Ferro
18h00, na TV Brasil

Ano: 1971. Gênero: comédia. Direção: Geraldo Afonso Miranda. Elenco: Amárcio Mazzaropi, Dilma Lóes, Roberto Pirillo, Geny Prado, Araken Saldanha.

Em "Betão Ronca Ferro", o comediante Amácio Mazzaropi presta uma justa homenagem aos artistas mambembes e a sua origem no circo. Mesmo depois da fama, o ator nunca deixou de frequentar os picadeiros Brasil afora.

Na trama, o humorista interpreta um empregado de circo que tem o ofício ameaçado quando a filha (Dilma Lóes) deixa o mundo dos espetáculos para se casar com um jovem muito rico (Roberto Pirillo), contra a vontade da família dele. 

O pai dela (Amácio Mazzaropi) acaba pegando dinheiro emprestado com a família do genro (Araken Saldanha) e compra o circo onde trabalhava. Assim, ele passa a perambular de cidade em cidade.

O título da comédia faz alusão à revolucionária telenovela "Beto Rockfeller", um fenômeno daqueles tempos. "Betão Ronca Ferro" retrata a dura realidade dos artistas de circo, principalmente na concorrência entre um circo grande porte e um menor. Na época, os animais ainda podiam ser atrações no picadeiro. Amácio Mazzaropi também aborda a moda da época, como a minissaia e a calça pantalona.

Reprise. 100 min.
Classificação Indicativa: Livre
Horário: 18h00

Domingo, 27 de fevereiro

Sessão Família – As Aventuras de uma Super-Professora
14h00, na TV Brasil

Título original: Superjuffie. País: Holanda. Ano: 2018. Gênero: aventura, família, fantasia. Direção: Martijn Maria Smits. Elenco: Diewertje Dir, Hassan Slaby, Harry Piekema, Carly Wijs, Jeevan Dhanpat, Josephine Nollen, e Maarten Wansink.

A Srta. Josje (Diewertje Dir) parece ser uma professora comum. Ela acaba de chegar à nova escola em que vai lecionar e logo precisa lidar com uma sala de aula repleta de alunos sem um pingo de motivação para aprender. A moça de 20 anos tem uma vida pacata como educadora em uma escola primária.

Meio tímida e muito atrapalhada, ela descobre um misterioso artefato na parede de casa. Ao entrar em contato com o objeto, ela liberta uma força potente que se une ao seu corpo e lhe dá superpoderes incríveis. A professora precisa de coragem para vencer seus medos e encarar os desafios.

Ao ouvir o som emitido por um animal em perigo, ela dá uma mordida no giz e se transforma na Super Professora. Josje dispara pelo ar como um tornado verde a fim de salvar animais, com quem consegue se comunicar. A partir de suas novas habilidades, a professora usa os poderes especiais para proteger os bichos. Ela não consegue evitar o desejo, muitas vezes inconveniente, de realizar os resgates. 

Algumas crianças descobrem o segredo da professora e ela conta com o sigilo deles. Quando Josje descobre uma conspiração contra o zoológico da cidade, a jovem e seus alunos terão a perigosa tarefa de defender o local sem revelar a identidade da nova heroína da região. Aí, ela precisa decidir se vai resgatá-los ou fugir.

O filme é uma adaptação literária baseada na série de livros homônima escrita por Janneke Schotveld.

Reprise. 84 min.
Classificação Indicativa: 12 anos
Horário: 14h00

Domingo, 27 de fevereiro

Cine Retrô – Dois na Lona
16h00, na TV Brasil

País: Brasil. Ano: 1967. Gênero: comédia. Direção: Carlos Alberto de Souza Barros. Elenco: Renato Aragão, Ted Boy Marino, Leila Santos, Suely Franco, Roberto Guilherme, Annabella, João Carlos, Milton Villar, Pedro Pimenta, Nanai, Carlos Koppa.

Os amigos Renato (Renato Aragão) e Ted (Ted Boy Marino) são mecânicos humildes que vieram do interior. Eles namoram duas moças ricas, Leila (Leila Santos) e Suely (Suely Franco). As jovens moram numa luxuosa mansão onde ajudam o garoto Zuzu (João Carlos). O casarão fica perto da oficina onde Renato e Ted trabalham.

Ao presenciar uma briga em um parque, o empresário Carlos Alberto (Carlos Alberto de Souza Barros) fica impressionado com o desempenho de Ted. Sem escrúpulos, o ricaço organiza a carreira do feroz Lobo (Roberto Guilherme), lutador campeão de vale-tudo.

Bom de luta, Ted é convidado pelo empresário para treinar, fazer um teste e entrar no campeonato. O novato exercita-se com afinco e, numa carreira vertiginosa, torna-se a nova sensação das competições e vira sério concorrente ao título máximo com a ajuda de seu amigo atrapalhado, de um menino esperto e das namoradas.

Ted se qualifica para decidir o cinturão da categoria com Lobo, mau-caráter que não está disposto a perder o título e o dinheiro de apostas ilegais da quadrilha em que atua. O bando quer tirar o mecânico do caminho para que ele não atrapalhe seu ramo de apostas.

A corja de bandido tenta comprá-lo para que Ted perca a luta decisiva, mas ele não cede às pressões para ser derrotado na final. Sem sucesso, os marginais raptam a namorada do rapaz para ameaçá-lo com chantagem.

Com a ajuda do irmão da moça, de sua prima e de alguns amigos, o mecânico Renato consegue salvá-la dos sequestradores. Após o resgate da jovem, ela chega ao ginásio a tempo de conferir a vitória de Ted na competição.

Na época do filme "Dois na Lona", as lutas de telecach estavam no auge da popularidade no país. A comédia foi uma das primeiras participações de Ted Boy Marino com Os Trapalhões. O ex-lutador ítalo-brasileiro criado na Argentina contracenou com Roberto Guilherme, outro coadjuvante costumaz da trupe. O longa teve direção de Carlos Alberto de Souza Barros que também atua na trama.

Inédito. 87 min.
Classificação Indicativa: Livre
Horário: 16h00

Domingo, 27 de fevereiro

Cine Retrô – O Jeca e a Freira
03h30, na TV Brasil (madrugada de domingo, dia 27/2, para segunda-feira, dia 28/2)
País: Brasil. Ano de estreia: 1968. Gênero: comédia. Direção: Amácio Mazzaropi. Elenco: Amácio Mazzaropi, Geny Prado, Mauricio do Valle, Elizabeth Hartman, Carlos Garcia, Ewerton de Castro.

Em uma fazenda localizada numa cidadezinha no interior do Brasil, no século XIX, um senhor de terras responsabiliza-se pela educação da filha de um dos seus colonos. Ele se afeiçoa a menina como se fosse sua própria filha.

Anos mais tarde, quando a jovem regressa do colégio em companhia de uma freira, o fazendeiro faz de tudo para que ela não reconheça seus verdadeiros pais. 

Neste longa, o humorista Amácio Mazzaropi vive o protagonista e também dirige a comédia.

Reprise. 102 min.
Classificação Indicativa: 12 anos
Horário: 03h30 (madrugada de domingo, dia 27/2, para segunda-feira, dia 28/2)

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code