Ad Code

'Altas Horas' homenageia Chitãozinho & Xororó e celebra os 50 anos de carreira da dupla neste sábado

Divulgação Globo/Marcos Mazini

Neste sábado, dia 12, o 'Altas Horas' será especial, em homenagem a uma das duplas sertanejas mais prestigiadas do país. Chitãozinho & Xororó completam 50 anos de carreira neste ano e, para celebrar a sua importância e participação na música brasileira, o programa reuniu a dupla com alguns dos artistas que foram diretamente influenciados por ela: Felipe Araújo, Israel e Rodolffo, Marcos e Belutti, Péricles, Priscila Alcântara e Yasmin Santos.

Chitãozinho & Xororó compartilham inúmeras histórias vividas nessa trajetória, como quando descobriram a vocação para cantar, ainda crianças; o encontro que tiveram com Tonico & Tinoco – uma das mais importantes duplas de música caipira -; as mudanças pelas quais sua música passou, com a introdução de instrumentos como guitarra, gaita e metais; além de relatos de estrada.

Eles relembram ainda o sucesso de ‘Fio de Cabelo’, lançada em 1982, e cantada no palco por Israel & Rodolffo, a primeira a estourar nas rádios. O álbum do qual a música faz parte, “Somos Apaixonados”, foi o primeiro da história a ultrapassar 1,5 milhões de cópias vendidas no Brasil. 
Outro assunto que o ‘Altas Horas’ explora é a série original Globoplay sobre a vida da dupla, “As Aventuras de José e Durval”, com lançamento previsto para o segundo semestre. O programa traz no telão os irmãos Rodrigo e Felipe Simas, e os apresenta a Chitãozinho & Xororó como os atores que protagonizarão sua história nas telas.

Já os convidados falam de suas memórias relacionadas à dupla, além de cantarem clássicos do repertório de Chitãozinho & Xororó. Felipe Araújo relembra que, no início de sua carreira, assistiu a uma entrevista dos músicos que o influenciou profundamente: “Chitãozinho contou uma história pré-‘Fio de Cabelo’, sobre as coisas estarem difíceis na carreira e ouvir ‘Tente Outra Vez’, de Raul Seixas, não o deixou desistir. Isso me trouxe a inspiração de trabalhar para as coisas acontecerem, e hoje estou aqui com eles. São uma verdadeira referência”. Péricles, que canta “Alô” no programa ao lado dos irmãos também divide uma passagem marcante. “Nós cantamos juntos num show no Allianz Parque, em São Paulo. Nunca vou esquecer”.

Marcos, da dupla Marcos & Belutti, levanta o quanto Chitãozinho & Xororó contribuíram para a democratização da música sertaneja em todo o país; e Belutti fala da maturidade vocal de ambos já que, desde o início da carreira, as vozes não mudaram. Marcos & Belutti cantam o hit “Fogão de Lenha”. 
Priscilla Alcântara, que fala da conexão com a dupla desde a infância, canta a música preferida de seu pai, “Rancho Fundo”, junto de Chitãozinho & Xororó. Já Yasmin Santos, que canta “Nuvem de Lágrima”, também conta que conheceu os músicos por meio da família. “Nasci no Guarujá, litoral de São Paulo, e o sertanejo não era tão popular lá. Passei a ouvir graças à minha avó, que escutava todos os dias, fazendo comida, limpando a casa”.

Chitãozinho e Xororó apresentam também outros sucessos, como “Brincando de Ser Feliz” e “Página Virada”, além de “Saudade da Minha Terra” com Felipe Araújo, Israel & Rodolffo, Marcos & Belluti e Yasmin Santos.

O ‘Altas Horas’ tem apresentação e direção geral de Serginho Groisman, direção de Adriana Ferreira e vai ao ar aos sábados depois de ‘Um lugar ao Sol'. 

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code