Curta! e Curta!On têm programação especial no Dia Internacional da Mulher

Divulgação

O Curta! e o Curta!On — Clube de Documentários - prepararam uma programação especial para celebrar o Dia Internacional da Mulher, no 8 de março. Este ano, além de exibir obras que homenageiam grandes mulheres brasileiras e estrangeiras, foram selecionadas produções que abordam questões do feminismo e da luta das mulheres por direitos. Entre os destaques, está o documentário “Lina Bo Bardi”, atração inédita e exclusiva tanto na TV quanto no streaming.

No Curta!, dia 8 de março, a partir das 20h, serão exibidos episódios de séries e longas-metragens, todos sobre mulheres inspiradoras. Abrindo a noite, a série “Matizes do Brasil” traz capítulo sobre a artista plástica Neide Sá; já “Instantes Cruzados”, aborda a obra da fotógrafa Ana Carolina Fernandes no episódio “Ana Carolina - A Fotografia e a Revolução de Costumes”. Na sequência, é a vez do longa “Respire Comigo – Lygia Clark”, sobre a escritora Lygia Clark; e “Maria – Não Esqueça que Eu Venho dos Trópicos”, sobre a artista plástica Maria Martins. Às 23h, estreia o documentário inédito “Lina Bo Bardi”, um retrato da vida e da obra da arquiteta modernista italiana, naturalizada brasileira, e que foi homenageada no ano passado, na Bienal de Arquitetura de Veneza. A artista atuou em várias frentes: foi arquiteta, cenógrafa, designer de joias e de móveis. A produção conta com participação de nomes como Caetano Veloso, Wally Salomão, Darcy Ribeiro, Frei Betto, Zé Celso Martinez e Pietro Maria Bardi.

Já o Curta!On criou uma pasta especial com cinebiografias e filmes que exploram questões ligadas ao feminismo: "Mexeu Com Uma, Mexeu Com Todas", de Sandra Werneck; "O Pessoal é Político" e “Carolina Maria de Jesus”, ambos de Vanessa de Araújo Souza; “Meu Corpo, Minha Vida”, de Helena Solberg; o longa “A Mãe de Todas as Lutas” e o episódio “Petra Costa”, da série “Nós, Documentaristas”, ambos de Susanna Lira; “A Casa Azul de Frida Kahlo”, de Xavier Villetard; o episódio “Conceição Evaristo”, da série “O Lobo do Lobo e a Literatura Latino-americana”, de Daniel Augusto; “Marie Curie – Além do Mito”, de Michel Vuillermet, Bernadette Bensaude-Vincent, Christine Bard, Hélene Langevin-Joliot; “Maria – Não Esqueça que Eu Venho dos Trópicos”, de Elisa Gomes e Francisco C. Martins; “Karingana” – sobre a cantora Maria Bethânia -, de Mônica Monteiro; “Bruta Aventura em Versos” – sobre a escritora Ana Cristina César -, de Letícia Simões; “Cleo” – sobre a acadêmica Cleonice Berardinelli -, de Guilherme Bengué; e “O Voto – A História das Sufragistas”, de Michelle Ferrari.

Confira alguns destaques do Curta!: 

21h - Respire Comigo – Lygia Clark” (Documentário)

“Respire Comigo – Lygia Clark” apresenta imagens históricas e relatos de todos os envolvidos na exposição homônima, que abriu em 2020 o calendário de comemorações do centenário da artista ao redor do mundo. A exposição proporcionou a reflexão, através de seus escritos, diários e objetos sensoriais. Tudo levou o espectador a compreender o que motivou Lygia Clark a tirar seus trabalhos da parede e pensá-los em direção ao corpo do outro. Em um formato expositivo inédito, com a apresentação do monólogo “Lygia”, misturando as palavras da artista aos objetos sensoriais, os pensamentos da precursora do movimento neoconcreto ganham voz neste documentário. Diretor: Oskar Metsavaht. Duração: 32 min. Classificação: 14 anos. Horários alternativos: 09 de março, quarta-feira, às 01h e às 15h; 10 de março, quinta-feira, às 09h; 12 de março, sábado, 11h.

21h35 – "Maria, Não Esqueça que Eu Venho dos Trópicos” (Documentário)

Uma investigação sobre a vida e a arte de Maria Martins (1894-1973), reconhecida como uma das maiores escultoras brasileiras, atualmente em cartaz no Masp com a exposição “Desejo imaginante”. O filme revela a grandiosidade da obra de Maria e sua ousadia ao tratar da sexualidade a partir da perspectiva feminina, em uma poética transgressora e pioneira. Em paralelo, resgata sua vida como esposa de um importante diplomata e a ligação com Marcel Duchamp, em uma relação de colaboração mútua entre os dois artistas. Direção: Elisa Gomes, Francisco C. Martins Duração: 80 min. Classificação: 10 anos. Horários alternativos:  9 de março, quarta-feira, às 1h35h e às 15h35; 10 de março, quinta-feira, às 09h35; 12 de março, sábado, às 14h; 13 de março, domingo, às 20h.

23h - “Lina Bo Bardi” (Documentário)

Este documentário faz um retrato da vida e da obra da grande arquiteta italiana naturalizada brasileira Lina Bo Bardi. Ao longo de sua vida, Lina atuou em várias áreas do cenário cultural do país, e não apenas na arquitetura; foi cenógrafa, designer de joias e móveis, diretora de museus e, além disso, uma importante crítica da cultura brasileira. Através da trajetória de Lina, o documentário narra parte da história recente do Brasil. Com participação especial de Maria Bethânia e Grupo Olodum, e depoimentos de personalidades tais como Caetano Veloso, Wally Salomão, Darcy Ribeiro, Frei Betto, Zé Celso Martinez e Pietro Maria Bardi, entre outros, o filme retrata o papel fundamental de Lina na cultura brasileira do século XX. Direção: Aurélio Michiles. Duração: 50 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 9 de março, quarta-feira, às 3h e às 17h; 10 de março, quinta-feira, às 11h; 12 de março, sábado, às 21h40.

Confira alguns destaques da programação especial do Curta!On:      

 "Marie Curie, Além do Mito" (Documentário)

A física polonesa Marie Skłodowska Curie foi um dos maiores nomes da ciência, sendo sobretudo pioneira entre as mulheres cientistas. Este documentário acompanha a sua vida, desde o nascimento, na Varsóvia de 1867, até a sua morte — por anemia aplástica, uma doença geralmente causada por exposição à radiação. Entre as suas conquistas estão a descoberta da radioatividade e os elementos químicos polônio e rádio, o que lhe rendeu dois prêmios Nobel — um de Física, em 1903, e outro de Química, em 1911. Ela foi a primeira mulher a ganhar esse prêmio, e, até hoje, é a única pessoa condecorada com o Nobel em dois campos distintos da ciência. Por trás dessa lenda da ciência, estava uma pessoa discreta, que precisou vencer barreiras em uma sociedade em que mulheres eram predestinadas a serem donas de casa. Direção: Michel Vuillermet.  Duração: 52 min. Classificação: 10 anos. 

"O Pessoal é Político" (Documentário)

O documentário "O pessoal é político" retrata a Segunda Onda Feminista no Brasil, com destaque para os anos de 1975 a 1985, período instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU) como a Década Internacional da Mulher. No longa, são evocados fatos e acontecimentos como: a participação das mulheres na luta armada contra o regime militar; a participação brasileira na Primeira Conferência Mundial sobre as Mulheres, na Cidade do México; a publicação dos primeiros periódicos feministas; a militância de mães e esposas no Movimento Feminino pela Anistia; e, por fim, o legado que essas mulheres corajosas e precursoras deixaram para os dias atuais, como a Lei do Divórcio, o novo Código Civil e a reforma da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Direção: Vanessa de Araújo Souza Duração: 53 min. Classificação: Livre.

''A Mãe de Todas as Lutas'' (Documentário)

"A Mãe de Todas as Lutas" é um documentário que recorre à memória para vislumbrar um futuro de mudanças sob a ótica feminina. O filme acompanha a trajetória de Shirley Krenak e Maria Zelzuita, mulheres que estão no front da luta pela terra no Brasil. Shirley traz a missão de honrar a sabedoria das guerreiras Krenak, da região de Minas Gerais. Maria Zelzuita é uma das sobreviventes do Massacre de Eldorado dos Carajás, no Pará. Através de suas histórias, fica latente que a humanidade depende de decisões de agora para um futuro possível. O filme não pretende dar respostas, apenas deixar uma pergunta: "que tipo de adubo você quer ser para a Mãe Terra?", conforme questiona Shirley Krenak. Direção: Susanna Lira Duração: 71 min. Classificação: 14 anos. 

Anderson Ramos

O Universo da TV é o site perfeito para quem quer ficar por dentro das últimas novidades da TV. Aqui, você encontra notícias sobre TV paga, programação de TV, plataformas de streaming e muito mais. É o único site que oferece uma cobertura completa da TV, para que você nunca perca nada. facebook instagram twitter youtube

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV.

Postagem Anterior Próxima Postagem

Formulário de contato