Ad Code

Chico Pinheiro e Michelle Barros repetem dobradinha à frente da transmissão do carnaval de São Paulo

Divulgação Globo/Mauricio Fidalgo

A sede e o furor do componente para riscar novamente o chão do sambódromo é grande. Quem garante é o jornalista Chico Pinheiro, há quase duas décadas envolvido na cobertura do carnaval, às vésperas de comandar mais uma transmissão dos desfiles de São Paulo, novamente ao lado de Michelle Barros. 
 
''O carnaval é a ode do brasileiro comum, que trabalha o ano inteiro, sua a camisa para conseguir o pão de cada dia, e que, durante três dias, é rei, é arlequim, é colombina, é artista. O carnaval sempre traz essas imagens do passado e revela a emoção do presente, em meio a qualquer dificuldade, o que vai sobressair é isso'', atesta Chico, num ano em que as escolas paulistas apostam em nomes como Adoniran Barbosa, Clementina de Jesus, Maria Carolina de Jesus e em temáticas ativistas para seus fazer seus enredos. ''O Brasil, hoje, desperta para a questão da igualdade racial, do ‘abaixo o preconceito'', complementa ele. 
 
Experiente na cobertura da avenida, a jornalista Michelle Barros, que pelo segundo ano divide o estúdio com Chico Pinheiro e com os comentaristas Ailton Graça e Celso Viáfora, prevê um ano redentor para as escolas. ''Todos que fazem o samba estavam nesta expectativa da retomada. As escolas estavam gestando os enredos, o grito, o sorriso por tempo demais. Tenho certeza que os desfiles vão mexer com as emoções de todos. Muitos enredos falam sobre superação, sobre o momento pelo qual passamos e como é bom estar de volta. As escolas vivenciaram o drama da parada do trabalho - muitas famílias dependem financeiramente do que fazem pra festa - e a dor imensa da perda de familiares e colegas. Vai ser de chorar e sorrir ao mesmo tempo. Que os corações se preparem!'', anuncia ela.
  
Apenas para São Paulo, a transmissão do primeiro dia de desfiles começa depois do ‘BBB22’ na sexta-feira, 22. Desfilam as escolas Acadêmicos do Tucuruvi, Colorado do Brás, Mancha Verde, Tom Maior, Unidos de Vila Maria, Acadêmicos do Tatuapé e Dragões da Real. Por conta do carnaval, não haverá exibição do ‘Globo Repórter’, ‘Sessão Globoplay’, ‘Jornal da Globo’, ‘Conversa com Bial’, ‘Corujão I, II e III.
 
No sábado, 23 de abril, também após o ‘BBB 22’, é a vez de Vai Vai, Gaviões de Fiel, Mocidade Alegre, Águia de Ouro, Barroca Zona Sul, Rosas de Ouro e Império da Casa Verde invadirem a avenida. Serão canceladas as exibições do ‘Altas Horas’, ‘Supercine’, Corujão I, II e da Santa Missa. 
 
Na terça-feira, dia 26, a apuração dos votos que definem a escola de samba campeã será transmitida apenas para São Paulo. Nesse dia, ‘O Cravo e a Rosa’, ‘Sessão da Tarde’ e ‘O Clone’ não serão exibidos. 

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code