Ad Code

'Cidades e Soluções' debate a situação da população de rua neste domingo

Divulgação globo

A vulnerabilidade das pessoas que vivem nas ruas foi agravada com a pandemia da Covid-19. A queda da renda e a perda de emprego e moradia estão entre os fatores que provocaram o aumento desse contingente. Dados oficiais da situação de emergência humanitária em São Paulo mostram que mais de 30 mil pessoas vivem nas ruas no Brasil. No 'Cidade e Soluções' deste domingo, dia 24, André Trigueiro revela como a pandemia e a crise econômica acentuaram esse problema no Brasil e no mundo.   
 
No Rio de Janeiro, Trigueiro visita o galpão da ONG Fraternidade de Rua, no Centro, que acolhe cerca de 250 moradores de rua por dia. Nesse espaço, eles podem tomar banho, fazer curativos, cortar o cabelo, pegar roupas no brechó e livros na biblioteca, além de conseguir ajuda para emitir documentos e arrumar emprego. De Nova York, Candice Carvalho fala sobre famílias que perderam suas casas nos Estados Unidos e vivem em barracas de camping em diversos estados do país. Em Buenos Aires, Ariel Palacios confirma que a crise econômica também aumentou o número de argentinos vivendo nas ruas.
 
Para entender melhor o problema e as possíveis soluções, André Trigueiro conversa com o coordenador do Movimento Nacional de Pessoas em Situação de Rua, Samuel Rodrigues. 
 
O 'Cidades e Soluções' vai ao ar neste domingo, dia 24, às 21h, na GloboNews

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code