Ad Code

Ciência é Tudo revela como Amazônia foi transformada pelos povos indígenas

Divulgação

A edição inédita do Ciência é Tudo que a TV Brasil leva ao ar no sábado (21), às 9h, traz uma matéria sobre a série documental “Amazônia, Arqueologia da Floresta” que mostra pesquisas realizadas no sítio arqueológico Monte Castelo, em Rondônia, conduzidas pelo arqueólogo Eduardo Góes Neves. 

Dirigida por Tatiana Toffoli, a produção tem quatro episódios e revela como a Amazônia foi transformada pelos povos indígenas ao longo de 6 mil anos. A série destaca que a presença humana ajudou a moldar a floresta e que, ao contrário do que até então se pressupunha, a Amazônia sempre foi ocupada e transformada pelos povos que a habitam.

Em parceria com os moradores da aldeia Palhau, da etnia Tupari, as escavações encontraram vestígios preservados por milênios entre camadas de conchas e terra. São restos de fauna, sementes de plantas, cerâmicas e ossos humanos, indícios de como viviam os povos da Amazônia.

Ainda durante o programa deste sábado, o público confere as ações da Aliança de Pesquisa e Inovação do Oceano Atlântico que tem o objetivo de fortalecer a cooperação internacional para a pesquisa científica. No Brasil, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (CONFAP) apoiam a aliança. 

A edição mostra também uma iniciativa da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj) que apoia cientistas de zonas de guerra como russos e ucranianos. Com um orçamento de 2 milhões de dólares, o objetivo é permitir que os cientistas possam sair das regiões de conflito e dar continuidade aos seus trabalhos de pesquisa.

A atração da emissora pública exibe ainda uma matéria especial sobre o Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN). Com destacada atuação em vários setores da atividade nuclear como na produção de radioisótopos, o IPEN possui o mais antigo e mais potente reator nuclear de pesquisa do Brasil. 

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code