Ad Code

''CNN Soft Business'' debate a abertura de capital das empresas brasileiras no exterior

Divulgação

Será que fazer uma IPO (Initial Public Offering) no exterior é uma boa estratégia para as empresas brasileiras? O ''CNN Soft Business'' deste domingo, dia 22 de maio (23h15), debate os prós e contras desse tipo de ação.  Phelipe Siani e Fernando Nakagawa revelam que 15 companhias brasileiras já trocaram São Paulo por Nova York na hora de abrir seu capital. E 14 dessas empresas estão listadas em outras bolsas dos Estados Unidos - que, diferentemente do Brasil, possui várias. Em Wall Street, 50% das empresas brasileiras são da área de tecnologia. A mudança de ares tem como principais motivos aparecer mais no radar do investidor internacional e participar de um mercado mais amigável para a nova economia. 

A coordenadora do Centro de Estudos em Finanças da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Cláudia Yoshinaga, explica o passo a passo para a entrada no mercado internacional e analisa se vale ou não a pena. Outra convidada deste episódio é Mell Dilor, que criou a corretora Avenue Academy, especializada em ajudar os brasileiros a investirem nas bolsas de outros países. Ela explica como se pode comprar ações das companhias do Brasil lá fora.

O programa conta a história da NetShoes, primeira empresa brasileira a abrir seu capital nos Estados Unidos. O fundador da companhia, Márcio Kumruian, relembra os problemas enfrentados e as conquistas no processo de começar a oferecer suas ações no exterior em 2017. Ele revela se voltaria ou não a agir da mesma forma caso fosse adotar a mesma estratégia no atual cenário.

 O ''CNN Soft Business'' vai ao ar aos domingos, às 23h15, pela CNN Brasil.

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code