Ad Code

Filme inédito no Brasil reúne cientistas que buscam o segredo da juventude

Divulgação Curta!

Há séculos, o homem se vê diante de um mistério que até hoje não foi plenamente desvendado: é possível evitar o envelhecimento? É essa a discussão do documentário “Jovem Para Sempre – Encontrando o Elixir da Juventude”, uma produção da Arte France, dirigida por Sylvie Gilman e Thierry de Lestrade, que estreia com exclusividade no Brasil através do Curta!. Em junho, o longa estará em streaming através do Curta!On-Clube de Documentários, disponível no NOW e em CurtaOn.com.br.

No filme, diversos cientistas defendem suas teorias e se posicionam contra outras que lhes parecem sem sentido ou ineficazes. Fica claro que, embora haja avanços nas pesquisas sobre o envelhecimento dos nossos corpos, o desafio de prolongar a juventude ainda está totalmente em aberto.

As hipóteses são muitas e os cientistas enveredam por diferentes caminhos atrás de respostas. Há quem busque resultados em intervenções genéticas, no plasma sanguíneo, no desenvolvimento de remédios e até na nutrição.

Os cientistas salientam que, mais do que uma questão estética, reverter o envelhecimento é importante para prevenir ou mesmo impedir o surgimento de diversas doenças que se dão conforme o corpo envelhece, como o Alzheimer e vários tipos de câncer.

“Podemos atingir o processo de envelhecimento para aumentar nossa expectativa de vida, para evitar sofrimentos das doenças da velhice e, assim, vivermos felizes por mais tempo”, afirma o pesquisador Nir Barzilai, da Faculdade de Medicina Albert Einstein, de Nova York. No entanto, outra questão fica em aberto: caso a humanidade encontre o segredo da juventude, como o planeta irá suportar esse novo peso demográfico? A estreia é na Sexta da Sociedade, 27 de maio, às 23h.

Em novo episódio da série ‘Jazz’, a história de Benny Goodman, o “rei do swing”

Em “Swing: Puro Prazer”, o quinto episódio da série “Jazz” — inédita no Brasil —, estamos entre os anos de 1935 e 1937. O premiado diretor Ken Burns nos leva à época da Grande Depressão nos Estados Unidos, quando o jazz se torna um ritmo popular no país. O estilo musical também ganha uma nova modalidade, o swing, impactando uma geração e atraindo milhões de fãs.

Junto a essa transformação musical, o capítulo conta a história de um grande ícone: Benny Goodman, primeiro músico norte-americano a criar uma banda com negros e brancos. Ele, que arrastou multidões para casas de shows, ganhou visibilidade e passou a ser aclamado como o "rei do swing".

Além da exibição no Curta!, “Jazz” está no streaming Curta!On – Clube de Documentários, plataforma disponível no NOW, da NET / Claro e pelo site curtaon.com.br. A estreia é no sábado, 28 de maio, às 21h, com reexibição na Segunda da Música, 30 de maio, às 23h.

Segunda da Música (MPB, Jazz, Soul, R&B) – 23/05

21h – Candeia (Documentário)

Filme sobre a vida e a obra de Antonio Candeia Filho, compositor da Portela e idealizador e criador do GRANES Quilombo, em memória aos 40 anos de sua morte, em 2018. Direção: Luiz Antonio Pilar. Duração: 97 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 24 de maio, terça-feira, às 1h e às 15h; 25 de maio, quarta-feira, às 9h; 28 de maio, sábado, às 22h; 29 de maio, domingo, às 15h50.

23h – “Jazz” (Série) – Episódio: “A Verdadeira Acolhida”

Durante a Grande Depressão, o jazz é chamado para levantar os ânimos de um país assustado, e entra em uma década de crescimento explosivo. Louis Armstrong revoluciona a arte da música popular americana e se torna um dos principais artistas do país. Chick Webb chama atenção com seu som de big band no Savoy Ballroom, no Harlem, onde uma nova dança chamada “Lindy hop” faz sucesso. É Duke Ellington quem leva o jazz para “além das fronteiras do gênero”, compondo músicas com uma sofisticação que faz com que os críticos o comparem a Stravinsky. A próspera turnê pelos EUA de Benny Goodman dá uma guinada no Palomar Ballroom, em Los Angeles, quando os dançarinos enlouquecem ao som da batida de sua big band. Ao fim daquela noite, a Era do Swing tem início. Direção: Ken Burns. Duração: 59 min. Classificação: 10 anos. Horários alternativos: 24 de maio, terça-feira, às 3h e às 17h; 25 de maio, quarta-feira, às 11h.

Terça das Artes (Visuais, Cênicas, Arquitetura e Design) – 24/05

21h – “Geografia da Arte” (Série) – Episódio: “Keith Haring + Bahia”

Durante uma breve e intensa carreira que atravessou os anos 1980, Keith Haring passou muito tempo viajando e trabalhando em dezenas de cidades ao redor do mundo. Mas foi em uma pequena praia na Bahia que ele encontrou a mudança de ritmo que tanto precisava. O episódio leva o público a Serra Grande, onde, quase 30 anos atrás, o artista americano procurou refúgio para seu estilo “jet-setter” de celebridade do mundo das artes. Direção: Guto Barra e Tatiana Issa. Duração: 52 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 25 de maio, quarta-feira, às 1h e às 15h; 26 de maio, quinta-feira, às 9h; 28 de maio, sábado, às 20h.

Quarta de Cinema (Filmes e Documentários de Metacinema) – 25/05

22h – “O Prólogo” (Documentário)

"O Prólogo" discute o uso da propaganda política no cinema e na televisão, na década de 1960, desvendando a cultura dos antigos curtas-metragens que passavam antes das sessões principais de cinema no Brasil. Direção: Gabriel F. Marinho. Duração: 94 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 26 de maio, quinta-feira, às 2h e às 16h; 27 de maio, sexta-feira, às 10h; 28 de maio, sábado, às 13h30; 29 de maio, domingo, às 20h30; 30 de maio, segunda-feira, às 4h15.

Quinta do Pensamento (Literatura, Filosofia, Psicologia, Antropologia) – 26/05

23h30 – “Ideias para o Mundo” (Série) – Episódio: “Élisabeth Roudinesco”

Historiadora e psicanalista francesa, Élisabeth Roudinesco é uma pensadora universal, especializada na história da psicanálise e autora da biografia definitiva sobre Sigmund Freud. A história do pensamento no século XX, o sionismo e o significado das ideias freudianas na atualidade são alguns dos temas abordados neste episódo. Direção: Pedro Zimmermann. Duração: 26 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 27 de maio, sexta-feira, às 3h30 e às 17h30; 28 de maio, sábado, às 10h30; 29 de maio, domingo, às 19h; 30 de maio, segunda-feira, às 11h30.

Sexta da Sociedade (História Política, Sociologia e Meio Ambiente) – 27/05

23h – “Jovem para Sempre - Encontrando o Elixir da Juventude” (Documentário)

Envelhecer, em breve, não será mais considerado um processo biológico irreversível, mas uma doença que pode ser curada para que todos tenham uma vida longa e saudável, ou pelo menos é isso que prometem muitos pesquisadores empenhados em decifrar os mecanismos do envelhecimento. Nossos relógios biológicos, portanto, não marcariam mais uma data desconhecida para a obsolescência programada, pois o envelhecimento poderá ser retardado ou até revertido. Essa pesquisa, às vezes, pode parecer ficção científica, mas a ideia é atraente para um número crescente de bilionários do Vale do Silício, que estão sempre em busca de investimentos promissores. Um elixir da juventude, frugalidade ou uma combinação dos dois: os cientistas estão convencidos de que a receita antienvelhecimento está prestes a ser descoberta. Direção: Thierry de Lestrade e Sylvie Gilman. Duração: 52 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 28 de maio, sábado, às 3h e às 12h30; 29 de maio, domingo, às 19h30; 30 de maio, segunda-feira, às 17h; 31 de maio, terça-feira, às 11h.

Sábado – 28/05 – ESTREIA DE EPISÓDIO

21h – “Jazz” (Série) – Episódio: “Swing: Puro Prazer”

O jazz tem um novo nome agora — swing. Os líderes de bandas de jazz são os novos ídolos das matinês, com adolescentes se agitando ao som de Benny Goodman, Tommy Dorsey, Jimmie Lunceford e Glenn Miller. Billie Holiday emerge de uma infância trágica para começar sua carreira como uma das maiores cantoras de jazz. Em Chicago, Benny Goodman e Teddy Wilson provam que, apesar da segregação, grandes músicos negros e brancos podem dançar lado a lado no palco. Contudo, na pista do Savoy Ballroom, no Harlem, há espaço para apenas um “rei do swing”. Assim, em 11 de maio de 1937, Benny Goodman trava um confronto com Chick Webb, anunciado como “A Batalha Musical do Século”, e mais de 4.000 dançarinos lotam a pista para apoiar seus ídolos. Direção: Ken Burns. Duração: 59 min. Classificação: 10 anos. Horários alternativos: 29 de maio, domingo, às 23h35; 30 de maio, segunda-feira, às 23h; 31 de maio, terça-feira, às 3h e às 17h; 1º de junho, quarta-feira, às 11h.

Domingo – 29/05

22h15 – “Espero tua (re)volta” (Documentário)

Um retrato do movimento estudantil que ganhou força a partir do ano de 2015 ocupando escolas estaduais por todo o Brasil. Acompanhando três jovens do movimento e com imagens de arquivo de manifestações desde 2013, o documentário tenta compreender as ocupações e as suas principais pautas a partir do ponto de vista dos estudantes envolvidos. Direção: Eliza Capai. Duração: 90 min. Classificação: 14 anos. Horários alternativos: 27 de maio, sexta-feira, às 21h; 28 de maio, sábado, às 1h e às 15h15; 29 de maio, domingo, às 22h15; 30 de maio, segunda-feira, às 15h; 31 de maio, terça-feira, às 9h.

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code