Ad Code

Não dá para acreditar em tudo o que vemos. Ilusão é o tema da nova fase da campanha 'Fato ou Fake'

Divulgação

Não é porque você viu que pode ou deve acreditar. Com o objetivo de alertar que nem tudo que as pessoas veem corresponde à realidade, a Globo começou a veicular nesta segunda-feira, dia 2, a segunda fase da campanha 'Fato ou Fake' nos intervalos da Globo, nos canais Globo da TV por assinatura, em anúncios impressos nos jornais O Globo, Extra e Valor, e em banners nos canais digitais, especialmente no G1. Essa fase da campanha reforça a importância de checar a veracidade das informações que lemos, ouvimos ou assistimos, principalmente em ano eleitoral, quando as fake news se espalham rapidamente e podem provocar dúvidas ou mal-entendidos na população. É uma continuação da campanha de ‘Fato ou Fake’, que começou a ser veiculada no Dia da Mentira, no início de abril.  
   
Dessa vez, o filme de 30 segundos começa com uma ilusão de ótica. A imagem é estática mas tem-se a impressão de que ela está em movimento. “Sabe essa imagem na tela? Ela está parada, mas muita gente vê mexendo. Não é porque você viu que dá pra acreditar. Com as fake news é igual: você vê uma coisa que nem sempre pode ser verdade”, diz a locução, enquanto uma animação mostra as ilusões se desfazendo e se transformando na logo ‘Fato ou Fake’. No encerramento, a locução reforça: “Conte com a gente para saber o que é Fato Ou Fake. Porque o jornalismo é essencial para a sociedade e a democracia. Fato sim. Fake não”.  
    
Assinam o filme as marcas da TV Globo, GloboNews, G1, dos jornais O Globo, Extra, Valor e rádio CBN. Criado pelo Grupo Globo em 2018, o projeto ‘Fato ou Fake’ reúne jornalistas destes veículos com o objetivo de combater a disseminação de conteúdos falsos na internet. Os profissionais envolvidos no projeto monitoram redes sociais, verificando mensagens com ampla divulgação, investigam a origem da notícia, o contexto em que a informação está inserida, a data de publicação e as imagens usadas no conteúdo, além de entrar em contato com fontes oficiais, testemunhas e especialistas para garantir uma apuração eficaz. O resultado é disponibilizado na página https://g1.globo.com/fato-ou-fake/ .

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code