Ad Code

Parque Nacional do Caparaó é o destino do 'Globo Repórter' desta sexta

Divulgação Globo

Águas que rolam das pedras: esse é o significado da palavra ''Caparaó'', que dá nome ao Parque Nacional situado entre Minas Gerais e o Espírito Santo, que o 'Globo Repórter' desta sexta-feira, 20 de maio, convida o público a conhecer. Capitaneada pelo repórter Mário Bonella, a aventura pelo parque compreende uma expedição por um verdadeiro paraíso das águas, que concentra exuberantes cachoeiras, poços naturais e corredeiras.

''Nossa vida está assim neste ‘Globo Repórter’: depois de cada entrevista, um mergulho'', avisa o jornalista, que não se intimidou nem com as baixas temperaturas da água: ''É cada cenário que o Parque do Caparaó nos revela! Piscina natural de borda infinita, abaixo outra piscina, com água transparente. Só falta a água ser quentinha. Não é, não, ao contrário, é bem fria. Mas um dia de sol assim convida para o mergulho''.

Coprodução da Globo com a TV Gazeta, afiliada do Espírito Santo, o programa apresenta ainda os Guardiões do Caparaó, moradores que vivem nos arredores do Parque Nacional e que têm ação decisiva na preservação da reserva florestal. Dona Dalva Ringer, especialista em Educação Ambiental, é uma delas. Em comprou uma propriedade que faz limite com o parque. Na época, era um grande pasto, que ela reflorestou. “Tem coisa que tem preço e tem coisa que tem valor. Isso aqui para mim tem um valor imenso que dinheiro nenhum pagaria. Hoje, vivo da propriedade, eu tiro muito mais com ecoturismo”, revela ela.

A região é considerada uma grande caixa d’água, que abastece os municípios do Espírito Santo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. Criado há 60 anos, o parque tem 318 km². O programa revela ainda como pesquisadores têm acompanhado o desenvolvimento dos muriquis, espécie de primatas brasileiros típica da região tidos como os maiores macacos das Américas.

Mário ainda precisou mostrar fôlego para encarar a subida até o Pico da Bandeira, terceiro mais alto do país e mais alto da região Sudeste. Junto da equipe e do guia, ele partiu para aventura pouco depois da meia-noite, para pegar o amanhecer no local. “Em alguns momentos a gente até pensa, meu deus do céu para que eu estou fazendo isso? Madrugada, um frio danado. Subindo este morro aqui. Mas vai ter uma recompensa. A recompensa vai valer a pena, então, parece que está chegando. Vamos lá, vamos lá”, comentou ele, ainda ao enquanto desafiava a trilha íngreme e a longa caminhada para superar 2892 metros, e poder contemplar um tapete de nuvens que vai das montanhas até o horizonte sem fim.

O ‘Globo Repórter’ vai ao ar na próxima sexta-feira, 20 de maio, após a novela ‘Pantanal’.

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code