Ad Code

Roberta é eliminada do 'No Limite'

Divulgação Gloob/Fábio Rocha

Fim de jogo para Roberta Terra. No programa da última noite, dia 24, a tribo Lua se viu diante de mais duas derrotas. Em desafios que exigiram não só resistência física, mas também raciocínio e estratégia, o grupo não conseguiu se entender e perdeu tanto a Prova do Privilégio, quanto a de imunidade. No Portal, Janaron, Guza, Roberta e Rodrigo votaram em Bruna, enquanto Victor, Charles, Ipojucan e Bruna foram em Roberta. Com o empate, então, a tribo precisaria decidir em consenso o eliminado da noite – o que não aconteceu. Depois de um longo tempo de discussão, Fernando anunciou que sortearia o nome de um dos competidores e que essa pessoa seria a responsável por tomar a decisão. O contemplado foi Victor, que não pensou duas vezes em eliminar a gerente de trade marketing do Rio de Janeiro. 
 
Na entrevista abaixo, Roberta revela a análise que faz da competição até o momento e comenta suas alianças e desafetos. 
  
Como foi a sua experiência no programa, valeu a pena?  
Valeu muito a pena para mim, faria tudo de novo. A questão da convivência foi mais difícil do que eu imaginava. A tribo Lua, puxada pelo Victor, se dividiu desde antes da primeira prova de imunidade, já querendo fazer alianças para tirar a Guza, só porque ela tinha um jeito mais incisivo de falar. Essa parte me surpreendeu negativamente, achei um comportamento nocivo, ainda mais sendo baseado em afinidade, e não em performance. Quando você joga por afinidade, acaba perdendo para a outra tribo.  
  
Agora fora do programa, se surpreendeu com o jogo de alguém?   
Eu já tinha percebido o jogo do Victor, já tinha falado com o Adriano e ele achou que eu não tinha noção. Mas o Victor puxava as pessoas pro canto, chorava, fazia uma estratégia de pedir para não ser votado, mas depois acabava votando nessa mesma pessoa, ou articulando os votos, como foi o caso do Adriano e da Kamyla. Jogo baixo, que eu jamais faria. Observação importante sobre a panela que ele alegou que eu fazia escalda pés: é que sempre usávamos todas as panelas para cavar, trocar a areia molhada por areia seca para dormirmos, areia essa que pisávamos, passava todo tipo de bicho, e depois lavávamos no rio. Então, foi uma reclamação infundada e desnecessária, que só desagrega.  
 
A sua eliminação foi diferente das que vimos até aqui. Depois do empate com Bruna, Victor foi sorteado e decidiu pela sua saída. Por que você acha que foi alvo do participante?  
Não tive a menor afinidade com ele. E repito que não se trata de um jogo de afinidades, mas o Victor, assim como outros participantes, achava que estava em outro reality, criando desavenças internas como se fossemos duas tribos. Se o nome de um dos meus aliados fosse sorteado no Portal, iríamos eliminar um a um do outro subgrupo, começando pelo Victor, Charles e Ipojucan, mas a sorte não estava ao meu lado e meus aliados viraram alvo. 
 
A tribo Lua tem mais facilidade em provas de força, mas nem sempre é a força bruta que determina quem vence as provas. Depois das últimas derrotas, o que pode ser feito pela tribo Lua para virar o jogo?  
Kamyla e Adriano eram os dois elementos que tinham uma visão lógica do jogo. Perdemos o Adriano e a Kamyla foi subjugada pela aparência, porém ela era uma excelente finalizadora. E ninguém foi capaz de assumir esse papel, por mais que o Rodrigo tentasse, ele ficava dividido entre força e lógica.   
  
Na sua avaliação, quais eram os seus pontos fortes?   
Meus pontos fortes eram força, velocidade, mira e a capacidade de não me exaltar em situações de pressão na tribo.  
  
Uma declaração sua surpreendeu muita gente: você já foi cover das Spice Girls? 
Com 12 anos eu era superfã das Spice Girls, assim como a maioria dos que tinham minha idade quando elas estouraram. Com 13 procurei um fã-clube e vi que tinha essa chance. Fui cover da Mel C por quase dois anos, gravamos, nos apresentamos em shows. Ainda não tive a chance de ir ao show delas ou ao show da Mel C, que ainda atua solo, mas, assim que eu puder, compro passagem e vou realizar esse sonho que não morreu.  
 
Outra declaração que repercutiu foi a do sabonete. Você tem essa questão com higiene? Como foi passar tantos dias sem banho e sem escovar os dentes?  
Sobre o sabonete que eu gastava um por banho, eu tinha uns oito anos e achava que ficava limpa só quando ele quase acabasse. Foi uma fase que passou rápido, mas foi marcante, minha mãe comenta até hoje. Nos primeiros dias foi difícil ficar sem higiene, mas que depois me adaptei, fiquei tranquila e foquei em outras situações de sobrevivência real, como convivência, alianças, comida e provas. 
 
Quais aprendizados você leva dessa experiência?  
Que sim, eu sou maior e melhor que imaginava, capaz de me adaptar a situações extremas, como excesso de insetos, o calor intenso, frio e chuva, dormir na areia molhada e dura por dias, não ter higiene, comer muito menos, tudo isso aliado a uma convivência com pessoas que não davam um dia de paz, viviam falando em eliminar gente ao invés de se unir para combater a outra tribo. Fiquei orgulhosa de mim e faria tudo de novo. Amo desafios e tenho história para contar, mas, acima de tudo, meu coração está aquecido e feliz com a minha entrega e trajetória.  
 
Para quem fica a sua torcida?  
Gostaria muito de deixar minha torcida para a Guza, minha grande parceira e amiga que já levei para vida. A gente tinha tudo para bater de frente pelas nossas personalidades, mas tivemos uma grande admiração mútua e nos unimos, uma grande guerreira. Mas, infelizmente, observando de fora, ela será a próxima da Lua a sair, especialmente após o meu Portal. Poderia deixar a minha torcida para o Rodrigo ou Janaron, mas eles também ficaram expostos ao me defenderem, virando alvo do grupo que ficou maior. Caso não dê para nenhum dos três, espero que as meninas da Sol consigam se unir e eliminar um a um da Lua, começando pelo Victor.  
 
'No Limite' tem exibição às terças e quintas, após ‘Pantanal’, com apresentação de Fernando Fernandes, direção de gênero de variedades de Boninho, direção artística de LP Simonetti e direção geral de Angélica Campos. O reality é mais uma parceria da Globo com a Endemol Shine Brasil, com base no ‘Survivor’, um formato original de sucesso. Ana Clara apresenta o ‘A Eliminação’ aos domingos, após o ‘Fantástico’.          

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code