Ad Code

‘Você Pode Mudar o Mundo’: série entrevista mulheres de destaque em defesa da cidadania e da democracia

Divulgação/Pedro Prado

A série ''Você Pode Mudar o Mundo'' estreia no Canal Futura no próximo dia 6 de maio, às 22h, com o objetivo de inspirar, mobilizar e engajar a sociedade na defesa da democracia. Ao longo de dez episódios, a empreendedora cívica Ilona Szabó, diretora do Instituto Igarapé, vai receber mulheres empoderadas que vão debater pautas urgentes, de forma acessível a todos os públicos. O conteúdo também estará disponível gratuitamente na Globoplay.

A iniciativa faz parte de um conjunto de ações do Futura para disseminar conteúdos educativos e inspiradores sobre temas ligados a política, democracia e ao exercício da cidadania, especialmente em um período em que o país se prepara para as eleições.

Na estreia, Ilona conversa com Gabriela Prioli, comentarista política e apresentadora de TV, que se destaca na produção de conteúdos que contribuem para o conhecimento político de maneira simples e objetiva.

A temporada vai contar ainda com a ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva; a bailarina e ativista Ingrid Silva; a deputada federal e ativista pela educação brasileira Tabata Amaral; a microbiologista e escritora Natalia Pasternak; a presidente da ONG Todos pela Educação, Priscila Cruz; a empresária, jornalista e ativista Monique Evelle; a líder indígena e ativista pelo meio ambiente Alessandra Korap; a jornalista e escritora Patrícia Campos Mello; e, para fechar a temporada, a empresária Luiza Trajano, que lidera a rede Magazine Luiza.

“Um dos pilares da atuação do Futura é contribuir para a formação cidadã e o debate de pautas urgentes para a sociedade. A série fortalece essas iniciativas e traz informação de qualidade, de forma acessível a públicos com todo tipo de formação, reunindo mulheres relevantes no cenário nacional”, diz Deca Farroco, gerente de produção do Futura.

“A série Você Pode Mudar o Mundo destaca trajetórias inspiradoras de mulheres que, com suas ideias e iniciativas, engajam, emocionam e transformam o Brasil em um país melhor”, avalia Ilona Szabó, co-fundadora e presidente do Instituto Igarapé e apresentadora da série. “As histórias compartilhadas nos trazem lições importantes a respeito de como mulheres podem agir, liderar, influenciar e construir uma sociedade mais justa, plural e democrática”, conclui.

A série, produzida por Susana Campos e Veruschka Bauerle, da produtora carioca Das Minas, tem direção de Isis Mello. De acordo com a diretora, esse projeto foi um grande presente para a Das Minas. “A série representa algo que acreditamos ser fundamental para a construção de uma sociedade mais justa: ouvir nós mulheres e reconhecer nossa importância e liderança em diversos setores da sociedade. A Ilona é uma grande anfitriã, conseguiu deixar todo mundo bem à vontade e falar de temas densos de uma maneira leve e divertida. Fiquei muito orgulhosa, pois conseguimos fazer um programa para toda a família. É uma delícia de assistir, divertido e relevante ao mesmo tempo”, finaliza Isis.

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code