Ad Code

'Esporte Espetacular' deste domingo, Dia dos Namorados, mostra histórias de casais em que as mulheres treinam os homens para competir em alto rendimento

Divulgação

Já é tradição. Todo 12 de junho é dia de celebrar o amor, a paixão. Neste ano, coincidiu de o Dia dos Namorados cair justamente em um domingo. Por isso, o 'Esporte Espetacular' preparou uma matéria especial sobre casais em que a mulher é técnica do homem. O caso que se tornou mais famoso no Brasil foi o do nadador Bruno Fratus, nos Jogos Olímpicos de Tóquio, no ano passado. Logo depois de receber a medalha de bronze na prova dos 50 metros livres, a mais rápida do planeta, ele correu para beijar a namorada e treinadora Michelle Lenhardt. “Nós temos de cuidar do que vai durar para sempre. É aquela coisa, quando eu estiver com 60, 70, 80 anos, a natação já vai ter ido embora há muito tempo, mas a ‘Mi’ vai estar aqui ainda. No nível que a gente chegou e com o tipo de relacionamento que construímos, não existe mais aquela hierarquia, onde o técnico exerce uma imagem superior a do atleta. As decisões são tomadas em conjunto. Do mesmo jeito que as decisões em casa são tomadas em conjunto”, diz Fratus.
 
O repórter Placido Berci também ouviu outros dois casais que misturam a relação pessoal com a profissional por conta do esporte: Douglas Brose, do caratê, com a treinadora Lucélia Brose; e o jogador de vôlei de praia Guto – atual parceiro de Alison, campeão olímpico no Rio-2016 – com a técnica Jéssica Mesquita.
 
Em Porto Alegre um atleta de 19 anos resolveu desafiar grandes campeões da Ginástica brasileira. E não só isso, ganhar deles. João Prunes morava debaixo de um viaduto quando foi descoberto em um vídeo fazendo acrobacias, aos 8 anos. Na última edição do Troféu Brasil, avançou às finais em primeiro lugar no salto e no solo, desbancando Arthur Nory - campeão mundial nas barras fixas em 2019 e medalhista olímpico de bronze nos Jogos Rio-2016 no solo -  e Arthur Zanetti, campeão olímpico e mundial nas argolas.
 
Brasil encerra a primeira semana da Liga das Nações de vôlei masculino diante da China
 
Após bater Austrália e Eslovênia nas duas primeiras rodadas da Liga das Nações, a seleção brasileira de vôlei masculino volta à quadra do Ginásio Nilson Nelson, em Brasília, neste fim de semana para dois compromissos que encerram a primeira semana do torneio. Neste sábado, a partir das 15h, os comandados de Renan Dal Zotto encaram os Estados Unidos, com transmissão do sportv2. Jader Rocha narra e Nalbert comenta as emoções na partida. No dia seguinte a equipe se despede do Distrito Federal diante dos chineses, às 10h. O jogo será exibido dentro do ‘Esporte Espetacular’, com a narração de Luis Roberto e os comentários de Fabí Alvim e Serginho, e também no sportv2, tendo Luiz Carlos Jr. no comando da transmissão, e os comentaristas Thaísa e Nalbert.
 
O 'Esporte Espetacular' deste domingo começa um pouco mais cedo, às 9h45, logo depois do ‘Auto Esporte’.  

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code