Ad Code

História de amor que começa no cemitério de Vila Formosa e a relação amigável dos escoteiros de Tremembé são alguns dos destaques do 'Mistura Paulista' deste sábado

Divulgação Globo

Sabe onde fica a pastelaria onde o carro-chefe das vendas não é o pastel? E onde vive o casal que começou a namorar em um cemitério? Essas são algumas das histórias inusitadas de Vila Formosa, na Zona Leste de São Paulo, que estão no 'Mistura Paulista' deste sábado, dia 11. Tremembé, na Zona Norte, também está no roteiro do programa e mostra que, no bairro, tem atração para todos os gostos e turmas. 

No clima do Dia dos Namorados, comemorado no domingo, Denise Thomaz Bastos conversa com Vanderlei e Vilma, o casal que se apaixonou no cemitério de Vila Formosa. Ele, coveiro há 35 anos, e ela, jardineira do local. Se conheceram enquanto trabalhavam no cemitério, considerado o quarto lugar com mais verde da capital. O episódio mostra também que a esfirra que faz sucesso no bairro é vendida em uma pastelaria. Tem gente que deixa de almoçar para comer as delícias do lugar, que já existe há 46 anos. “Juntando todos os salgados que vendemos aqui, inclusive o pastel, não chegam às vendas da esfirra de carne”, afirmou Mauro, responsável pelo estabelecimento. 

Depois de subir seis andares de escada, a repórter Denise chega no alto da torre, com 47 sinos, do Santuário de Nossa Senhora do Sagrado Coração para conhecer o primeiro carrilhão da América Latina. Lá, encontra Deise, a responsável por tocar o instrumento musical, que descreve a emoção que é participar da história de Vila Formosa. "O carrilhão é um reflexo de alegria. Ele toca em dias festivos e torna a festa ainda mais alegre. Ele é encantador", diz Deise, emocionada. 

Em Tremembé, o outro destino do programa desta semana, a repórter Luiza Vaz se aproxima da natureza a poucos quilômetros do caos urbano. O antigo reservatório do sistema Cantareira é uma espécie de recanto, com um pesqueiro e até uma cachoeira. "Aqui é meu contato mais próximo com Deus", fala Alan, frequentador do parque, enquanto curte um gelado banho na queda d’água. Também ao ar livre acontecem grande parte das atividades do grupo de escoteiros de Tremembé. Presente em 224 países e territórios, o grupo forma o maior movimento de jovens no mundo, 86 mil no Brasil. Destes, 19 mil só em São Paulo. "Estamos numa área histórica para o movimento escoteiro mundial. O primeiro curso de formação de chefes na América do Sul aconteceu aqui, em 1949. Estar junto à natureza é o ponto principal", salienta Rodrigo, um dos responsáveis pela equipe de escoteiros.

A terapia que com base na capoeira ajuda idosos de Tremembé a espantar a depressão é uma das atividades de um centro cultural de Tremembé, que funciona em uma casa construída na década de 20. Ainda no bairro, Luiza Vaz conhece a galera do skate, que tira onda com altas manobras nas ladeiras do local. 

O ‘Mistura Paulista’ vai ao ar neste sábado, dia 11 de junho, logo após o ‘Jornal Hoje’, apenas para São Paulo.

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code