Ad Code

Luiz Fernando Guimarães fala sobre o novo trabalho e a família hoje (10) no 'Conversa com Bial'

Divulgação Globo

O 'Conversa com Bial' de hoje, dia 10, promete uma conversa emocionante e cheia de revelações do ator Luiz Fernando Guimarães, que retorna ao teatro com a peça “Ponto a Ponto – 4000 Milhas”, em que interpreta Vera, uma senhora de 90 anos de idade. O espetáculo está em cartaz no Rio de Janeiro e Luiz demonstra sua alegria em estar de volta aos palcos: “Estava com tanta saudade desse contato com o público, está sendo para mim uma realização inacreditável”, conta. 
 
Além de explorar o novo trabalho de Luiz Fernando, Pedro Bial resgata a amizade dele com Regina Casé e alguns dos personagens mais emblemáticos do ator, como o marcante Rui, em ‘Os Normais’. Luiz revela que ele é quem levou Fernanda Torres para o elenco: “O Alexandre [Machado, um dos criadores] tinha me feito o convite, e eu achei estranhíssimo, falei para ele ‘será que vai dar certo isso? Uma série com o nome Os Normais?’, e ele me disse que ia dar certo, sim, então eu coloquei uma condição, disse ‘só tem uma coisa, já tenho uma noiva, não pode ser outra’. E mesmo com a vida dando tropeços, Rui e Vani eram uma boa companhia um para o outro, acho que isso era o que dava consistência para eles”, reflete.
 
Outro trabalho realizado junto com Fernanda foi o filme “O Que É Isso, Companheiro?”, de 1997, sobre a luta armada contra a ditadura militar. Luiz revela que seu papel como motorista dos sequestradores do embaixador dos Estados Unidos no Brasil foi, na vida real, executado pelo seu irmão, e o ator compartilha sua experiência com a ditadura. 
 
Ainda no âmbito pessoal, recebe a surpresa da participação de seu companheiro, Adriano Medeiros, junto dos dois filhos adotivos, Olivia, de 9 anos; e Dante, de 11 anos. Luiz se emociona ao falar sobre o processo de adoção e ao assistir a um vídeo de sua família. “Nós conquistamos isso, e teve um trabalho afetivo, árduo do dia a dia, eu e o Adriano, de conversarmos como será essa nova família [...], e acho que isso faz as pessoas pensarem sobre suas próprias vidas, sobre a possibilidade de abrirem portas para todo mundo. Naquele momento, em que estávamos eu e o Adriano sentados num banquinho, e ele me perguntou se envelheceríamos os dois juntos e sozinhos, aquela poderia ser apenas uma pergunta porque era bonita também [...], mas abrimos essa porta”, diz.
 
Com direção artística de Monica Almeida, o ‘Conversa com Bial’ vai ao ar na TV Globo de segunda a sexta, após o ‘Jornal da Globo’. O programa também é exibido no canal internacional da Globo e em simulcast no Globoplay. As entrevistas também podem ser acompanhadas no podcast ‘Conversa com Bial’, disponível no Globoplay ou em qualquer plataforma de áudio.

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code