Ad Code

Estação Livre celebra Dia da Mulher Negra Latino Americana e Caribenha

Divulgação TV Cultura

Nesta sexta-feira (29/7), o Estação Livre celebra o Dia da Mulher Negra Latino Americana e Caribenha, comemorado no dia 25, e também o Julho das Pretas. O programa protagonizado por mulheres pretas e apresentado por Cris Guterres, vai ao ar às 22h, na TV Cultura.

As reportagens contam um pouco da história das lutas, problemas e também de música feita por e para as mulheres pretas. E Eliane Dias, que comanda a carreira dos Racionais MC's, conversa com Cris sobre a realidade que vive.

O protagonismo das é discutido falando das barreiras impostas e de como elas são superadas por mulheres pretas que chegam aos espaços de poder. Samantha Almeida, diretora de criação da TV Globo e vencedora do prêmio Caboré 2021, e Giselle dos Anjos Santos, historiadora e pesquisadora do CEERT, são as convidadas de Cris no estúdio.

O programa ainda fala sobre a Marcha das Mulheres Negras, a relação da mulher preta com o preparo da comida, Lei Maria da Penha, bloco Ilú Obá de Min e as celebrações do Theatro Municipal de São Paulo para o Dia da Mulher Negra Latino Americana e Caribenha.

Por fim, o programa fala sobre o projeto AfroSurf, que tem como iniciativa ensinar uma comunidade quilombola a surfar e a fortalecer a diversidade em um esporte predominantemente branco. O Estação Livre também comenta sobre a rotina do atleta, mercado de pranchas e festival internacional de cinema de surf de Ubatuba, além de trazer uma menção ao museu virtual “O Ritmo de Gil”, em homenagem ao aniversário de 80 anos do cantor Gilberto Gil.

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code