Ad Code

Estação Livre recebe bi-campeão brasileiro de surf Jojó Olivença, nesta sexta-feira

Divulgação/Larissa Marques

Nesta sexta-feira (8/7), o Estação Livre fala sobre um esporte que tem ganhado cada vez mais adeptos, principalmente após ter se tornado uma modalidade olímpica. Apresentado por Cris Guterres, o programa entra na onda dos bons resultados de surfistas brasileiros, na etapa nacional do Circuito Mundial de Surf de junho, e analisa quais os motivos de um esporte tão popular apresentar poucos atletas negros. A edição tem como convidados o surfista bi-campeão brasileiro e criador do Projeto Ondas, Jojó de Olivença, e Luiz Neguinho, ex-surfista e instrutor de surfe e skate. Na TV Cultura, vai ao ar a partir das 22h.
 
Para adentrar o universo da modalidade, a edição conta com reportagem sobre o campeonato mundial em Saquarema, Rio de Janeiro, em que, pela primeira vez, quatro surfistas brasileiros chegaram às semifinais de uma etapa. O campeão Filipe Toledo e Ítalo Ferreira, medalhista olímpico, conversam com o repórter Júnior Augusto.
 
Além disso, aborda a existência de iniciativas que têm como objetivo aproximar crianças em situação de vulnerabilidade ao esporte. Como exemplo, o Projeto Ondas, comandado por Jojó, que atende crianças de 7 a 12 anos para receber apoio educacional, inclusão digital e consciência ambiental. Sobre a participação dos brasileiros na modalidade, Jojó comenta que “hoje nós somos supremacia no mundo, mesmo tendo um déficit de desenvolvimento devido à má gestão das instituições (...)”. O ex-surfista aponta ainda que o país é favorito para ganhar o Mundial.
 
Por fim, o programa fala sobre o projeto AfroSurf, que tem como iniciativa ensinar uma comunidade quilombola a surfar e a fortalecer a diversidade em um esporte predominantemente branco. O Estação Livre também comenta sobre a rotina do atleta, mercado de pranchas e festival internacional de cinema de surf de Ubatuba, além de trazer uma menção ao museu virtual “O Ritmo de Gil”, em homenagem ao aniversário de 80 anos do cantor Gilberto Gil.

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code