Ad Code

''Eu vou dar um spoiler: Pedro e Chloe vão atrás da família biológica'', diz Tavinho Martins sobre personagem Pedro, de 'Poliana Moça'

Divulgação Lourival Ribeiro/SBT

Tavinho Martins, o Pedro Rogatto de ''Poliana Moça'', participa do ''PoliCast'' desta terça-feira (12). O ator mirim vai encantar o público com seu perfil, comentando sobre sua moradia em um motorhome [veículo com conceito de lar]. Além de falar sobre as pautas sociais que seu personagem vive na novela, como bullying e adoção. O podcast vai ao ar logo após a exibição da trama na TV, às 21h30 no canal da novela do YouTube, Spotify, Deezer e Amazon Music.

O jovem prodígio, nasceu em Novo Hamburgo (RS), morou em Dois Irmãos (RS), posteriormente foi para o Rio de Janeiro (RJ) e atualmente mora em São Paulo (SP). Tavinho está fazendo sua primeira novela no SBT, mas já trabalhou em outras emissoras. O convidado compartilha sua experiência em uma casa de quatro rodas, um motorhome. 

“É a melhor coisa. A gente mora realmente no motorhome há seis anos, mais ou menos, não é desde sempre que a gente mora no motorhome. Lá no Rio, a gente morava em apartamento e a gente gostava de ir na praia todo dia e na frente da praia tinha um camping, camping é como um condomínio de motorhome, trailer e barraca. Você aluga uma vaga e estaciona o motorhome ou trailer. A gente ia para praia e ficava sempre vendo e falando: ‘a gente precisa morar aí, nem que seja em uma barraca e depois a gente compra um trailer’. Depois, a gente viu um ônibus sem nada, velho, um ônibus de frota. E compramos um ônibus bem barato para fazer o motorhome, e fomos morar dentro do camping com esse motorhome velho”, diz. Martins.

“No camping, do nosso lado tinha outro motorhome, só que de fábrica, que vinha do Texas, a gente comprou esse motorhome pronto, porém, ele estava com um pouco de problema, a gente morou lá durante quatro anos. Deu a pandemia e fomos para o Rio Grande do Sul com esse motorhome, para ajeitar um pouco, porque lá no Rio Grande do Sul tem muita fábrica de motorhome e eu nasci lá [...] A gente deixou o motorhome no sul com minha mãe e a gente veio para São Paulo por causa da novela e aí provavelmente quando acabar a novela a gente vai viajar”, finaliza o assunto.

Em “Poliana Moça”, Tavinho faz o papel de Pedro, filho do meio de Davi [Marcello Airoldi] e Eugênia [Amanda Acosta], adotado junto com Chloe [Mari Campolongo]. Completamente extrovertido e divertido. Costuma brigar com a Helena [Luisa Bresser], irmã mais velha, como é comum em todas as famílias, mas fica especialmente bravo quando ela desrespeita a mãe. É apaixonado por basquete – o que contrasta bastante com sua baixa estatura. As tentativas frustradas de entrar para o clubinho dos primos, “Magabelo”, o motivam a criar seu próprio time investigativo ao lado de sua irmã Chloe e da amiga Yuna [Marianna Santos], o clube “Yupechlo”. E apesar de serem subestimados por “Magabelo”, são eles três que desvendam grandes mistérios envolvendo até mesmo criminosos como Roger Pessoa [Otávio Martins], Waldisney [Pedro Lemos] e Violeta [Gabriela Saadi]. 

Pedro sofre bullying na Escola Ruth Goulart, por valentões que ofendem o menino por ele andar com a irmã mais nova e ter comportamentos mais infantis. Na atração, o entrevistado fala um pouco desta pauta: “É muito importante, porque muitas vezes quando você está sofrendo bullying, você tem o medo de falar, porque você realmente acha que o cara vai pesar para seu lado e não vai funcionar falar para alguém. Depois, a Eugênia descobre e vai falar com a diretora. É importante passar essa mensagem”.

Sobre a questão da adoção, o garoto declara: “Eu acho que eles foram adotados muito novos, a Chloe, principalmente, porque ela era um bebê -tem cenas que a gente fala sobre isso. E o Pedro tem um negócio muito bonito dele estar muito ligado com a irmã dele, ele nunca desgrudou da irmã quando foram adotar eles”.

“Eu vou dar um spoiler - tem um negócio que não estou conseguindo fugir dos spoilers. Pedro e Chloe vão atrás da família biológica. Vai despertar essa curiosidade, porque é bem normal, claro que eles ficam com medo de contar, eles vão investigar por baixo dos panos, pelo medo de contar para Eugênia, quem consideram como mãe mesmo, para ela não ficar triste e não se magoar. Vai acontecer isso, vai ter toda essa trama [...] A gente teve esse trabalho porque a gente tá inspirando muitas pessoas, a gente tá representando muitas pessoas no Brasil, isso é muito legal”, revela Tavinho Martins.

O podcast “Policast” vai ao ar toda terça e quinta, logo após a exibição da novela, no canal de Poliana Moça no YouTube e nas plataformas de áudio

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code