Ad Code

Nara Leão, Maria Bethânia, Ferreira Gullar e as memórias do Grupo Opinião

Divulgação Curta!

O lendário Grupo Opinião, criado no Rio de Janeiro, em 1964 — como forma de resistência cultural contra a ditadura militar recém-instaurada no Brasil —, tem sua história contada no documentário ''Memórias do Grupo Opinião'', do diretor Paulo Thiago, que agora chega ao Curta!, dividido em três episódios. A trupe do Opinião era composta por artistas que mais tarde fariam parte do panteão das artes brasileiras — entre atores, cantores, escritores e diretores de teatro —, como Nara Leão, Maria Bethânia, João do Vale, Zé Kéti, Paulo Autran, Augusto Boal e Millôr Fernandes.

A produção tem como ponto de partida as atividades que aconteciam no Centro Popular de Cultura, então pertencente à União Nacional dos Estudantes, fechado em 1964 pelo regime militar. Dali saíram artistas que seriam os mentores do Grupo Opinião, como Ferreira Gullar e Oduvaldo Vianna Filho.

A série costura um farto material de arquivo com depoimentos preciosos, mesclando os acontecimentos daquele período turbulento com histórias de bastidores e experiências pessoais. Performances marcantes, sobretudo musicais, ganham roupagem contemporânea em releituras especiais, feitas para o longa por músicos convidados. 

Entre os depoentes, Antônio Pitanga, que relata como o Opinião influenciou a resistência à ditadura na Bahia; Carlos Heitor Cony, que ressalta a importância do movimento para a politização da classe artística da época, e, em destaque, o próprio Ferreira Gullar, que fala sobre o Golpe de 64 e o fim do grupo.  A exibição é na Terça das Artes, 2 de agosto, às 23h30.

A chegada do homem à lua é tema de episódio inédito de ‘Mistérios do Arquivo’

Em 1969, “um pequeno passo para o homem, mas um salto gigantesco para a humanidade” acontecia. A célebre frase, proferida pelo astronauta Neil Armstrong, se deu com a chegada da missão Apollo 11 à lua, diante de mais de 600 milhões de espectadores de todo o mundo. “Ao Vivo da Lua”, episódio inédito da série “Mistérios do Arquivo”, que vem sendo exibida no Curta! e está no Curta!On – Clube de Documentários, mostra os bastidores desse momento histórico.

Em um contexto de disputa tecnológica entre os Estados Unidos e a União Soviética, em meio à Guerra Fria, a nave espacial para a missão à lua foi desenvolvida pela NASA e representou uma grande vitória para o bloco capitalista. Mas, para além das imagens que marcaram gerações e até hoje são constantemente relembradas, fica a pergunta: quem estava filmando? O episódio, dirigido por Alexandre Auque, dedica-se a desvendar esse mistério. A exibição é na Sexta da Sociedade, 5 de agosto, às 23h30.

Segunda da Música (MPB, Jazz, Soul, R&B) – 01/08 – ANIVERSÁRIO DE NEY MATOGROSSO (81 ANOS)

22h35 – “Ney — À Flor da Pele” (Documentário)

"Ney — À Flor da Pele" é um documentário de longa-metragem centrado no impacto das performances de Ney Matogrosso na cultura brasileira, desde a segunda metade do século XX até a atualidade. Uma antologia audiovisual, toda composta por imagens de arquivo. Direção: Felipe Nepomuceno. Duração: 70 min. Classificação: 14 anos. Horários alternativos: 02 de agosto, terça-feira, às 02h35 e 16h35; 03 de agosto, quarta-feira, às 10h35; 06 de agosto, sábado, às 22h35; 07 de agosto, domingo, às 16h25.

Terça das Artes (Visuais, Cênicas, Arquitetura e Design) – 02/08

23h30 – “Memórias do Grupo Opinião” (Série) – Episódio 1

A história do Grupo Opinião, uma trupe carioca de teatro criada em 1964 para fazer resistência ao regime militar através de produções artísticas. Considerado a primeira resposta da esquerda à ditadura, o grupo reuniu artistas como Nara Leão, Maria Bethânia, João do Vale e Millôr Fernandes. Duração: 25 min. Classificação: 12 anos. Horários alternativos: 03 de agosto, quarta-feira, às 03h30 e às 17h30; 04 de agosto, quinta-feira, às 11h30; 06 de agosto, sábado, às 20h; 07 de agosto, domingo, às 10h.

Quarta de Cinema (Filmes e Documentários de Metacinema) – 03/08

21h – “Segundo Take” (Série) – Ep.: ''Santiago, com Esmir Filho''

A série “Segundo Take” tem como proposta recriar cenas antológicas do cinema brasileiro sob o olhar de outros profissionais. A cada episódio, diretores e atores dividem com o público suas paixões cinematográficas e seu processo criativo ao refilmarem uma grande cena. Neste episódio, o diretor Esmir Filho convida a atriz Renata Gaspar para reencenar um trecho de “Santiago” (2007), de João Moreira Salles. O filme, que traz à tona a própria discussão sobre ficção e realidade no fazer documental, ganha uma camada de humor na recriação feita por Esmir e Renata. A atriz, afeita a imitações, se caracteriza como o personagem Santiago do título. Direção: Julia De Simone. Duração: 26 min. Classificação: 12 anos Horários alternativos: 04 de agosto, quinta-feira, às 01h e às 15h; 05 de agosto, sexta-feira, às 09h00; 06 de agosto, sábado, às 19h30; 07 de agosto, domingo, às 09h30.

Quinta do Pensamento (Literatura, Filosofia, Psicologia, Antropologia) – 04/08

20h – “Incertezas Críticas” (Série) - Ep. ''Ismail Xavier''

Ismail Xavier é professor da USP e autor de vários livros sobre a relação entre o cinema e a sociedade, publicados no Brasil e no exterior. Foi professor visitante de universidades nos Estados Unidos, na França e na Argentina, além de conferencista em diversos países. No seu programa, ele faz uma relação entre alegoria, cristianismo e História. Além disso, conecta esses termos com o barroco e com dois importantes filmes de Glauber Rocha: “Deus e o diabo na terra do sol” e “Terra em transe”. Direção: Daniel Augusto Duração: 26 min. Classificação: Livre. Horários alternativos:  05 de agosto, sexta-feira, às 0h e às 14h; 06 de agosto, sábado, às 18h; 07 de agosto, domingo, às 08h.

Sexta da Sociedade (História Política, Sociologia e Meio Ambiente) – 05/08

23h30 – “Mistérios do Arquivo” (Série) – Episódio: ''Ao Vivo da Lua''

Em 22 de julho de 1969, um homem pisou na lua pela primeira vez. Mais de 600 milhões de espectadores tiveram a chance de acompanhar esta fabulosa aventura ao vivo na televisão. Em um contexto de impasses incessantes com os soviéticos, a cobertura midiática da missão Apollo 11 foi brilhantemente orquestrada pela NASA. Não é por acaso que os primeiros passos de Armstrong na lua são filmados e mostrados ao vivo (a lua está a aproximadamente 384.000 km da terra). Mas quem está filmando quando vemos Armstrong descendo a escada e dando seus primeiros passos? Direção: Alexandre Auque. Duração:  30 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 06 de agosto, sábado, às 3h30 e às 10h30; 07 de agosto, domingo, às 18h; 08 de agosto, segunda-feira, às 17h30; 09 de agosto, terça-feira, às 11h30.

Sábado – 06/08

20h30 – “Sérgio Britto – Mestre dos Palcos" (Documentário)

O documentário acompanha as múltiplas facetas do ator e diretor Sérgio Britto, desde os bastidores de companhias de teatro a suas experiências na literatura e na ópera. O ator foi criador do "Grande Teatro Tupi", programa que fez mais de 450 adaptações de peças teatrais e tinha no elenco atores como Fernanda Montenegro e Ítalo Rossi. Duração: 52 min. Classificação: Livre. 

Domingo – 07/08 – ANIVERSÁRIO DE CAETANO VELOSO (80 ANOS)

22h25 – “Uma Noite em 67” (Documentário)

Final do III Festival da Música Popular Brasileira da TV Record, 21 de outubro de 1967: entre os candidatos aos principais prêmios, figuram Chico Buarque de Hollanda, Caetano Veloso, Gilberto Gil e Mutantes, Roberto Carlos, Edu Lobo e Sérgio Ricardo, protagonista do infame episódio da destruição de seu violão no palco. Com imagens de arquivo e apresentações de músicas hoje clássicas, o filme registra o momento do Tropicalismo, os rachas artísticos e políticos na época da ditadura e a consagração de nomes que se tornaram ídolos.  Diretores: Renato Terra e Ricardo Calil. Duração: 85 min. Classificação: Livre. 

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code