Ad Code

Sem Censura desta segunda (25) recebe a treinadora Camila Ferezin

Divulgação

É noite de esporte olímpico no Sem Censura desta segunda-feira (25), com a presença da treinadora da Seleção Brasileira de Conjunto de Ginástica Rítmica, Camila Ferezin. A técnica conversa com a apresentadora Marina Machado sobre sua trajetória no esporte e destaca a participação do Brasil nos Jogos Pan-Americanos de Ginástica Artística, realizados neste mês, no Rio de Janeiro. O país foi o melhor classificado das Américas, somando, nas categorias Adulto e Juvenil, 8 medalhas de ouro, 6 de prata e 3 de bronze.

Camila Ferezin Resende nasceu em Londrina, Paraná, em 1977. É graduada em Educação Física pela Universidade Norte do Paraná e especializada em ginástica Rítmica pela Universidade Norte do Paraná. Atualmente é professora titular da Universidade Norte do Paraná e, desde 2011, é a treinadora da Seleção Brasileira de Conjunto de Ginástica Rítmica. Treinou o esporte dos 8 aos 23 anos e integrou a Seleção Brasileira de Ginástica Rítmica durante 10 anos como ginasta. Camila tem em seu currículo a participação em 4 Olimpíadas e é tetra Campeã dos Jogos Pan-Americanos.

No ano de 2003, nos Jogos Pan-Americanos de Santo Domingo, Camila fez parte da comissão técnica brasileira. Em 2007, no Pan do Rio de Janeiro, trabalhou como comentarista. Em 2011, assumiu o cargo de treinadora da Seleção Brasileira de Conjunto e conquistou a medalha de ouro nos Jogos de Guadalajara. Repetiu a dose quatro anos depois, em Toronto, ao ganhar novamente a medalha de ouro. Em 2021, pela primeira vez na história da modalidade, o Brasil se classificou para uma final em Campeonato Mundial. A equipe terminou a competição em 7º lugar no conjunto de 5 bolas. Em junho deste ano, a equipe liderada pela treinadora conquistou a medalha de bronze na prova mista da etapa da Itália da Copa do Mundo.

Nesta edição, contribuem como debatedoras convidadas as educadoras físicas, Sthefânia Ferreira e Jéssica Marinho.

O programa Sem Censura vai ao ar às segundas-feiras, às 21h, logo após a novela A Escrava Isaura, com transmissão para todo o País em TV aberta por intermédio das emissoras afiliadas à Rede Nacional de Comunicação Pública – TV, gerida pela Empresa Brasil de Comunicação (EBC), e por outras plataformas, como Facebook, Twitter e Youtube, por onde o público pode participar usando a hashtag #SemCensura.

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code