Ad Code

Amizade ajuda mulher a sair de um relacionamento abusivo, no episódio inédito de Amores que Enganam

Divulgação

Amores que Enganam, primeira produção original do Lifetime na América Latina, é composta de dez episódios com histórias independentes, de mulheres em situações reais e experiências de sofrimento, traição e desengano. Cada episódio traz um elenco diferente, formado por reconhecidos atores latino-americanos. O novo episódio estreia dia 27 de agosto, ás 22h40.

O próximo inédito, Direito a ser feliz, é estrelado pela modelo e atriz cubana Aylín Mújica (Como tú no hay dos), o mexicano Héctor Suárez Gomiz (Betty em NY) e a lenda das telenovelas venezuelanas, Lupita Ferrer (Rosalinda).

Depois de ter vivido um casamento de 25 anos com maus-tratos psicológicos por parte de seu marido Mario e até de seus filhos, em que sempre foi minimizada e tratada como uma mulher inútil, Diana (Aylín Mújica) fala sobre seu sofrimento com uma amiga. Horrorizada, a amiga afirma o quanto ela é maravilhosa, e começa ajudar Diana a retomar sua autoestima e a se distanciar dos maus-tratos.

Já que nunca trabalhou, Diana tem muita dificuldade em tomar a decisão, pois se sente dependente do marido abusivo. Mas, com a ajuda da amiga, decide começar a tomar as rédeas de sua vida. Além disso, seu filho descobre que o pai tem uma amante – e isso é a gota d’água para que Diana recupere o respeito dos filhos e decida buscar uma vida feliz longe do marido.

Com um elenco composto por atores do Brasil, Argentina, México, Colômbia, Venezuela, Cuba, Costa Rica e Estados Unidos, a série estreou com um episódio estrelado pelos brasileiros Sophia Abrahão, Duda Nagle e Julia Gama. Uma coprodução do Lifetime com Casablanca Brasil, Vip 2000 TV e Yahayra Films, a série foi gravada em 4K, em 66 locações, entre Guadalajara, México, e Miami, Estados Unidos. Para esta primeira temporada, foram utilizadas 800 peças de vestuário, 250 extras e 66 atores. Amores que Enganam é protagonizada e produzida por mulheres, sendo 70% dos departamentos de produção dirigidos por mulheres. Classificação indicativa: 14 anos

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code