Ad Code


Partituras recebe Quinta Essentia Quarteto no estúdio da TV Brasil

Divulgação

A edição inédita do programa Partituras mostra um espetáculo do Quinta Essentia Quarteto com repertório de Astor Piazzolla, Maurice Ravel e Claude Debussy. A TV Brasil exibe o musical na madrugada de domingo (21) para segunda (22), à 0h30. O musical também fica disponível no app TV Brasil Play.

Principal representante da flauta doce no país e um dos mais importantes grupos de música de câmara da atualidade, o Quinta Essentia Quarteto gravou uma apresentação inédita e exclusiva para o canal público. A performance foi registrada no histórico estúdio 3 da TV Brasil, no Rio de Janeiro.

O especial recorda o trabalho da renomada compositora e educadora musical Nadia Boulanger que nasceu há 135 anos, em 16 de setembro de 1887. Os convidados mesclam obras de contemporâneos da artista e peças do título "As Quatro Estações Portenhas", de Piazzolla, um dos seus principais alunos.

Com uma formação inusitada, o Quinta Essentia reúne quatro artistas que tocam o mesmo instrumento, a flauta doce, em diversos tamanhos e formas. Marina Mafra, Francielle Paixão, Renata Pereira e Gustavo de Francisco buscam inspirar sonoridades alternativas e incentivar a formação de novas plateias.

A emissora pública apresenta uma atração rica em sensibilidade e emoção. Os músicos que participam do Partituras prestam uma bela homenagem e reconhecem a importância do legado da francesa Nadia Boulanger. O quarteto executa uma das composições da artista no término do espetáculo.

Trajetória e repertório do Quinta Essentia

Em atuação desde 2006 e com diversos discos lançados, o Quinta Essentia Quarteto busca destacar as possibilidades para experimentação da flauta doce. Com quatro artistas e uma produção musical eclética, o conjunto ressalta a versatilidade da flauta barroca assim como da sua família de instrumentos.

O experiente músico e produtor Gustavo de Francisco fala sobre a proposta que ajudou a idealizar há mais de 15 anos. "Criamos esse trabalho exatamente para mostrar todas as possibilidades da flauta doce. Muitos grupos no país e no exterior costumam estar associados a alguma instituição de ensino, mas nós queríamos liberdade criativa para escolher repertório e fazer novas músicas", defende.

O flautista comenta as atrações do especial que o Quinta Essentia realiza na telinha da emissora pública. "O repertório homenageia a compositora francesa Nadia Boulanger. Ligada ao Conservatório de Paris, ela foi professora de grande parte dos compositores norte-americanos e da América Latina", conta.

O convidado cita Egberto Gismonti e Souza Lima entre alguns dos alunos que tiveram aulas com a educadora musical no Brasil. Nadia Boulanger deixou de compor ainda jovem e passou a se dedicar à formação de novos talentos. Ela lecionou para diversas personalidades do segmento no século 20.

O espetáculo inicia justamente com "As Quatro Estações Portenhas", obra do argentino Astor Piazzolla, um dos principais pupilos da francesa. De acordo com Gustavo de Francisco, a apresentação inclui produções de contemporâneos da professora Nadia Boulanger e peças de cada estação representada na composição do consagrado músico sul-americano

O integrante do Quinta Essentia Quarteto explica que os instrumentos mudam também a cada uma das estações da obra de Piazzolla que é executada. Essa perspectiva se reflete no tom e intensidade da performance. "O 'mood' é diferente e segue um pouco a ideia das 'cores' das estações", sugere.

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code