Ad Code


Roda Viva entrevista o ex-ministro da Fazenda Pedro Malan

Reprodução

Nesta segunda-feira (29/8), pela primeira vez, o Roda Viva recebe o economista e ex-Ministro da Fazenda Pedro Malan. Com apresentação de Vera Magalhães, o programa vai ao ar a partir das 22h, na TV Cultura e redes sociais da emissora.
 
Com uma extensa carreira acadêmica, empresarial e pública, Malan se destacou como um dos principais responsáveis pela implantação do Plano Real - programa de estabilização da economia brasileira anunciado em 28 de fevereiro de 1994 pelo então ministro da Fazenda, Fernando Henrique Cardoso, no último ano do governo Itamar Franco.

Doutor em economia pela Universidade Berkeley, nos Estados Unidos, ele também foi presidente do Banco Central e atuou como representante do Brasil no Banco Mundial e na diretoria do Banco Interamericano de Desenvolvimento. No Ministério da Fazenda, defendeu as privatizações, uma economia sem interferências políticas, redução da taxa de juros e equilíbrio da balança comercial. Crítico da concentração de renda, durante sua gestão foi implementado o tripé macroeconômico no país com câmbio flutuante e metas fiscais e de inflação.

Sobre Pedro Malan

Nascido em Petrópolis, no Rio de Janeiro, formou-se em engenharia elétrica na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ) em 1965. Ainda nos anos 60, Malan ingressou no Escritório de Pesquisa Econômica Aplicada (EPEA) do Ministério do Planejamento. Em 1969, mudou-se para os Estados Unidos, onde concluiu seu Ph.D. em economia na Universidade de Berkeley. Nos anos 70, fez parte do Ipea e criou o Instituto  de Economistas do Rio de Janeiro. E na década de 80, foi diretor da Divisão de Análise de Políticas e Pesquisas do Centro de Empresas Transnacionais na Organização das Nações Unidas (ONU). Nos anos 90, assumiu a direção do Banco Central do Brasil até se tornar Ministro da Fazenda. Malan ainda teve papel importante na execução do Plano Real. 

Postar um comentário

0 Comentários


Ad Code