Ad Code

TV Brasil exibe ''Capitães da Areia'' em homenagem a Jorge Amado

Divulgação 

Para homenagear o autor baiano Jorge Amado, que faria 110 anos no dia 10 de agosto, a TV Brasil leva ao ar o filme ''Capitães da Areia'', adaptação do romance homônimo do escritor, um dos seus livros mais vendidos. A exibição do longa-metragem ganha janela na programação da emissora pública nesta sexta (5), às 22h30, na sessão Cine Nacional, e também lembra a data de morte do romancista, dia 6 de agosto.

Personagens marcantes da obra de Jorge Amado, os jovens da trama habitam eternamente na memória do público. Mais atual do que nunca, a história emociona e inspira de forma profunda. O filme é o primeiro longa-metragem com direção da cineasta Cecília Amado, neta do escritor.

Na obra, Pedro Bala (Jean Luís Amorim), Professor (Robério Lima), Gato (Paulo Abade), Sem Pernas (Israel Gouvêa) e Boa Vida (Jordan Mateus) são adolescentes abandonados por suas famílias. Eles são obrigados a lutar para sobreviver nas ruas de Salvador e crescem na comunidade do Trapiche junto com outros rapazes da mesma faixa etária.

Os jovens praticam uma série de assaltos, o que faz com que sejam constantemente perseguidos pela polícia. Um dia Professor conhece Dora (Ana Graciela) e seu irmão Zé Fuinha (Felipe Duarte). Os dois também vivem nas ruas da cidade.

O rapaz leva os novos amigos até o Trapiche, o que desencadeia a excitação dos demais garotos, que não estão acostumados à presença de uma mulher no local. Pedro consegue acalmar a situação e permite que Dora e o irmão fiquem por algum tempo. Só que, aos poucos, nasce o afeto entre o líder dos Capitães da Areia e a moça que acabou de integrar o bando.

Considerado um dos maiores representantes da literatura brasileira modernista, Jorge Amado teve livros traduzidos em 80 países, para 49 idiomas. Sua obra literária conheceu diversas adaptações para cinema, teatro e televisão, além de ter sido tema de escolas de samba em várias partes do país. 

Jorge Amado ocupou a cadeira 23 da Academia Brasileira de Letras, eleito em 1961. Também foi agraciado com importantes premiações nacionais e internacionais, como o "Prêmio Luís de Camões" e o "Prêmio Jabuti".

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code