Ad Code


''Manuela Berenger, de Arcanjo Renegado, difere de todos os outros personagens que já fiz'', avalia Rita Guedes

Divulgação Globoplay

Honesta, inteligente e perspicaz, levando a política como propósito de vida. Essa é a melhor definição de Manuela Berenger, personagem de Rita Guedes em Arcanjo Renegado, série Original Globoplay, sob a ótica da própria atriz. Enquanto na primeira temporada Manuela era presidente da Assembleia Legislativa do Rio, na segunda ela se torna governadora do Estado do Rio de Janeiro, tendo que enfrentar e superar desafios dentro de um governo corrupto. 
 
No decorrer da trama, composta por 10 episódios no total, Manuela se vê obrigada a combater inúmeros ataques e pressões políticas exercidas por opositores do seu governo. Parceiro na primeira temporada ao lado de Barata (Flavio Bauraqui), Gabriel (Leonardo Brício), agora secretário da Casa Civil, passa a jogar contra a governadora, vazando informações estratégicas e criando emboscadas com ajuda do seu assessor Joel Fontoura (Bruno Mazzeo). O principal aliado de Gabriel é Cristóvão (Thelmo Fernandes), de quem Manuela faz de tudo para se desvencilhar. 
 
“A Manuela é uma personagem muito rica, com várias camadas, uma mulher sagaz e corajosa. Ela conhece o jogo político e tem a política como propósito de vida”, avalia Rita Guedes. 
 
Manuela ainda sofrerá uma forte pressão de Maíra (Cris Vianna), atual presidente da Assembleia Legislativa. “Enquanto esse turbilhão de coisas atravessa a vida política de Manuela, ela também precisa lidar com problemas na vida pessoal, envolvendo questões relacionadas ao filho. Vamos perceber o quanto a Manuela é íntegra, forte, mas, ao mesmo tempo, frágil”, finaliza a atriz.
 
‘Arcanjo Renegado’ é uma série Original Globoplay produzida pelo AfroReggae Audiovisual, em parceria com a produtora Paranoid BR e o Globoplay. Tem criação de José Júnior; direção geral de Heitor Dhalia; direção de André Godoi e Vellas; roteiro de José Junior, Gabriel Maria, Gustavo Rademacher e Bárbara Velloso; e produção de Heitor Dhalia e Egisto Betti. No elenco, talentos como Marcello Melo Junior, Erika Januza, Álamo Facó, Rita Guedes, Flavio Bauraqui, Leonardo Brício, Thelmo Fernandes, Cris Vianna, Otto Jr, Ludmilla, Tatsu Carvalho, Bruno Mazzeo, Dilsinho Oliveira, Gabriela Loran, Lea Garcia, Gabriel Sabino, Luciana Bezerra, Aline Borges, Karen Motta, Fabio Nascimento, Robson Rodrigues, Renato Régis, Zezé Motta, Dani Galli, Leynar Gomez, Angela Paz e Jimmy London. Na próxima quinta, dia 08, mais dois episódios entram na plataforma.
 
Entrevista com Rita Guedes
 
Na primeira temporada, a Manuela passou por momentos marcantes na evolução da trama. Agora ela volta como governadora na segunda. Como você avalia essa evolução? 
Estou muito feliz com a Manuela nessa segunda temporada. Eu acho que o público vai gostar também e se surpreender ao conhecer esse ‘outro lado’ dela. Ela é uma personagem muito rica, com várias camadas, uma mulher sagaz e corajosa que conhece o jogo político e que tem a política como propósito de vida. E por ter essa ambição de carreira, sinceramente, não me surpreende ela ter se tornado governadora, já que deseja lutar e transformar. 
 
Conte um pouco sobre a ‘nova’ fase da sua personagem.
O governo da Manuela vai sofrer pressão e ataques de opositores por todos os lados. Ela também vai ser traída politicamente por seus aliados políticos. Enquanto esse turbilhão de coisas atravessa a vida política de Manuela, ela também precisa lidar com problemas na vida pessoal, com questões relacionadas ao filho. Vamos perceber o quanto a Manuela é íntegra, forte, mas, ao mesmo tempo, frágil. A Manuela difere de todos os outros personagens que eu tenho feito e eu sou muito grata por estar fazendo isso.

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code