Animal Planet e discovery+ estreiam a segunda temporada de ''Desvendando Oceanos com Jeremy Wade''

Divulgação

As águas profundas de oceanos, mares, lagos e rios são fonte inesgotável de mistérios: de histórias de navios, tesouros desaparecidos e naufrágios misteriosos, a criaturas ainda não catalogadas ​​e fatos insólitos como a fuga de D.B. Cooper, o homem que sequestrou um avião e saltou da aeronave em pleno voo sobre o oceano, em meio à escuridão da noite.

A partir de terça-feira, 25 de outubro, às 21h20, Jeremy Wade retorna ao Animal Planet e ao discovery+ para investigar alguns dos mais emblemáticos desses enigmas com a estreia da segunda temporada de DESVENDANDO OCEANOS COM JEREMY WADE (Mysteries of The Deep). Em oito episódios com duração de uma hora e estreia simultânea na TV e no streaming, a série embarca com Jeremy em expedições que buscam respostas nas profundezas, escondidas em locais muitas vezes inacessíveis.

Cada episódio apresenta diversos casos. Com a ajuda da ciência, de entrevistas com pesquisadores e especialistas, além de imagens de arquivo, relatos de testemunhas oculares e expedições a campo, Jeremy parte à procura de evidências que separam fatos de lendas. As lentes o acompanham enquanto ele tenta descobrir o paradeiro de tesouros perdidos, navios e aviões que afundaram e nunca foram encontrados, além de pistas sobre a existência de criaturas míticas e monstros subaquáticos.

Divulgação

No episódio de estreia da nova temporada, Jeremy averigua se o naufrágio de um navio nazista, ocorrido durante a Segunda Guerra Mundial, pode ter sido a causa do sumiço de um tesouro cujo valor é inestimável: os painéis que faziam parte da opulenta Sala de Âmbar, supostamente roubados pelos nazistas que ocuparam a então União Soviética.

Frequentemente referida como a oitava maravilha do mundo, a Sala de Âmbar ficava no Castelo de Catherine e teria sido pilhada por nazistas quando da ocupação iniciada em junho de 1941. Recoberta por painéis em âmbar, ouro e pedras preciosas, a sala teria valor estimado em 100 bilhões de dólares na atualidade. Os painéis foram arrancados e há pesquisadores que têm razões para acreditar que eles possam estar adormecidos nas profundezas Mar Báltico, em um navio nazista que naufragou.

Depois, Jeremy investiga o naufrágio do navio MV Arvin. Em janeiro de 2021, a embarcação de carga foi literalmente quebrada ao meio e engolida pelo Mar Negro em poucos minutos. Jeremy analisa as imagens impressionantes do momento em que toneladas de aço colapsaram diante da força da água e busca respostas para a tragédia.

Ainda na estreia, Jeremy quer saber o que ou quem é o responsável pela misteriosa morte de leões marinhos no litoral de Vancouver, Canadá, em 2020. Por fim, uma formação no fundo do Lago Constança, na Suíça, intriga os cientistas: são pilhas de pedras que se estendem por nove quilômetros, paralelas à margem e que reúnem um peso estimado de quase 80 toneladas. Forças naturais teriam sido responsáveis por essas formações estranhamente regulares ou estamos diante de mais uma obra humana misteriosa?

Anderson Ramos

O Universo da TV é o site perfeito para quem quer ficar por dentro das últimas novidades da TV. Aqui, você encontra notícias sobre TV paga, programação de TV, plataformas de streaming e muito mais. É o único site que oferece uma cobertura completa da TV, para que você nunca perca nada. facebook instagram twitter youtube

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV.

Postagem Anterior Próxima Postagem

Formulário de contato