Estreia do Doc Investigação faz audiência da Record crescer mais de 150%

Foto: Divulgação Record

A estreia do Doc Investigação na RECORD, na noite desta segunda-feira, 19/02, se consolidou em segundo lugar e fez a audiência da emissora crescer no Mercado Nacional, em São Paulo, no Rio e em mais oito praças. A alta, em algumas regiões, chegou a mais de 150%, na comparação com as quatro segundas-feiras anteriores. 

Conduzido pela repórter investigativa Thais Furlan, a produção traz, a cada semana, informações inéditas e depoimentos exclusivos de grandes casos policiais conhecidos em todo o Brasil. O primeiro episódio, abordou a morte do menino Bernardo Boldrini e mostrou uma entrevista exclusiva com Graciele Ugulini, madrasta do garoto, que cumpre pena pelo assassinato do enteado. 

No Mercado Nacional, no horário em que foi ao ar, das 22h57 à 23h57, o documentário cravou média de 4 pontos e share de 9,4%, enquanto a terceira colocada registrou 3,1 pontos. O programa trouxe um aumento de 53% em audiência e 57% em share na faixa horária, em relação às últimas quatro segundas-feiras. 

Na capital paulista, marcou 4,2 pontos e share de 9,5%, contra 2,6 pontos e 5,6% das semanas anteriores. Com estes índices, a faixa registrou um aumento de 61% da média e de 70% da participação. 

No Rio de Janeiro, o novo jornalístico conquistou 4,4 pontos de média e 8,7% de share, número que também indicou crescimento no horário, 72% de audiência e 69% de participação. O canal em terceiro lugar, o SBT, obteve 2,6 de média.

Recife foi a praça com maior salto no desempenho, com 157% da média e 150% do share, passando de 1,6 ponto e 4,6% de participação para 4,2 pontos e 11,4%. O SBT ficou com 1,5 ponto. 

Em Goiânia, saiu de 3,4 pontos de média e 10,6% share para 5,4 pontos e 16,8%, o que representa um incremento de 59% e 58%, respectivamente. O SBT registrou 3,1 pontos de média. 

Em Belém, o Doc Investigação alcançou 4,2 pontos de média e 9,8% de share, uma alta de 35% e 36%. O SBT, em terceiro, anotou 2,9 pontos. 

Em Vitória, onde a RECORD nas quatro segundas anteriores havia consolidado média de 3,2 e share de 9,1%, o programa atingiu 4,8 pontos e 13,1%, ou seja, o aumento foi de 50% da audiência e 44% da participação. O SBT teve 4,6 pontos. 

Em Belo Horizonte, a audiência saiu de 3,3 pontos de média e 9,4% de share para 4 pontos e 11,3%, ou seja, alta de 20% em ambos os índices. O SBT registrou 2,2 pontos. 

No Distrito Federal, o aumento da média foi de 22% e do share, de 34%, passando de 3,1 para 3,8 pontos; enquanto a participação, que era 7,6% chegou a 10,2%. Já o SBT assegurou 2,6 pontos. 

Em Curitiba, o programa de true crime ficou em segundo lugar com 3,5 pontos e share de 8,5%. A média e a participação das quatro segundas anteriores foram de 2,4 pontos e 5,4%, o que significa alta de 43% e 57%. 

Em Porto Alegre, que antes havia consolidado média de 1,9 pontos e share de 4,4%, com a nova atração a RECORD marcou 2,9 pontos e 6,8% de participação. O crescimento foi de 52% e 54%, respectivamente. No confronto, o SBT anotou 2,5 pontos. 

O Universo da TV

O Universo da TV é o site perfeito para quem quer ficar por dentro das últimas novidades da TV. Aqui, você encontra notícias sobre TV paga, programação de TV, plataformas de streaming e muito mais. É o único site que oferece uma cobertura completa da TV, para que você nunca perca nada. facebook instagram twitter youtube

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV.

Postagem Anterior Próxima Postagem

Formulário de contato