Oitava eliminada, Any confessa que já estava no limite emocional dentro do jogo, critica Hadad e assume decepção com Dona Geni

Foto: Antonio Chahestian/RECORD

A Grande Conquista acabou para Any, a oitava eliminada da temporada. Em entrevista exclusiva à equipe da comunicação da RECORD, a ex-conquisteira desabafa que nessa reta final do confinamento o jogo mexeu com o seu emocional:" eu já estava realmente no meu limite", e ainda elege Hadad como a pior pessoa para se conviver no reality show: "A convivência ficou muito chata." Ainda no bate-papo, ela confessa que se decepcionou muito com Dona Geni: "Por gostar dela, eu acabava passando o pano". E finaliza: "O público perdeu alguém que se posiciona, que fala, que não deixa assuntos por resolver".

LINK DA ENTREVISTA: CLIQUE AQUI

- O que fez você participar da Grande Conquista?

Entrar em A Grande Conquista foi a realização de um sonho de participar de um reality show. Uma experiência que eu queria viver. Eu assistia e eu era muito fã de reality show. Eu me imaginava lá dentro. Quando eu via, pensava como eu ia reagir nessas situações.

- Qual o sentimento de chegar tão perto da final e acabar saindo?

Queria muito ser campeã de A Grande Conquista. Entrei lá com isso na minha cabeça. Só que tantas coisas foram acontecendo e isso foi mexendo muito comigo emocionalmente. Ali no final, eu já estava realmente no meu limite. Queria muito, fiquei triste por sair, mas, ao mesmo tempo, aliviada.

- O que o público perdeu eliminando você?

O público perdeu alguém que se posiciona, que fala, que não deixa assuntos por resolver. Acho que isso é algo que muitos participantes deixam a desejar lá dentro.

- Quem é a pior pessoa para se conviver lá dentro? Por que?

O Hadad, porque ele me provocava o tempo todo. Eu o provocava também como resposta. A convivência ficou muito chata.

-  Você acha que essa pessoa já deveria ter voltado pra casa?

Eu gostaria que sim. Eu voltei primeiro, foi "uó" pra minha carreira.

- Você teve alguma decepção com alguém dentro do jogo?

Na verdade, eu tive algumas decepções. Eu tive uma grande decepção, primeiramente, com a MC Mari, quando em um momento muito delicado pra mim lá dentro, ela me chamou para conversar e falou que votaria em mim, sendo que era uma pessoa que eu gostava muito. Essa foi a primeira decepção que eu tive. Agora, nessa reta final, eu me decepcionei muito com a Geni, porque o Fe falava as coisas que ela falava de mim, a Lizi também falava. Por gostar dela, eu acabava passando o pano. Eu sempre me posicionei mesmo se fosse aliado ou adversário lá dentro.

- Você acha que seu embate com o Fernando e a Lizi, por exemplo, acabaram influenciando na sua eliminação?

Eu ter me resolvido com o Fernando, as pessoas não receberam muito bem. Esqueceram da parte humana que existe ali dentro. Sobre a Lizi, eu acho que não. Eu falei o que tinha acontecido, eu me posicionei sobre. Ela queria, na verdade, aproveitar-se da situação que aconteceu, querendo criar um enredo como se eu tivesse vazado algo e não foi assim.

- Vem aí uma série de eliminações. Quem você acha que será o próximo eliminado ou eliminada?

Vai depender muito da formação da Zona de Risco. Caso o Hideo não se salve, acho que ele está na mira da casa, e Pink também está na mira. Acredito que o Fernando também esteja.

- Qual a dica você daria para quem quer participar de um reality?

Seja você na hora da inscrição. Acredite mesmo que todas as pessoas digam que não é possível, que você não é capaz. Porque quando acreditamos em nós mesmos, as coisas acontecem.

Anderson Ramos

O Universo da TV é o site perfeito para quem quer ficar por dentro das últimas novidades da TV. Aqui, você encontra notícias sobre TV paga, programação de TV, plataformas de streaming e muito mais. É o único site que oferece uma cobertura completa da TV, para que você nunca perca nada. facebook instagram twitter youtube

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV.

Postagem Anterior Próxima Postagem

Formulário de contato